Tiago do Bandolim chega “De soslaio”, por Augusto Diniz

Tiago do Bandolim chega “De soslaio”, por Augusto Diniz

Tiago do Bandolim registra em CD choros contemporâneos com participações nobres do gênero. A começar pelo pai do músico, Ronaldo do Bandolim. Tiago é filho de peixe.

Quem acompanha rodas de choro diz que a inconfundível virtuosidade de Ronaldo no Bandolim se identifica a quilômetros de distância. Pois Tiago segue o mesmo caminho. Este seu primeiro trabalho solo dá mostras disso.

O disco abre com a faixa-título “De soslaio” (Rodrigo Lessa). “Quis dar o nome do CD com este título pra dizer que estou tocando choro e samba, chegando ainda com olhar de lado, mas chegando junto”, diz.

“Conversa fiada” é um animado choro de autoria do tio e irmão de Ronaldo, o violonista Rogério Souza. “Clara” (Zé Paulo Becker) tem um tom jazzístico. A escolha da música, segundo Tiago, partiu do trabalho que ele faz em conjunto com o autor da música onde os dois gêneros se fundem.

Há duas composições de Ernesto Nazareth no CD – aliás, umas das referências de Ronaldo do Bandolim: “Fon fon” e o lindo choro “Pássaros em festa”.

“Perigoso”, de Orlando Silveira e Esmeraldino Salles, tem as participações dos violonistas Yamandú Costa e Rogério Caetano. Em “Velhos chorões”, obra-prima de Luciana Rabello, ele grava com o pessoal do grupo “Regional Carioca”, do qual ele integra e possui dois CDs gravados.

Em “Cercando frango” (Pedro Amorim) Tiago toca ao lado de Ronaldo, numa memorável gravação. “Choro cubano” (Maurício Carrilho) ganha ares de salsa, com a participação de dois jovens talentos do instrumento de sopro: Aquiles Moraes e Dudu Oliveira.

“Mandacaru – sertão de Caicó” (Cristovão Bastos), um choro embalado pelo baião, o violonista francês radicado no Brasil Nicolas Krassik aparece ao lado de Tiago.

“Vira-cambota” é um daqueles choros modernos e sofisticados do maestro Laércio de Freitas. Nesta faixa, Tiago entra em campo com Paulão Sete Cordas e seu grupo Pé de Moleque. O disco encerra com “Serena”, outro choro de Zé Paulo Becker, com a presença do acordeonista Bebê Krammer.

O CD “De soslaio” é de gente grande. Assim como já o é Tiago Souza na música. Participações do bandolinista em gravações de discos de samba e choro são constantes, além de shows aqui e no exterior.

Tiago do Bandolim é de uma geração pós-Lapa do Rio, que inclui ainda talentosos músicos como Daniel Scisinio (companheiro de Tiago no grupo Unha de Gato com dois CDs gravados), Ana Rabello (que integra com Tiago o grupo “Regional Carioca”), Alaan Monteiro – dessa pequena lista (mas há outros nomes), somente Daniel não é de família de músicos.

Acesso aqui o site de Tiago do Bandolim para ouvir o disco.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome