O Camaleão e a Ciriema

Por Luciano Hortencio

É o que disse muito bem o poeta Manuel Bandeira em BELO BELO, “Quero a delícia de poder sentir as coisas mais simples”. O resto é o resto. Tive muito prazer em editar os vídeos que trago hoje, entendo que serão úteis e prazerosos para alguém e torço muito para que alguma criança desavisada esqueça de seus games e tablets, ouvindo por alguns momentos essas músicas aparentemente simples. Só aparentemente…

Bom fim de semana pra todos!

Irmãs Castro – CIRIEMA – Nhô Pai e Mário Zan – Continental 15.804-B – 08-10-1947; Edite Veiga – O CAMALEÃO (El Camaleón) – Muñeca – Velazco – vers. Paulo Queiroz – janeiro de 1964.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora