Colunista revela a relação da família Bolsonaro com investigadores da Furna da Onça

Ascânio Seleme informou ainda que a investigação Furna da Onça foi adiada por um "delegado da Polícia Federal" para não prejudicar a campanha de Bolsonaro

Atualizado às 14h

Jornal GGN – Em sua coluna para o Globo, neste sábado (21), Ascânio Seleme denunciou a relação da família Bolsonaro com investigadores do desdobramento da Lava Jato, a Operação Furna da Onça. O colunista informou que a investigação que tinha como mira o filho do mandatário foi adiada por um “delegado da Polícia Federal” para não prejudicar a campanha do hoje eleito presidente.

“Logo depois do primeiro turno um homem, que se apresentou como delegado da Polícia Federal, procurou o gabinete do então deputado estadual Flávio Bolsonaro para dizer que estava adiando uma investigação, batizada como Furna da Onça, porque poderia prejudicar a campanha do pai do parlamentar a presidente da República”, revelou o jornalista, que com frequência defende a Operação Lava Jato.

E trouxe mais detalhes: “o coronel Miguel Angelo Braga e outros dois assessores de Flávio se encontraram com esse homem na porta da sede da PF na Praça Mauá. O interlocutor disse que a operação iria alcançar o gabinete de Flávio e deu três nomes de pessoas que seriam denunciadas. Fabrício Queiroz era um deles. A operação foi deflagrada em 8 de novembro, Queiroz foi demitido em dezembro, pouco antes de seu nome aparecer na investigação”, continuou.

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Defesa de Lula pede acesso parcial ao dossiê da Vaza Jato

14 comentários

  1. E os panetones, que foram pagos ao Flávio através do pagamento de um boleto mas depois o policial que efetuou o pagamento disse que pagou o boleto pelo Flavio mas depois o Flávio lhe pagou
    Entrou areia nas engrenagens dos Milicianos

    10
    2
  2. O PM que pagou o boleto da mulher do hoje $enador Flávio Bolsonaro disse que pagou o tal boleto em pagamento de panetones comprados na loja Kopenhagen, da qual o Flávio Bolsonaro é sócio, para presentear seus clientes. Agora ele deu uma nova versão: foi um empréstimo que ele fez quando ambos saíram para uma noitada. O aplicativo do Flávio Bolsonaro inexistia ou estava bichado, então o PM pagou a conta a fim de que o Flávio Bolsonaro não pagasse juro. Depois o Flávio lhe ressarcir. Ou seja, ele pagou duas contas e foi ressarcido uma única vez, não lembra a forma que foi ressarcido, mas acha que foi em dinheiro vivo já que não consta transferência do Flávio Bolsonaro para sua conta

    Meu Deus

    8
    1
    • repare que tudo para a família é emergencial, excepcional, imprevisto…
      agora imagine como uso de cartões corporativos ambulantes

      detalhe: não cobre despesas de contrato verbal

      5
      1
  3. O laranja é uma cor interessante…
    por ser a que traz a única continuidade visível nos quadros mais valiosos, a inquietação cumulativa, a ponto de fazer até mesmo o grande pintor cortar a própria língua e gritar:
    “o laranja é a cor da insanidade”

    já tentei ser pintor de poesias, mas quando pintei Escrito Em Uma Pedra de amarelo, desisti……………….

    puxa vida…até que foi bom ter lembrado que a poesia terminava assim……..apago seu nome em riscos diversos/firo meu dedo/ai que dor/ ter que extrair você desse luar………………

    3
    3
  4. Resumindo: na verdade…ninguém sabe quem tar mais enrolado nisso td…se o Presidente ou os filhos dele…tá feia a coisa…vem mais coisas por a ir…e não é nada Boa.

    3
    2
  5. Nada se compara a corrupção que o PT e seus políticos e militantes fizeram no país….que já está provado….se o filho do bolsonaro está envolvido em alguma coisa mostra as provas não adianta ficar só achando que fez….Prova se não é melhor ficar de boca calada

    2
    20
    • Kkkkk. As vezes me assusta essa mediocridade de pensamentos. Justificar os erros de um quadrilha de facínoras pela existência de outra supostamente maior. Isso e ridículo.

      6
      1
    • Seu imbecil, nunca acharam uma prova material sequer contra Lula,só “convicções” e “conjunto de indicios”,mas para criaturas escrotas iguais a ti são provas cabais. Agora,contra esse marginal, chamado Flavio Bolsonaro,q tem como “laranjão” de seus crimes o Queiroz,com movimentações milionárias em sua conta bancaria por depósitos de funcionários fantasmas (as “rachadinhas”),vc pede provas.Ora, vai chupar um prego até virar parafuso,seu indignado seletivo.

  6. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome