Minhas dez mais

Não dá para tentar definir as dez melhores músicas brasileiras de todos os tempos. Nem mesmo as dez melhores músicas brasileiras de todos os tempos, “na minha opinião”.

No máximo, consigo identificar as dez músicas que mais estou curtindo no momento – embora esse “no momento” possa durar anos.

Vai aí uma relação das minhas, não em ordem hierárquica. Como podem perceber, minha veia atual é para a linha da canção brasileira. Quem tiver a sua, pode mandar:

• “Estrada do Sertão”, de João Pernambuco e Hermínio Bello de Carvalho, que acabo de ouvir no “Supertônica”, programa do Arrigo Barnabé na Rádio Cultura, interpretado por Cida Moreira.

• “Melodia Imortal”, de Villa-Lobos.

• “Cantilena da Bachiana No. 5”, de Villa Lobos.

• “Cafezal em Flor”, de Luiz Carlos Paraná.

• “Modinha”, de Tom Jobim.

• “Modinha”, de Jaime Ovalle e Manuel Bandeira.

• “Azulão”, de Jaime Ovalle e Manuel Bandeira.

• “O Ciúme”, de Caetano Velloso.

• “Pai e Mãe”, de Gilberto Gil.

• “Beatriz”, de Chico Buarque e Edu Lobo.

Depois, faço mais listas, senão iria ocupar o blog todo.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome