Nem vergonha nem juízo!

Almirante canta NEM VERGONHA NEM JUÍZO, dele mesmo. Resgate de Luciano Hortencio.

Resgate de Luciano Hortencio

Almirante canta NEM VERGONHA NEM JUÍZO, dele mesmo.

Oi que tu não tem vergonha
Oi que tu não tem juizo. (bis)

Nas mulheres minha gente
Não nasce o dente do siso
É por isso que elas vivem
A mostrar o seu sorriso
É por isso que eu te digo
Quando canto de improviso

Oi que tu não tem vergonha
Oi que tu não tem juizo. (bis)

Por causa de outra mulher
Fiquei completamente liso
Agora por tua causa
Vou perder o paraíso
Mas aprende uma coisa
Pra não ter mais prejuízo

Oi que tu não tem vergonha
Oi que tu não tem juizo. (bis)

Tomei a resolução
De não ficar mais indeciso
Se eu pegar o teu pescoço
Vou pendurar nele um guizo
É assim que toda gente
Vai saber do meu aviso

Oi que tu não tem vergonha
Oi que tu não tem juizo. (bis)

Tu é muito … e gorda
E de ti eu não preciso
Anda com um par de botas
E eu sei bem onde é que eu piso
E na prova…
Essa verdade eu não digo

Oi que tu não tem vergonha
Oi que tu não tem juízo. (bis)

Almirante – NEM VERGONHA NEM JUÍZO – Almirante.

Disco Victor 33.513-A.

Janeiro de 1932.

Arquivo Nirez.

Coisas que o tempo levou.

luciano hortencio.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Balanço, por Lúcio Verçoza

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome