No Dia do Caminhoneiro, uma volta musical com Chico e Dominguinhos

https://www.youtube.com/watch?v=q5A34G3Qajc width:700 height:395

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

18 comentários

  1. a dois passos do paraíso

    1. Mais perigoso que cavalo na estrada é um burro no volante

    2. Devo tanto que, se eu chamar minha mulher de meu bem, o banco  me toma.

    3. Orgulho é que nem peito… um dia cai

    4. Não xingue o caminhoneiro pois ele pode ser seu pai

    5. Quem não senta para aprender jamais ficará em pé para ensinar

    6. Quem planta maconha colhe cana

    7. Prefiro ser um bêbado conhecido do que alcoólatra anônimo

    8. Carrego cana mais não levo bagaço

    9. Já fui menino de rua. Hoje sou um homem da estrada

    10. Se ferradura desse sorte, cavalo não puxava carroça

    11. Por falta de roupa nova passei o ferro na véia

    12. Moro no mundo, passeio em casa

    13. Gosto tanto de mulher casada que até hoje vivo com a minha

    14. Cuide bem do seu filho antes que um traficante o adote

    15. A vida é dura só pra quem é mole

    16. Antes a minha cara amarela de fome do que vermelha de vergonha

    17. Acidentes não acontecem… são provocados

    18. Erro médico a terra cobre

    19. Perdão é como dinheiro, todos querem receber ninguém quer dar

    20. Só carrego animais de chifre. Quer carona?

    21. Respeito as velhas como as novas

    22. Viuva nova é que nem lenha verde, chora mais pega fogo

    23. Não crio juízo porque não sei o que esse bicho come

    24. Homem feio é igual catapora, mulher nenhuma quer mais acaba pegando

    25. Fumar é bom! Acaba com os fumantes

    26. 1º de abril: dia nacional do político

    27. A diferença entre o político e o ladrão é que um eu escolho e o outro me escolhe

    28. Pobre e cachimbo nasceu pra levar fumo

    29. Na boca de quem não presta meu nome não vale nada

    30. Mulher feia é que nem jiló, pouca gente come

    31. Não adianta ir a igreja rezar e fazer tudo errado

    32. Herrar é umano!

    33. A pomba é o passarinho da paz, a mulher é a paz do passarinho

    34. O problema não é só carregar o chifre e sim, sustentar a vaca

    35. Não tenho vícios. Só bebo e fumo quando jogo

    36. Quem corre muito chega rápido… no hospital

    37. No baralho dessa vida encontrei apenas uma dama

    38. Fruta de pobre é cana

    39. Só dou carona pra quem me dá

    40. Comprei um colchão redondo pra minha sogra a jararaca só dorme enrolada

    41. Eu bebo pra ficar ruim, se fosse pra ficar bom eu tomava remédio

    42. No dia que eu parar de beber vou tomar um porre pra comemorar

    43. Homem é que nem lata, uma chuta a outra cata

    44. Se for dirigir, não beba… se for beber me chame

    45. Não beba dirigindo,  você pode capotar e derramar a bebida

    46. Estrada reta é igual mulher sem cintura, só dá sono

    47. É melhor perder um minuto na vida do que perder a vida num minuto

    48. Mini-saia é igual arame farpado, cerca a propriedade mais não tapa a visão

    49. Minha mulher é como uma abelha, hoje dá mel, amanhã dá ferroada

    50. Turbinado no pé, reduzido no mé, carona só muié

    51. Quando pobre enfia a mão no bolso só tira cinco dedos

    52. Estrada perigosa é igual mulher boa… Cheia de curvas e surpresas

    53. Tudo na vida é passageiro, menos o cobrador e o motorista

    54. Cabelo ruim é que nem bandido, ta preso, enrolado ou armado

    55. A morte acaba com a vida da pessoa

    56. Dormiu no volante… acordou no céu

    57. Virgindade é perdida mais por curiosidade do que por amor

    58. Amor de mulher é Real

    59. 60 no bar, 70 sair 100 pagar, aí mando a polícia 20 buscar

    60. Não sou sapo mais gosto de perereca

    61. Dinheiro não é remédio mais acalma os nervos

    62. Quem coça o rabo cedo ou tarde cheira o dedo

    63. Filho é igual peido, você só aguenta o seu

    64. Beijo não mata a fome mais abre o apetite

    65. Mulher que dá muita bola acaba levando chute

    66. Se for pra morrer de batida que seja de limão

    67. Cana na roça da pinga, pinga na cidade dá cana

    68. Rezei um 1/3 para encontrar 1/2 de te levar para 1/4

    69. Mulher feia é igual ventania, só serve pra quebrar o galho

    70. Sogro rico e porco gordo só da lucro quando morre

    71. Dinheiro de pobre parece sabão, quando pega escorrega da mão

    72. Marido é igual menstruação, quando chega incomoda, quando atrasa preocupa

    73. Nasci exprimido e vivo apertado

    74. Beijo de mulher casada tem gosto de chumbo

    75. Beijo é igual ferro elétrico, liga em cima e esquenta embaixo

    76. Se correr o guarda multa, se parar o banco toma

    77. Não sou rei mas adoro uma coroa

    78. Se fofoca desse dinheiro minha vizinha tava rica

    79. Chocolate não engorda, quem engorda é você

    80. Quem viaja na aula… não viaja nas férias

    [video:http://youtu.be/hLt75-aJ9EE%5D

  2. E a saudade no coração!

    Eita Luciano!  Ontem são Pedro, antes de ontem são João ou ainda São José e hoje dia do caminhoneiro ! E com essa musica tão comovente sobre nosso sertão, como não sentir vontade de pegar a estrada ? 

  3. O que Ceará isto?

    És tu, despudorado Comandante, circulando pelado ao lado da engenhosa carreta azul-grená, prá dar um providencial refrêsco no vosso esfolado bilau?

    • Prestenção, Comandante em Chefe!

      Que o bilau de um cearense de responsa não é pra tá tomando fresca por ai a torta e à direita não. Agora, Vossência, que é um viajante nato e futebolístico militante, foi fantasiado de dono dos mares (ingrês) para Manaus, não teve coragem de apresentar o liliputiano bilau e só mostrou o fuleco, aqui também denominado de fureco, furico ou mesmo “cá prá nós”.

      Contra fotos não há argumentos! E tem mais: Quando eu for, eu vou sem pena!!!

       

       

      [video:https://www.youtube.com/watch?v=7QMpdu0RdjQ%5D

      • Taí

        Já andei, despreocupadamente, peladão, a partir da praia dos Nativos até Itaquena, e só parei de deixar o passarinho tomar sol e banhar na água do mar baiano, quando fiquei cismado que um caranguejo nervoso do Rio Trancoso, poderia fazer uma surpresa desagradável ao vosso abusado parceiro que nunca leva a vida tão a sério, como é recomendável às pessoas bem comportadinhas.

        Prometo, quando visitar Manaus, lembar que fui desafiado, sem nenhuma consideração ao meu passado hippiado, e, onde não existir caranguejo, nadar pelado nos rios da região, povoados por piranhas assassinas.

        Fui!

      • OUROFINO

        [video:http://youtu.be/yc-YPD5LeFE%5D

        O mineirim tava em Fortaleza, abismado côas praia, pé discarço, sem camisa, com aquele carção costurado a mão,  sem cueca. 

        Os alencarionos de cabecinha chata, com a peixiera na mão, zombavam dele e contavam piadas de matuto minero.

        Discunfiado,o mineirim olhou pro marzão e, sem marquerença, correu e mergúiou, deu cambaióta e ainda bebeu um pouco da água pra testar a salinidade.

        Cuspiu a marisia e saiu da água com o carção, de ticido finim, transparente; grudadim no corpo.

        Os cerenses intimidados, ficaram olhando pro tamanho do bilau do mineirim invocado: a cobrança ia até pertim do juei. 

        Os ratos de praia, que nunca tinham visto coisa igual, a muiérada – com o zói grande – e os tenores roxo dinveja, só tinham olhos pro bixão.

        Incomodado, o mineirim percebeu o motivo da curiosidade do povo e ficou todo avexado.

        Prá espantar o mal-estar, gritou bem alto, para abafar o baruio das onda: 

        – “Que qui foi, vão dizê qui quando oceis pula n’água, o pinto dôceis num incói não, uai?”

        O Menino da Porteira, em Ourofino, em Minas Gerais

        Comandante: esta é procê não drumí sem essa…

    • Excelente, amigo Jair!

      Não conhecia,porém adorei! Bem apropriado mesmo para se comemorar o DIA DO CAMINHONEIRO, brava e valorosa classe!

      Abraço do luciano

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome