A carta de hoje: Baeldaeg, o belo Deus, filho de Odin

 

 

Ao acordar por volta de 6:30h, me mantive de olhos fechados aguardando normalizar o corpo para, somente então, abrir os olhos
E, como se eu estive de olhos fechados para ver, vi um livro cujo título me pareceu um arabesco, aquelas curvas, aquela letras bordadas.
Como eu estava plenamente lúcido, apalpei sobre a cama à procura de caneta e papel para anotar  o que estava vendo…por falar nisso, já prometi comprar um lençol de cama, de cor branca, para escrever sobre ele nestas situações, pois desta forma não preciso ficar louco à procura de papel e caneta para anotar estas visões.
O livro tinha uma capa da cor da noite com pontos brancos, sendo que o titulo do livro, com contorno vermelho, dava luz à capa
Coro: qual era o nome do livro
Eu: como não entendo de arabescos nem de letras bordadas, o nome do livro não ficou tão claro para mim, sendo que vi, claramente, que a primeira letra era B.
Depois do B vinha a letra A.
Se não me engano, na sequencia vinha o J.

….contiinuidade….

https://josecarloslima.blogspot.com/2018/08/a-carta-de-hoje-baeldaeg-o-belo-deus.html

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  GGN Covid Mundo: 2a e 3a ondas se tornam mais nítidas nos gráficos por continente

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome