Volume de cheques devolvidos sobe para 2,19% no semestre

 

Jornal GGN – O percentual de devoluções de cheques pela segunda vez por insuficiência de fundos foi de 2,19% no primeiro semestre deste ano, segundo apuração elaborada pela consultoria Serasa Experian. Esta foi a segunda maior alta para o período de toda a série histórica, desde 1991. O recorde do semestre foi em 2009, com 2,30%. Se comparado ao mesmo período de 2014, esse percentual foi de 2,09%.

Considerando apenas o mês de junho de 2015, o percentual de devolução de cheques sem fundos foi de 2,02%, menor que a devolução de 2,29% registrada em maio e maior que a devolução de 1,92% ocorrida em junho de 2014.

Segundo os economistas da consultoria, a segunda alta na inadimplência de cheques, em termos semestrais, só ficou abaixo do total apresentado em 2009, pós-crise econômica de 2008, e se deve principalmente aos reflexos do aumento do desemprego, da inflação e das taxas de juros na capacidade de pagamento dos consumidores – o que tem afetado negativamente todas as modalidades de inadimplência.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Cientistas vão investigar as relações entre coronavírus e etnias

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome