O infeliz comentário do Príncipe Harry


Príncipe Harry joga videogame com um companheiro em uma base britânica no Afeganistão
Foto: JOHN STILLWELL / AFP

Príncipe Harry joga videogame com um companheiro em uma base britânica no AfeganistãoJOHN STILLWELL / AFP

 

Após comentários, príncipe Harry é chamado de covarde pelo Talibã

  • Em entrevista ao ‘Telegraph’, porta-voz dos radicais diz que comparar a guerra no Afeganistão com um videogame é uma falta de respeito
  • Comandante da Otan nos EUA também criticou declarações do príncipe


RIO – Os polêmicos comentários do príncipe britânico Harry sobre suas ações militares no Afeganistão geraram a ira de extremistas do Talibã. Em entrevista ao diário “Telegraph”, um porta-voz do grupo extremista descreveu o herdeiro de Diana como “covarde” e condenou a parte em que o príncipe compara os ataques dos quais participou com jogos de videogame.

– Essas declarações não são sequer condenáveis. São pior que isso – disse Zabihullah Mujahid ao “Telegraph”. – Descrever a guerra no Afeganistão como um videogame rebaixa qualquer um, especialmente um príncipe, que supostamente devia ser feito de coisas melhores – disse o radical.

Mujahid acrescentou que os comentários de Harry mostram o “nível” das pessoas e dos soldados que são mandados pela Otan para agir no Afeganistão.

– Isso mostra a falta de entendimento, de conhecimento – afirma. – Isso mostra a falar de familiaridade deles com a situação e revela o porquê estão perdendo essa guerra – ressaltou o extremista.

Leia também:  PSL fracassa nas urnas e 'consolida' candidaturas de fachada

Um comandante da base onde Harry atuou no Afeganistão, citado pelo “Telegraph”, também criticou as declarações do príncipe. Segundo o militar, há dezenas de soldados de diversos países atuando na guerra contra terroristas afegãos, e descrever seus esforços – e mortes – como parte de um jogo é uma falta de respeito.

Na segunda-feira, o príncipe, de 28 anos, admitiu que matou radicais afegãos durante uma missão contra o Talibã, quando cumpria sua segunda temporada de serviço militar no Afeganistão, onde trabalhou como piloto atirador de helicópteros Apache, disparando mísseis e foguetes. Ele também comparou as ações com jogos de videogame, e disse que se sentia útil ao participar de ações reais.

– É um prazer para mim porque eu sou uma daquelas pessoas que adora jogar PlayStation e Xbox. Então, com os meus dedos, eu gosto de pensar que sou provavelmente muito últil – declarou.

O príncipe foi enviado ao Afeganistão há quatro meses, logo depois que foram publicadas na imprensa fotos nas quais aparecia nu, com uma mulher também nua, em um quarto de hotel em Las Vegas, nos Estados Unidos. Como copiloto dos helicópteros Apache, Harry era encarregado de manusear as armas em ações de apoio a militares em terra, ou acompanhando outras aeronaves em missões para a retirada de mortos e feridos.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome