Boff decide sair do Twitter: “parece que se abriram janelas do inferno”

Foto: Guilherme Santos/Sul21

do Sul21

Boff decide sair do Twitter: “parece que se abriram janelas do inferno”

O teólogo e escritor Leonardo Boff decidiu sair do Twitter por tempo indeterminado em virtude do clima de ódio e violência que tem presenciado. Um dos capítulos desse clima ocorreu nesta sexta quando o ministro da Educação Ricardo Vélez Rodríguez não gostou de uma crítica feita por Boff e escreveu: “Leonardo Boff, volte para a Coréia do Norte, que é o único lugar em que esse marxismo-leninismo de botequim ainda é consumido”.

Ao anunciar sua decisão, Boff escreveu: “por um tempo sairei do twitter por decepção.Parece que se abriram janelas do inferno do qual só saem maldades,palavrões e falsas acusações.Só ficam meus artigos semanais. Peço compreensão de meus seguidores.Estimo que o homo demens domina,não o sapiens”.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Bolsonaro cria estratégias contra críticas nas redes sociais

8 comentários

  1. O Boff um raio de luz nesta

    O Boff um raio de luz nesta escuridão toda. Ele tem todo dieito, porém acho errado esta decisão. Quando a Dilma disse algo sobre batalha de comunicação, ela estava correta, pena que não fez a luta. Tem um cara preso sem crime nenhum em curitiba. E eu pergunto, se nós progressistas não conseguimos lutar pela sua liberdade  nem nas redes sociais ( e lutar pela sua liberdade e luta pela leibretação do oprimido em todas as sua formas), quando vamos militar nas ruas, gritar contra as injustiças da jutiça, fazer um levante pacífico, mas efetivamente eficaz contra esta balbúrdia ideológica ( porqu o que eles fazem é verdadeiramente ideológico, exemplo gigante deste mané que colocaram no ME) confundindo terminologias liguísticas, provocando um  um tsunami verbal em que todos dizem tudo e ninguém entende nada.

  2. Compreendo perfeitamente a

    Compreendo perfeitamente a decisão de Boff.

    Mas não creio que ela seja útil. 

    Nesse momento é preciso enfiar o dedo na cara desses bostas. E se for necessário rasgar as vísceras deles sem piedade cristã.

    Como disse ao Curupira do MEC pelo Twitter: 

    Na Colômbia, esse bugre arrogante não seria nem diretor de Escola rural. Mas aqui ele saiu do esgoto para esmerdear um Ministério. @jairbolsonaro não escolheu esse Curupira por seus méritos, pois ele mesmo é um Anhangá sem mérito algum. Quando a mesa virar ninguém será poupado.

    Minha família chegou ao Brasil no século XVI. Meus ancestrais combateram holandeses e fizeram história na Colônia. Eles serviram dois Imperadores, proclamaram da República e lutaram em 1932. Alguns deles exerceram cargos importantes. Foda-se esse bugre raponero e líchigo do MEC.

     

  3. É só ler um pouquinho os
    É só ler um pouquinho os comentários no UOL e dos outros jornais Burgueses pars perceber que o Brasil esta perdido. Não é a toa que este parvo ocupa o cargo principal de nossa hierarquia politica.

  4. Há momentos de tristeza e
    Há momentos de tristeza e desânimo diante do baixo nível do Coiso, seus ministros e seguidores, incapazes de reflexões e diálogo, mas o sol se levanta todos os dias e lá vamos nós resistir e denunciar o estado de estupidez do atual governo.

  5. na guerras da luz contras 

    na guerras da luz contras  trevas esta nõ pode vencer….

    força, grande leonardo boff

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome