Sou caboclo brasileiro e tenho alma de tupi!

por Luciano Hortencio

Sou caboclo brasileiro,

Tenho sangue de guerreiro,

Descendente de Tupi,

Já andei por outras terras,

Tenho visto muitas serras,

Como a nossa nunca vi,

Tenho amor à minha terra,

Que belezas ela encerra,

Nesses matos do sertão.

Onde os nossos índios bravos,

Nunca se fizeram escravos,

De qualquer outra nação !

Minha terra tem cascatas,

Tem mistérios nestas matas

Que traduz belezas mil !

Minha terra tem perfume,

Que até Deus já tem ciúme,

Destas terras do Brasil !

Folhas verdes e amarelas,

Céu azul cheio de estrelas,

Como não existe igual,

A imagem da bandeira,

Desta terra brasileira,

Neste mundo é sem rival.

Augusto Calheiros – ALMA DE TUPI – José Luiz Calazans (Jararaca).
Disco  Victor 33.697-A.
09.06.1933.
Disco constante do Arquivo Nirez.
Coisas que o tempo levou.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Lizza Dias leva ao palco a riqueza da cultura afro-brasileira, por Carlos Motta

9 comentários

  1. Brazil

    Não reconhecemos esse tal de Brasil dessa horrível canção. Isso acabou faz tempo, chega de Indio. Viva o Brazil! Viva Moro! Viva Temer, Renan e Zé Serra. Viva Jucá, Viva Villa da Jovem Pan.Viva o MBL e Janaína Paschoal, Viva Mendoncinha e Alexandre Frota. Viva Sarney e Moreira Franco. Viva a PEC 241. Viva a Shell e a Chevron. Braziuziuziu! Nosso futuro está garantido!

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome