O Jazz como influência no novo cd de Ricardo Grilli

Imagem: Reprodução/ Ricardo Grilli

Jornal GGN – O guitarrista brasileiro Ricardo Grilli acaba de lançar seu segundo álbum, “1954”. O trabalho autoral, produzido em Nova Iorque, caminha entre o passado eo futuro, com influências que vão do Jazz tradicional ao moderno.

O cd leva a data de nascimento do pai de Grilli, o artista também destaca que “próximo a 1954, há o início da corrida de americanos e soviéticos pela exploração do espaço, uma era em que as pessoas olhavam para o futuro com apreensão mas, ao mesmo tempo, otimismo.”

O álbum, gravado por Michael Perez-Cisneros, conta com  Aaron Parks, no piano; Joe Martin, no baixo; e Eric Harland, na bateria. As músicas “Arcturus”, “Breathe”, “Pogo56”, “Radiance”, “Rings”, “Far Away Shores”, “Cosmonauts”, “Vertigo e Pulse”, compõem o repertório.

Paulistano, Ricardo Grilli se se formou na Berklee College Of Music e concluiu mestrado na Universidade de Nova Iorque. Nos Estados Unidos, subiu ao palco com músicos como Chris Potter, Chris Cheek, Mark Turner, entre outros. O artista também tocou em clubes de jazz  do exterior, como o The Blue Note. Em 2013, o guitarrista lançou seu álbum de estreia, “If On A Winter’s Night A Traveler”.

Atualmente, o músico integra o casting Core Port, com artistas como Ben Wendel, Rebecca Martin e Joyce Moreno.

“1954” está disponíveis em todas as plataformas digitais. Para ouvir, clique (aqui).     

Assine

https://www.youtube.com/watch?v=pefjnhmNyhM width:700 height:394

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora