A farsa do espiritismo

AUTOR: MARCELO CASTRO

ESTE ARTIGO NÃO REFLETE O POSICIONAMENTO DO JORNAL GGN E FOI PUBLICADO SOMENTE NO BLOG DO AUTOR

No que considero o episódio mais obscuro deste blog , passamos a assistir uma série de artigos sobre o espiritismo. Para perplexidade de muitos, devido aos comentários demolidores  estes foram proibidos de serem vinculados aos artigos . O espiritismo é uma pratica que cada vez mais se aproxima do charlatanismo e tem consequencias nefastas ao se afirmar como ciência. Segue um artigo do site “o questionador” que espero que tenha o mesmo destaque dos artigos espiritas.

 

Por que não devemos compactuar com a Psicografia?

A psicografia é uma técnica de escrita usada por alguns “médiuns” para tentar convencer outras pessoas da existência de espíritos e da possibilidade de comunicação com os mortos. Historicamente, a psicografia foi utilizada por Allan Kardec, na França, para elaborar sua teoria espiritual e fundar o espiritismo. Após ver mesas levitando e girando sozinhas, Kardec jurou que os espíritos poderiam mover objetos e, até mesmo, sua própria mão. Assim, Kardec fez mais de mil perguntas para os espíritos e obteve todas as respostas, escrevendo-as por si mesmo. Mas, aqui no Brasil, a consagração da psicografia se deu com Chico Xavier, que ficou reconhecido popularmente por suas cartas de amor e compaixão, assinadas em nome de pessoas mortas. Chico recusou dinheiro e optou por uma vida bem humilde, mas alcançou o estrelato de comunicador do mundo espiritual às custas da propagação da doutrina espírita herarquizadora e pré-destinadora de Allan Kardec. Entretanto, o que algumas pessoas não sabem é que, há tempos, Chico Xavier foi desmascarado por Waldo Vieira (amigo pessoal de Chico), que revelou como funcionavam os truques de escrita usados para obter as informações específicas sobre os mortos e convencer as pessoas com as cartas psicografadas endereçadas aos seus parentes. Com isso, a psicografia passou a ser mais questionada, tanto pela sua metodologia prática altamente artificial, quanto pela sua utilização tendenciosa e manipuladora.

Sobre Chico, o que Waldo Vieira revelou foi que Chico não atuava sozinho, e muitas informações específicas como nome do morto, data de falecimento, apelidos e outras informações mais pessoais eram repassadas para Chico através de terceiros. Waldo Vieira dizia que outras pessoas, que estavam ao lado dos “médiuns”, circulavam pelas salas de espera, coletavam algumas informações com as mães desesperadas e as transmitiam para o “médium” diretamente ao pé do ouvido, ou as registrava em cartas enviadas para o “médium”. Um simples exemplo disso seria: “Olha, Chico, uma senhora de nome Maria de Fátima, de 59 anos, irá lhe procurar no próximo domingo para receber informação de seu filho João Pereira Neto, que morreu num terrível acidente de carro aos 35 anos de idade. As pessoas chamavam ele de Neto, e ele deixou duas filhas Beatriz e Isabel de 10 e 11 anos.” Somente com essas informações precisas à mão, qualquer pessoa que saiba redigir um texto poderia escrever uma carta imaginativa para esta mesma mãe aflita, usando cada informação estrategicamente com mensagens de carinho, convencendo essa mãe sobre a autoria da mensagem ser de seu próprio filho. (Inclusive este é um dos tipos de treinamento utilizado no ensino de redação para aprimorar e treinar a argumentação no estilo narrativo). E o que sabemos sobre Chico Xavier é que ele, além de ter sido um grande leitor, também era um excelente escritor, e por isso não seria de se estranhar que ele tivesse tanta habilidade em demonstrar o seu talento nas cartas psicografadas.

Waldo vieira também relatou que, até mesmo, alguns parentes ou próprios amigos dessas mães “ajudavam” os médiuns na coleta de informações, auxiliando o repasse de informações com a intenção de “facilitar” que o espírito do morto pudesse se comunicar. Inclusive, algumas pessoas levavam a carteira de identidade da pessoa falecida, permitindo que a letra de sua assinatura fosse visualizada e copiada durante a elaboração da carta. E mesmo não conseguindo as mínimas informações, Chico também elaborava cartas generalistas, que só contavam com alguns termos e expressões padronizadas, servindo para que qualquer mãe eventualmente se identificasse diante seu desespero, como por exemplo: “minha querida mamãe”, “seu filho do coração”, “aos meus irmãos queridos”, “meu amado pai”. Da mesma forma, é curioso notar que a estratégia do convencimento também acontecia pelo reconhecimento da forma como se deu a morte da pessoa. Assim, as mães que procuravam respostas de filhos que cometeram suicídio eram padronizadas com o contexto do arrependimento e com mensagens de perdão. Já nas mortes que aconteciam por acidentes inesperados, as mensagens tranquilizavam as mães com a ideia de que o acidente já estava programado para acontecer, e de que o filho já estaria acolhido espiritualmente, confortando a mãe com frases de amor, que não foram ditas antes por ele enquanto vivo.

Também é interessante observar o fato de que algumas mães se convencerem, até mesmo, por apenas uma palavra ou apelido pessoal identificados na carta psicografada, e que somente ela acreditava que sabia. Ainda assim, há uma explicação para essas auto-identificações sentimentais: diante uma exposição grupal (por exemplo, como a sala de espera num centro espírita), e somado a eventos emocionais de perda ou trauma (a morte de um filho), alguns estudos em neurociência do comportamento humano demonstram que nossa memória é reeditada inconscientemente pelo nosso cérebro, e uma nova informação, mesmo sendo falsa, pode ser considerada real por mecanismos instintivos próprios, dependendo do nível emocional e social embutido naquele evento e naquela situação. Isso explica porque muitas mães se impressionavam tanto com alguns detalhes, mesmo quando eles não pareciam assim tão bem verdadeiros. Não é à toa Chico ter feito muito mais sucesso com as mães de filhos mortos, em comparação com outros familiares ansiosos por mensagens de um parente já falecido, tal a forte intensidade da identificação gerada pelo sentimento de perda de um filho com o conforto consolador de uma mensagem final.

Leia também:  O que se sabe sobre a conta na Suíça atribuída à filha de José Serra

Não é de se estranhar, portanto, o fato dessas cartas psicografadas serem elaboradas apenas dentro de centros espíritas e confinadas em salas com pessoas e contatos influentes, característica tão comum no movimento espírita (para quem já a conhece), pois é sempre algum amigo ou conhecido dentro do espiritismo que oferece uma ajuda ou fornece o convite para receber uma carta de um parente falecido. Na verdade, sempre haverá uma pequena ou mínima comunicação entre o “médium” e a família do morto, por mais distante e inexplicável que seja a relação entre eles. Até mesmo as pessoas de outros Estados viajavam até Minas Gerais, buscando ajuda de Chico. E, nesses casos, durante a recepção, ou até mesmo antes, muitas informações já eram repassadas boca-a-boca pelos próprios familiares e,por isso, sempre alguma informação chegava até o médium. O que diferencia nos vários casos dessas cartas é como as informações foram repassadas, em qual quantidade e intensidade elas são detalhadas para o “médium” e, principalmente, qual seria o grau de competência do “médium”. No caso de Chico, seu sucesso não estava ligado apenas à sua inteligência e astúcia na escrita. Ele fez um grande sucesso porque, aos poucos, ele foi cercado por um verdadeiro esquema que reunia médiuns e outros amigos que, além de saberem como transmitir algumas informações sem que as pessoas descobrissem ou desconfiassem, também construíram uma verdadeira cúpula imaginária e simbólica em torno da figura de Chico, idolatrando-o como o Deus da comunicação espiritual.

Mas o que há de comum entre esses “médiuns” que fazem cartas psicografadas é que todos eles são especialistas na identificação de padrões. O poder de convencimento está justamente ligado ao fato de saberem ponderar cautelosamente como transmitir uma ideia sobrenatural (no caso, a crença em espíritos), aliando a ela fatos verdadeiros sobre vida de uma pessoa. E em se tratando de manipuladores com alto grau de sabedoria, isso fica muito fácil de se fazer, quando o que está por trás é a dependência da identificação gerado por um sentimento de perda (a morte de um parente querido). É evidente que a fé é usada na manipulação dos sentimentos em favor de uma verdade convencionada pela troca de conforto. Pois se é a carência, e o fato de não saber lidar com a morte, que faz as pessoas buscarem a psicografia como forma de lamentarem suas dores, é preciso que as nossas emoções sejam melhor reconhecidas e treinadas por nós mesmos antes de nos apegarmos a qualquer tipo de crença e de buscar explicações místicas para algo que pode ser compreendido logicamente. E uma boa forma de impedir que nossa fé domine nosso pensamento é educar-se emocionalmente, ou seja, dominando nosso ego e permitindo que os nossos sentimentos sejam reconhecidos e superados com o equilíbrio da razão. Assim, nosso relacionamento com o mundo pode ser conquistado sem cair nas armadilhas mentais do ego e das religiões exploradoras da fé.

Por outro lado, as pessoas que compactuam com a psicografia (os espíritas e os simpatizantes do espiritismo) devem entender que não se provará a existência de vida após a morte apenas com depoimentos de mães esperançosas, ou simplesmente escrevendo algumas informações precisas em nome de algum morto. Tanto porque, conhecer informações específicas sobre alguém que já morreu não significa deter o poder de se comunicar com o mesmo. Falsas-evidências e generalizações não podem ser tomadas por verdades absolutas, principalmente quando sabemos que, nesses momentos de exaltação da fé, a nossa emoção é capaz de alterar a verdade e encobrir a razão. Por isso, é preciso entender que a hipótese sobre a comunicação espiritual só poderá ser confirmada quando houver evidências claras para isto, ou seja, estudos científicos com controle real e rigoroso dos dados e das informações. E é certo que naquela época de Chico, e no ambiente dos centros espíritas, isso não acontecia, já que não havia controle sobre as pessoas que organizavam as atividades espirituais e que se comunicavam diariamente e com certa liberdade entre o médium e o público.

Na verdade, para que se fosse possível testar a hipótese da comunicação espiritual pela psicografia, seria preciso que se montasse um experimento controlado, que seguisse uma metodologia rigorosa. Por exemplo, poderíamos criar um experimento convidando pessoas que tiveram familiares falecidos há pouco tempo, selecionado o público numa sala de espera, e criando um grupo controle de pessoas previamente identificadas com informações falsas sobre seus parentes mortos. Em seguida, seriam convocados médiuns voluntários (que atualmente fazem psicografia), para participarem de uma sessão mediúnica com estes mesmos participantes, num local de escolha dos próprios médiuns. Nesse cenário de recepção e acolhimento, os “médiuns” teriam contato com o público mas não saberiam identificar quais as pessoas estariam assumindo as identidades falsas. Dessa maneira, poderiam ser observados os resultados das psicografias, comparando-se de que forma os “médiuns” iriam psicografar cartas com as informações verdadeiras, e de que forma as psicografias seriam direcionadas para cada pessoa. Essa seria uma forma bem simples para se chegar a alguma conclusão sobre a comunicação espiritual.

Leia também:  Celso de Mello arquiva ação contra General Heleno por ameaça velada ao STF

Entretanto seria muito difícil de se encontrar, hoje, algum “médium” que aceite participar de experimentos controlados, e todos eles criarão inúmeras desculpas para não participarem de um evento como esse. Inclusive, isso já foi proposto por James Randi, nos EUA, que ofereceu 1 milhão de dólares para que qualquer pessoa demonstrasse qualquer manifestação ou efeito sobrenatural, que não pudesse ser explicada cientificamente. Em todas as tentativas, James Randi desmascarou muitos “médiuns”, que se consideravam paranormais, e outros charlatões ao vivo num programa de televisão. Mas, o fato é que a grana oferecida por Randi não atraiu esses “médiuns” espíritas, já que sua prática espiritual não é movida pelo dinheiro, mas sim pelo ego. E, em se tratando de ego, nenhum deles estariam dispostos a “por em cheque” suas atividades espirituais, já que a maioria não saberia lidar com o vergonhoso fato de poderem ser desmascarados e invalidados quanto aos seus falsos-poderes comunicativos.

E a explicação dos espíritas para esta técnica é tão surreal que são, no mínimo, três exigências (absurdos) que estamos aceitando sem questionar: primeiro, crer que espíritos existam; segundo, crer que o espírito possa se comunicar; e terceiro, crer que o médium possa entendê-las e transmiti-las. A teoria kardecista explica muito superficialmente como essas possíveis manifestações espirituais aconteceriam, usando conceitos fantasiosos e termos como “ectoplasma” e “materialização”, elaborados unicamente pela fé e impossíveis de serem testados a luz da razão. Por isso, não há formas de crer metodologicamente em uma doutrina que valoriza o artificialismo e comunga com o claramente irracional. O espiritismo de Kardec ultrapassa sua prepotência em querer explicar o mundo, e o que a religião espírita faz com a psicografia não é esclarecer com a verdade, mas sim oferecer um mecanismo para iludir as pessoas. E a ilusão é capaz de levar conforto para a dor da perda! Nesse sentido, é preciso que as pessoas reconheçam a atividade desses “médiuns” espirituais como uma conveniência comungada pela própria religião, e não como uma prática dotada de verdade absoluta.

Comparativamente, é da mesma forma que agem os mágicos ilusionistas, que tentam convencer o público de seus poderes sobrenaturais com seus incríveis truques visuais. Na verdade, os “médiuns” fazem na escrita, o que os mágicos fazem no palco. Entretanto, enquanto os mágicos atuam promovendo o entretenimento e a diversão, esses “médiuns” atuam explorando um sentimento de dor em troca da fé. O convencimento deixa de ser um entretenimento e passa a ser fonte de consagração de falsos-ídolos e de exploração da fé, através da valorização de um poder que não existe, mas que é conveniado para confortar as pessoas que não sabem lidar com a morte de seus parentes queridos. Mas ainda é possível ter uma fé sadia e racional, convivendo com religiões que admitem a imortalidade da alma, desde de que para isso não se utilizem de práticas artificiais ou que, principalmente, não abusem da identidade das pessoas mortas. Há muitas religiões mais humildes e menos prepotentes que o espiritismo, como por exemplo o budismo, que enfatizam a crença espiritual e que não realizam práticas artificiais.

Mas o grande problema, e o mais grave, dessa técnica é que escrever algo em nome de alguém, sem a devida autorização, é uma atitude que está ligada ao abuso de identidade. Por mais carinhosas ou caridosas que sejam as palavras no conteúdo das cartas endereçadas, e por mais que a intenção seja confortar a dor dessas mães, há muita covardia em se escrever algo no nome de alguém que não pode corrigir ou contradizer as afirmações que são ditas em seu nome. Imaginem como deva ser extremamente desconfortante viver uma vida com suas próprias escolhas e legítimas decisões, e diante sua morte, alguém ter a ousadia de usar seu nome para dizer as coisas das quais você se arrependeu ou não, as pessoas que amou ou não, as crenças que você realmente acreditou ou não e, até mesmo, a religião que decidiu seguir ou não. E o que esta prática tão tendenciosa permite, é reeditar a história de quem já viveu e recriá-la a partir da ótica espírita. Por exemplo, pessoas que são ateus e que não seguem doutrinas religiosas podem ser desmentidas, após sua morte, por “médiuns” que, em nome do morto, se arrependem de sua descrença escolhida autenticamente durante sua vida. Eles usam a psicografia e confessam, pelo morto, a sua nova crença em Deus e no próprio espiritismo, valorizando a própria religião e conquistando, dessa maneira, mais um seguidor.

Analisando friamente a atitude desses “médiuns”, não está muito longe dos crimes de falsidade ideológica. Nesses crimes, pessoas especializadas na capacidade de falsificação de documentos alteram o conteúdo dos mesmos para favorecimento de si próprio ou de terceiros. Comparando-se isto à psicografia, o favorecimento relativo ao primeiro caso seria se auto-consagrar com o poder sobrenatural; no segundo, valorizar a própria religião e atrair o público espírita. É claro que há uma grande diferença entre falsificadores de documentos (que agem de má-fé) e os “médiuns” psicográficos (que exploram a fé-cega), muito embora exista sim uma relação bem sutil entre eles. Mesmo assim, devemos compartilhar a ideia de que a inexistência (a morte) não deve permitir a falsificação da identidade. E, por mais que a crença dos espíritas em mediunidade, e em outras vidas, seja essencial para eles viverem consolados e iludidos com a promessa de vidas futuras, todos eles precisam entender que não devemos crer em fé que abusa da identidade das pessoas.

Leia também:  Coronavírus: Barroso intervém para conter avanço entre povos indígenas

Este é o perigoso e covarde poder da manipulação que a estratégia espírita da psicografia utilizada para atrair muitos fiéis. Ao contrário do que ocorreu em outros países, como Portugal e na França, a difusão do espiritismo, aqui no Brasil, com as cartas de Chico Xavier, deu muito certo graças à ignorância e ao baixo nível educacional da maioria do povo deste país, que sempre tornou as pessoas alvos fáceis para a doutrinação religiosa em massa. Mas, atualmente, é muito fácil ter acesso à informação sobre as pessoas, inclusive as que já morreram, o que tem dificultado enormemente, hoje em dia, se envolver com o misticismo das técnicas psicográficas, sem que se desconfie ou se descubra como o médium conseguiu aquela informação específica. Por isso que, após a morte de Chico Xavier e a posterior revelação das técnicas e truques por Waldo Vieira, as cartas endereçadas foram deixadas relativamente de lado, e a psicografia passou a ser um método eficiente de escrita que os autores espíritas encontraram para divulgar o espiritismo com seus livros pessoais assinados em nome de espíritos. Assim, os novos “médiuns” divulgadores do espiritismo elaboram histórias fantasiosas de reencarnação e lições de moral com conceitos da doutrina kardecista e as publicam em formato de livro. Neste tipo de atuação, a psicografia se torna uma prática limitada à uma atividade pessoal, altamente introspectiva, pois é dotada do sentido literário, ou seja da criação imaginária como uma forma de expressão através da escrita.

Mas no geral, o que fazemos quando estamos compactuando com a psicografia das cartas endereçadas é, além de permitir que esses “médiuns” sustentem o falso-poder sobrenatural de comunicação com mortos e se auto intitulem promulgadores da profetização espiritual, também estamos permitindo que estes escritores se tornem capazes de abusar da identidade de alguém que não pode mais se defender. Tanto porque, até hoje, nenhum fato, evento, efeito ou manifestação sobre a existência espiritual foram realmente constatados ou comprovados por evidências claras. E isso já seria muito mais do que suficiente para entender que há muito charlatanismo e manipulação por trás de qualquer atividade que se afirme sobrenatural, mesmo aquelas que não cobram dinheiro por isto. Por isso, é preciso questionar e se entender realmente qual a verdadeira utilidade de se praticar esse tipo de escrita: um ritual simbólico para comungar o artificialismo de uma religião, ou um ato movido pelo ego do escritor para explorar a fé das pessoas?

Desmistificar a psicografia não significa enxergar a maldade na postura dos “médiuns”, pois muitos usam desse artificialismo pra promover o perdão e o amor, e não para o mal. Mas não é preciso abusar da identidade de uma pessoa morta para se promover a compaixão ou para confortar e convencer alguém sobre algo. É preciso que as pessoas reconheçam melhor o limite racional de atuação do ser humano, incluindo aí o respeito à identidade das pessoas que já morreram. Crer em vidas futuras e imortalidade da alma é uma coisa, agora abusar da identidade de pessoas mortas e sustentar falso-poder comunicativo para se tentar comprovar as crenças espirituais e convencer outras pessoas disso é uma atitude irracional, condizente com a exploração gratuita da fé. Não podemos endeusar falsos-ídolos pela mistificação de suas atitudes. Não vivemos no mundo dos “X-MENS” onde uns desenvolvem capacidades sobrenaturais superiores aos outros. É tempo de nos reconhecermos pela simplicidade da vida e da humildade do nosso campo de ação. Os misticismos do passado devem ser deixados de lado para que possamos evoluir como sociedade. As religiões que consagram o visivelmente irracional jamais evoluirão. E, como buscam a evolução, os espíritas só irão realmente evoluir quando abandonarem definitivamente a psicografia como método de comprovação da comunicação “espiritual”, e passarem a reconhecê-la apenas como uma obra de ficção, dotada de conteúdo literário, de valor simbólico e uso exclusivamente religioso.

Ainda assim, acredito que o movimento espírita possa repensar a doutrina kardecista hierarquizadora e seus métodos artificiais e irracionais. Mas, muitos “médiuns” não gostariam da ideia de perder o tão suado posto de endeusamento espiritual alcançado por eles na referência da psicografia dentre o público espírita. Por isso, é preciso que os espíritas (as pessoas de coração puro e de boas intenções) perdoem todos esses “médiuns” por terem se esforçado além do racional para confortar as pessoas, e que se satisfaçam com outros meios para confortarem sua dor e inconformidade com a morte, sem que para isso consagrem falsos-profetas, sustentem poderes sobrenaturais inexistentes ou abusem da identidade de pessoas mortas. Caso contrário, não haverá maneiras de permitir que o espiritismo evolua como uma religião digna de credibilidade ou de cientificidade, já que é evidente a forma egoica, artificial, tendenciosa e manipuladora como a metodologia kardecista da psicografia é comungada pela comunidade espírita.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

300 comentários

  1. Muito bom o texto!!!
    Muito bom o texto!!! Finalmente uma mente sã em meio a todo essa destruição em massa de mentes q já estão aniquiladas pela perda de alguém querido

    36
    96
    • Tão pobre de argumento, tão

      Tão pobre de argumento, tão cheio de falácias que o artigo responde por si mesmo. Não preciso comentar!

      105
      26
      • Basta ver os inúmeros artigos deletados deste autor num certo blog e o números de curtidos e seguidores que o mesmo conquistou! Não precisa nem comentar!

        49
        20
    • Verdade, é muito bom
      Verdade, é muito bom encontrar pessoas corajosas que enfrentam a verdade de frente, apesar de tmb terem medo da morte, sofrimento e do desconhecido como qualquer crente, mas são amantes da verdade e lógica acima de tudo e não foram contaminados pela religião e fé, são poucos mas existem e sempre que encontro um eu respiro aliviado e vejo que não sou um alien isolado nesse planeta de acefalos doutrinados pelo medo.

      29
      72
      • Hê hê hê. Acéfalos? Parece que não é só o ego dos médiuns é inflado.
        Acho estranho pessoas que não crêem no mundo espiritual pararem suas vidas para ler esse tipo de artigo.

        42
        11
        • Amigo ,se voce cre no espiritismo me responde porque Chico Xavier , Houdini e Monteiro Lobato, so pra citar tres exemplos ,embora existam muitos, deixaram uma senha de reconhecimnto para caso pudessem voltar apos a morte, porque nenhum deles voltou ?

          12
          32
          • A sua pergunta reflete o seu total grau de ignorância em relação ao espiritismo…o mundo espiritual não é regido por senhas ou sinais quaisquer, mesmo porquê o processo de reencarnação é ímpar e cada espírito, caso haja necessidade, poderá retornar à orbe terrestre para completar determinada missão e progredir espiritualmente…você deve ler mais e não falar bobagem…????//////

            17
            2
    • hausuaysys E a ilusão gera conforto ao ente querido! haysyaysya sim porra, terapia é isso, a realidade é inacessivel, não existe raio x da imaginação, mas é uma excelente ferramenta de cura utilizada até pela caga regra comportamental, vai estudar yaysyatst

      1
      20
    • QUEM NÃO ACREDITA NA IMORTALIDADE DA ALMA FIQUE TRANQUILO QUE UM DIA VAI SER ESPIRITO, DAÍ, ENTÃO, VAI TER CERTEZA QUE NÃO MORREU. DEUS NÃO PEDIU A OPINIÃO DAS PESSOAS PARA CRIAR AS SUAS LEIS IMUTÁVEIS.
      FALAR DE CHICO XAVIER, UMA PESSOA ÍNTEGRA QUE VIVEU POBRE E MORREU POBRE, UMA ALMA PURA QUIE VIVEU PARA CONSOLAR, AJUDAR OS POBRES, MAIS DE 420 LIVROS, TRATANDO DE TODOS OS ASSUNTOS. VOCÊ É UM COITADO! MISERÁVEL INTELECTUAL, FALANDO COISAS POR COISAS, INVENCIONICE, MENTIRAS. SEM CREDIBILIDADE NENHUMA. O ESPIRITISMO É PARA AS PESSOAS INTELIGENTES, SÁBIAS, GRANDES ALMAS !
      SÓ PODE FALAR DA DOUTRIA ESPIRITA QUEM A CONHECE A FUNDO. SE VOCÊ NUNCA LEU UM LIVRO ESPIRITA SUAS PALAVRAS NÃO TEM VALOR NENHUM . UMA ANÁLISE DE UM MÉDICO NÃO TEM VALOR NENHUM DEANTE UMA OBRA ARQUITETÔNICA, COMO TAMBÉM, UMA ANALISE DE UM ENGENHEIRO É INEFICAZ DIANTE A ANATOMIA DE UM CADÁVER. VÁ ESTUDAR A DOUTRINA SE QUER FALAR DO ESPIRITISMO !!! FRANCISCO LIMA – PE

      142
      29
      • Bom, então posso opinar… Li toda obra de Kardec, fui espírita por longos e sofridos 16 anos. Perdi entes queridos e nunca, absolutamente nunca tive qualquer comunicação que pudesse ser atribuída a qualquer deles, mas ao contrário, sempre falas evasivas e que serviriam para qualquer pessoa que tivesse um ente querido que partiu. Sou inteligente, bem informada, pós graduada e agradeço à Deus por ter me libertado desse engano. Sim, nesse meio há pessoas muito boas, mas a doutrina em si não tem nenhum compromisso com a verdade.

        44
        104
        • Fico feliz porque de fato se não tivesse acontecido comigo talvez eu tb não acreditasse, mas eu vivi muitas experiências abençoadas e no meu caso que ouço os espíritos, que se despedem de mim antes de partir mesmo em diferentes cidades, como aconteceu por duas vezes, ou outros momentos sublimes que ficaria aqui horas descrevendo, não tenho como negar, na minha vida é real. Obrigada Senhor!

          80
          12
        • Você, Cristina, é contraditória. Alega em compromisso à verdade e termina agradecendo a “DEUS”. Por acaso recebeu uma psicografia “DELE”? Este DEUS, não seria abstrato o suficiente para negá-lo? Li toda a Bíblia e não vi nenhuma manifestação de DEUS para mim.

          40
          25
          • E nem vai ver. Huá huá huá!
            Fico imaginando um ser anônimo vivendo na era medieval e dizendo: -se nosso rei é bom mesmo quero que ele venha aqui na minha casa agora e prove.
            Já posso imaginar a boa vontade do rei: – Cortem as cabeças 😀

          • Você não viu a manifestação que esperava de Deus. Olhe-se no espelho, acha que os milhões de microorganismos que trabalham em sincronia perfeita para que você possa estar vivendo e pensando neste momento são obra do acaso ? Acha mesmo que o acaso criou o complexo corpo humano ? Seria como encontrar uma Ferrari e achar que por acaso, com o passar dos séculos, os metais, couros, placas e circuitos eletrônicos, vidros, parafusos, e muitas centenas de partes se juntaram por coincidência e formaram aquele carro.
            Abraço.

            4
            3
          • Tente ler o evangelho e veja se compreende algum dos ensinamentos de Jesus, fora da caridade não há salvação pra sua alma pobre de conhecimento e de bondade para com seu semelhante. Jesus ordenou amai o seu semelhante como a ti mesmo, só depois disso poderão compreender os mistérios do céu !!

          • vamos orar por este ignorante .a doutrina espirita nos ensina amar a DEUS sobre todas as coias e ao proximo como a si mesmo.esse coitado merece nosso carinho;critica aquilo que nunca estudou.sinto muita pena

            7
            2
          • Caro senhor. Sua percepção e opinião é muito pobre de conteúdo, seu despreparo e crítica ofende a quem vive da fé, do amor e caridade. Seu julgamento de valor traz uma certa hipocrisia de valores. Com certeza para vc Jesus cristo foi um qualquer. Gostaria de convidar a conhecer e vivenciar a doutrina. Falar sem viver fatos nao leva a clareza ou a verdade. É preciso estar para entender. Eu quando acho que alguem é psicopata, estudei e convive com mentes. Dai poder fazer diagnostico de situacao

          • Quem acredita que toda a complexidade que existe, não somente em nosso pequeno planeta, mas no universo, ao para alguns estudiosos os vários multi-versos, com todas as suas leis, é mero acaso, me parece que, ou é muito ingênuo, ou alguém que teve alguma decepção mais seria, e ficou amargo com isso.
            Apenas para conhecimento, quando Alan Kardec, decidiu escrever o livro dos espíritos, não foi ele que teve esse “contato” com o espírito da verdade. Ele precisou do auxílio de alguns médiuns, e a mesma pergunta era feita para mais de um médium, justamente para validar a veracidade das respostas, ou seja, seria necessário que houvesse um complô, entre esses médiuns.
            Outro ponto que merece destaque é que, para quem leu a codificação espirita, percebe que há um nível de inteligência nas respostas, que supera muito a media. Como querer vincular esse vasto conhecimento, com pessoas simples para à época?
            Como explicar psicografia em outro idioma.
            De qualquer forma, o que mais atraí na minha opinião a doutrina espirita não são os efeitos físicos, e sim a possibilidade da mudança moral.

        • Com certeza você não leu toda a obra de Kardec, caso contrario não escreveria uma asneira dessas. Provavelmente não leu na integra nenhum livro e não estudou nenhum.

          9
          3
        • As comunicações só são enviadas por merecimento, só a caridade salva e o amor ao próximo é a chave pra a evolução humana, vc já praticou esses dois mandamentos até à exaustão? Então talvez não tenha o merecimento.

          6
          2
        • Sério?! Leu todas mesmo?! e não entendeu nada?!
          Realmente vc acredita que a espiritualidade superior, iluminada, tem a obrigação moral de lhe satisfazer os caprichos particulares, a fim de comprovar sua existência?!
          Irmã, se não quiser o Consolo ofertado pelos irmãos de luz, pode dispensá-lo, sem nenhum problema. Tudo se passará da mesma forma. Vc somente terá paz, quando a construir dentro de vc. Vc só viverá na luz, quando for fonte de luz e, para isto, precisa primeiro diminuir suas vontades e assumir a condição de aprendiz e de servidora.
          Enquanto isto, a caminhada prossegue.

          14
          1
        • Cristina, você é pós-graduada? Pós-graduada é assim que se escreve. E antes de palavras masculinas não se usa crase.
          A pessoa que é inteligente é por si só, não precisa declarar o que é, ou o que deixa de ser. A pessoa inteligente é humilde por saber que nenhum grau de inteligência nos torna melhor do que os outros. A pessoa inteligente pesquisa a fundo as coisas antes de declararem a sua verdade. Existem outras pessoas, outras experiências e fatos concretos vividos por outros. O meu caso.
          Quem é inteligente de verdade não precisa dizer: Suas palavras e seus pensamentos por si só, bastam.

          4
          1
        • Será que a “Cristina” é mesmo uma mulher? Quando uma pessoa está determinada a querer desqualificar algo, faz qualquer coisa. Pode se identificar como “uma tal de Cristina” que ninguém sabe se existe. Dizer que leu todos os livros e se dedicou por muitos anos. O Espiritismo mudou minha vida pra melhor e agradeço a Deus por isso.

        • Daí fica uma dúvida . . . Será que a “Cristina” é mesmo uma mulher? Quando uma pessoa está determinada a querer desqualificar algo, faz qualquer coisa. Pode se identificar como “uma tal de Cristina” que ninguém sabe se existe. Dizer que leu todos os livros e se dedicou por muitos anos. O Espiritismo mudou minha vida pra melhor e agradeço a Deus por isso.

          • Infelizmente tenho a dizer aos incrédulos e crentes que, queiram ou não queiram, o espiritismo veio para ficar sob a titulação de “fé raciocinada”. É questão de tempo para no limiar deste milênio, ocorrer a queda de diversos tabus e imperar definitivamente tudo aquilo que questiona, que posiciona…esse milênio será o da evolução, discussão e questionamento…muitos tabus estão caindo e sendo revistos…assim, devemos ter a mente aberta para aceitar e questionar em cima de aspectos científicos, com abordagens factuais e não aceitar meramente textos e repetí-los como papagaio….O que diversos padres e pastores ditos representantes de denominações católicas e evangélicas propalam, para mim não representa nada, afinal, desde a idade média os fiéis eram obrigados a acatar sob pena de irem para a fogueira e queimarem como hereges…Infelizmente para as igrejas cristãs tradicionais, com o advento da metodologia científica, calcada na observação e comparação, incluindo não apenas mundos paralelos, buraco-de-minhocas, teoria das cordas, física quântica, acelerador de partículas, pelo menos uma quarta dimensão tem sido investigada pelas maiores e mais avançadas potências mundiais e se está descobrindo muito das coisas que Kardec e outros abordaram como psicografia, psicofonia, EQM e a própria interpretação da Bíblia segundo o espiritismo…então, meus queridos, esse próximo milênio será marcado pelo alavancamento, pelo menos nos paises mais desenvolvidos da linha doutrinária associada a fé raciocinada e não imposta…não aceitaremos mais textos decorados e declinados, tão fortemente propalados e interpretados ao seu bel prazer pela linha cristã…

        • Olá, Cristina !
          Agradeço antecipadamente a oportunidade de te expor meus questionamentos quanto a sua experiência (ainda que sofrida) no espiritismo.
          Com 16 anos você não tomou ciência que as obras não são de Kardec e sim de DOS ESPÍRITOS?
          Kardec inclusive é um pseudônimo do professor Hippolyte Léon Denizard Rivail, que já tinha diversas publicações didáticas em seu nome.
          Kardec é o pseudônimo do CODIFICADOR DA DOURINA ESPÍRITA justamente para que não se incorresse no equivoco de lhe atribuir a autoria das mensagens e instruções que foram compiladas e codificadas por ele mas de autoria dos ESPÍRITOS, recolhidas de TODOS OS CANTOS DO MUNDO POR PESSOAS (médiuns) COMPLETAMENTE ESTRANHAS.
          A Doutrina Espírita é formada pelo tripe: Religião – Ciência – Filosofia.
          Por isso é incorreto falar de KARDECISMO!

          Assim como você, nunca recebi nenhum comunicado de um ente querido. Mas, diferente de você eu nem precisei!
          Atestei a veracidade do Espiritismo e da reencarnação no estudo da Doutrina em consonância com o conhecimento quântico e até “extraterrestre” dos “fenômenos paranormais”, aplacando minhas inquietações existenciais sobre a humanidade e imortalidade da alma para além da parentela supostamente perdida.

          Pena que para você foram 16 anos de sofrimento e, ao que tudo indica, nenhum estudo foi feito sobre o pentateuco espírita: da Gênese, do Livro dos Espíritos, O Evangelho Segundo o Espiritismo, do Livro dos Médiuns ou O céu e o inferno.
          Mas o que importa é que você esteja bem e em harmonia com o que crê.
          O Espiritismo não é para os incrédulos. O Espiritismo é para quem busca por respostas sem o conformismo do não questionamento.
          Não morremos porque somos criaturas eternas em continua e evolução. Tão complexas quanto os inúmeros universos existentes e seus sistemas solares e planetários infinitos…
          Felicidades!

          6
          1
        • Talvez vc nao seria merecedora ainda te der uma mensagem dos seus entes queridos por orgulho que vc mesma o tem escondido dentro de ti.

        • Como espírita por 16 anos (questiono se era espirita estudante ou leitora de romances) deverias já saber que o mundo espiritual não serve para mandar recado pra dizer se está tudo bem lá. O trabalho desempenhado pelos espíritos é muito superior a ficar enviando mensagens… Se assistiu a alguns filmes espíritas eles são bastante claros em mostrar que além do encarnado ter que ser merecedor de uma carta, a pessoa que desencarnou tem que estar preparada para isso e o querer fazer… Não é porque não recebeste que não existe. A fé verdadeira não se baseia no ver para crer .

        • a doutrina espirita não é para os inteligentes, pós graduados ou para os que receberam noticias do alem… sou pos graduada, nunca recebi cartas especificas com mensagens especificas de alguem querido que morreu.
          Mas acredito que Deus enviou Jesus seu fillho, nosso irmão para exemplificar a verdadeira vida… amar, amar, amar, respeitar, se auto conhecer, entender que todos temos defeitos pq estamos aqui em uma terra com acontecimentos ruins e bons… mais ruins…. mas se entendermos que Chico viveu o ensinamento de Jesus e isto é que devemos fazer… não precisamos ser espiritas, ateus, enfim… sou espirita com muita felicidade em falar que tento seguir os passos de Chico, ajudando quem eu posso, ainda muito distante do seu amor… mas sempre caminhando em busca dele… de Jesus e de Deus

      • Realmente é trágico ver tamanha banalização da web, canais crescem e ficam famosos e alcançam multidões de pessoas, dizendo-se informativos, que mostram a verdade ao público, e aqui vemos claramente um texto de origem pessoal, sem nenhuma referência tanto intelectual do “escritor” quanto do texto para as citações feitas, está mais para um discurso de ódio e de alguém perdido no mundo, que está revoltado e quer se encontrar, não é atoa que ele disserta vários e vários parágrafos repudiando e negando o espiritismo, e em um especial sugere testes controlados, observados e etc, semelhante a alguém que pede socorro por não se achar no mundo, pobre homem cerrado ao orgulho, crê-se apenas no que acredita dominar, mera vaidade e orgulho em ascensão, mal o sabe que testes e mais comprovações foram feitas e continuam sendo até os dias atuais, e não é atoa que Kardec fala honrosamente: ‘no dia que a ciência provar que o espiritismo está errado, fiquem com a ciência’, quando ao passo que a ciência cresce, os fatos espíritas ficam mais evidentes.

        Triste ver um veículo de comunicação de caráter baixo pelo seu conteúdo ignorante, pois não buscam fonte e estudo algum para ter o mínimo de embasamento, o espiritismo não te faz acreditar em Fran.. Când. XAVIER, mas te convida a estudar e comprovar os fatos por meio da razão e de experimentações, não é algo restrito a alguns, mas livre a todos, são pessoas como esse “escritor” que pelo orgulho restringem a si mesmo, mas um abraço meu querido amigo, Estude, vai te fazer bem.

        30
        5
        • Pois é.. As pessoas muitas vezes lêem alguns livros relacionados ao espiritismo, lêem uns textos difamatórios na mídia e acham que conhecem aquela prática religiosa. Nem se dão ao trabalho de conhecer de fato o que acontece ali, porque conhecer leva tempo e dedicação.
          E digo isso sobre qualquer religiões, pois todas em algum momento são alvo de difamações.

      • Parabéns pelo seu post. Infelizmente a fabula da Serpente e do Vaga-lume sempre presente.
        A perseguição do Chico e da Doutrina? E porque eles brilham. Não é a toa que a inveja é o único pecado capital que ninguém tem coragem de admitir. Paz paz todos

      • Obrigada pela resposta. Fico tão indignada quando leio este tipo de texto, que denigre a espiritualidade, que dói minha alma profundamente, e nem consigo responder a altura.

    • As nossas mentes estão entrelaçadas ou conectadas umas às outras e podem se sincronizar a grandes distâncias com a ajuda das propriedades atmosféricas da Terra. Os fenômenos paranormais são baseados na suposição de que todos os seres vivos estão interconectados e se comunicam entre si através de campos biológicos e eletromagnéticos. A espécie humana e todos os seus bilhões de cérebros estão imersos em um meio compartilhado que é o campo magnético da Terra. Cientistas sugerem que um padrão de campo magnético serve como uma base para o emaranhamento ou a comunicação à distância, onde as sincronicidades e a ressonância podem ser alcançadas. Vários estudos demonstraram que durante as conexões de entrelaçamento ou sincronizações, a atividade cerebral é aumentada sobre o hemisfério direito a uma frequência de 7,83 hz. Curiosamente, a frequência de 7,83 hz é também conhecida como a ressonância schumann fundamental. Cientistas sugerem também que o campo magnético da Terra tem capacidade suficiente para armazenar informações dentro da energia associada aos potenciais de ação que foram gerados por cada cérebro humano que existiu no planeta. Então, dessa forma, temos acesso a informações não-locais de todo cérebro, presente ou passado que já existiu. A atividade geomagnética pode afetar a capacidade de detecção do cérebro para os fenômenos paranormais, especialmente as vias neurais que facilitam a consolidação e o acesso consciente a essas informações. Pessoas com ondas cerebrais alfa e teta dominantes, que são semelhantes aos valores primários da ressonância de Schumann em 7,83 hz, demonstram vivenciar eventos paranormais mais frequentemente.
      O nosso universo é baseado em um padrão específico de energia ou frequência e a modulação e a propagação dessa energia fornece limites para a criação de certas configurações de campo, necessárias para a existência da energia. Médiuns e sensitivos podem acessar esse campo e obtém desta forma as suas informações e tudo o que chamamos de paranormal é somente a emanação da energia vortextual transmitida desta rede elétrica.
      O nosso universo é baseado em um padrão específico de energia ou frequência e a modulação e a propagação dessa energia fornece limites para a criação de certas configurações de campo, necessárias para a existência da energia. Médiuns e sensitivos podem acessar esse campo e obtém desta forma as suas informações e tudo o que chamamos de paranormal é somente a emanação da energia vortextual transmitida desta rede elétrica.

      7
      7
    • Para encontrarmos a verdade sobre qualquer tema é necessário pesquisarmos com critério, seriedade e imparcialidade! Note que no vídeo de Waldo Vieira em que ela comenta sobre as “cartas marcadas” da psicografia, num determinado trecho ele faz o seguinte comentário: “O CHICO NÃO RECEBIA ESSAS MENSAGENS”, se referindo naturalmente às mensagens que seriam obtidas através de conhecimento prévio de detalhes da vida do morto. Se esse tipo de informação chegava até ele, isso não significa necessariamente que ele as usava! Acho que convém, para deixar as coisas bem claras, deixar o link de um vídeo, mais completo, em que Waldo Vieira se refere a Chico como COMO UM DOS POUCOS MÉDIUNS AUTÊNTICOS QUE ELE CONHECE. Caluniadores são de todos os tempos e de vários tipos. Existem aqueles que agem assim por ignorância e outros por malicia mesmo! Estejamos pois vacinados contra eles, buscando sempre a verdade em tudo!
      Endereço do link:
      https://www.youtube.com/watch?v=QNpva_sZQmc
      E para quem quiser pesquisar mais sobre o assunto da psicografia, vou deixar aqui outros dois links, cujo conteúdo aliás difere bem deste. Acredito que a maioria aqui conhece como foi a vida de Chico Xavier, e nesse ponto eu encerro minhas observações me perguntando a troco de que esse homem enganaria multidões, uma vez que morreu pobre e sem se exaltar, podendo ter sido um homem rico. Mas em vez disso, com a venda dos milhares de exemplares de livros vendidos, ele doava tudo para instituições beneficentes! Um forte abraço para todos!
      Endereço dos links:
      https://www.uol.com.br/tilt/ultimas-noticias/redacao/2014/12/26/estudo-analisa-veracidade-de-cartas-psicografadas-por-chico-xavier.htm
      https://atomo.cc/intelig%C3%AAncia-artificial-p%C3%B5e-%C3%A0-prova-mediunidade-de-chico-xavier-7dd569e6339f

    • Dá pra ver que esse texto foi escrito por alguém que não entende dada sobre o assunto! Procure estudar para não sair por ai espalhando tolices!

    • Dá pra ver que esse texto foi escrito por alguém que não entende dada sobre o assunto! Procure estudar para não sair por ai espalhando tolices!

    • Quem concorda com um texto covarde e ignorante desse deve ser pior que ele. Infelizmente não consigo deixar meu comentário para esse cornudo infeliz.

    • Se perde em suas palavras, Fabiano. A sua falta de aceitar, o credo q seja, lhe faz destaque. Rogo q a espiritualidade amiga lhe seja complacente e lhe mostre o verdadeiro teor. Lhe falta luz e discernimento; típico de espírito novo – como o autor deste medíocre artigo-, rebelde até sua provação.

  2. Que meda!

    Definir o movimento espírita apenas pela “psicografia” é o mesmo que definir a Engenharia apenas pelo compasso…rsrs Olha, nunca vi tanto preconceito e falta de informação concetradas em um único texto… Nunca vi tamanho medo de “perder poder” para quaisquer práticas que reúnam seres com o único objetivo de trilharem o caminho do bem… Isso aqui só pode ser de alguma “Igreja / Empresa” que todo dia perde mais 10% do salário de algum coitado…

    40
    4
    • E ainda acusa de crimes de ordem penal kkkkkk e agora que vi, o cristão tem o mesmo sobrenome que eu, Ó Deus, perdoai kkkkk

      4
      1
  3. Não adianta querer esconder a verdade

    Desde os tempos primordios essas informações são confirmadas. Qualquer dúivida verifique a transfiguração que está em Mateus cap 17: 10-13.

    João 3: 1-12

    A paz esteja convosco.

    11
    2
  4. Será?
    Bem posso dar meu depoimento acerca do espiritismo. Minha carreira foi breve lá.
    Quanto a matéria é muito tedenciosa, tentando mistificar o espiritismo. Bem o tal Waldo Vieira era charlatão de primeira. Já Chico viveu pra provar sua verdade pois se sentia vítima e não enganador. Tanto é que no YouTube você encontra uma declaração de Waldo Vieira dizendo que Chico foi 100%! Já Waldo… Bem não é deles que eu queria falar. Deixei o espiritismo por motivos de ordem emocional e de fé. Minha primeira questão era a tentativa constante de mostrar que aquilo era verdade para os próprios seguidores!!! Uma religião como as outras tentando sempre ter certeza daquilo que não se pode provar, tem que ser questão de fé e fé não é pensamento fé se externa pelo pensamento. Tentavam agarrar o invisível a todo custo… São pessoas sinceras na minoria pois a maioria tenta manter uma pose que não têm, uma certeza que não confiam é uma inteligência acima de todas as pessoas do mundo que na verdade não têm, só porque presenciam fenômenos estranhos e na sua maioria inexplicáveis. Vi muitos e posso dizer não melhoram pessoas só pioram… Por besteiras fazem perder as convicções racionais e verdades simples da vida, além de sacrificar suas vidas para mante-los. Uma religião/ciência/filosofia que nasceu justamente para combater o que mais divulga… a fé irracional… É realmente contraditório… Na minha opinião esses fenômenos são verdadeiros, mas são apenas fenômenos, não espíritos. Coisas que a ciência ainda tenta explicar… todos são vítimas do acaso, do descaso e riso da ciência em estudar tais acontecimentos e do desespero de suas próprias mentes que estão enfermas e embriagadas de verdades que não existem. E a massa enfeitiçada de crenças e do inexplicável como um circo de magias e de verdades imponderáveis. Todos eles sempre tentando encontrar justificativas para sua própria indigência perante o túmulo, perante o inexplicável, perante as incertezas da vida…

    5
    12
    • Nunca vi tanto bobagem em um só texto, não me surprende que você tenha “passado rápido” pelo espiritismo.
      Hoje a ciencia só comprova, inclusive na área médica aquilo que a Doutrina dos espíritos falou ha mais de 150 anos, aqui no brasil por exemplo, André Luiz, espírito escreveu artigos sobre medicina que ha 60 anos e só agora a medicina comprovou? falou de fé raciocinada? presente eu sou o espiritismo, pois não aceita nada, sem a devida comprovação, ainda que a ciencia humana não consiga provar no momento os fenômenos, mas existem. Leia a historia do cientista William Cooks, esse sim era cientista e comprovou o fato espírita.

      21
      4
    • Fico feliz porque de fato se não tivesse acontecido comigo talvez eu tb não acreditasse, mas eu vivi muitas experiências abençoadas e no meu caso que ouço os espíritos, que se despedem de mim antes de partir mesmo em diferentes cidades, como aconteceu por duas vezes, ou outros momentos sublimes que ficaria aqui horas descrevendo, não tenho como negar, na minha vida é real. Obrigada Senhor!

      3
      2
  5. Espíritismo é uma fraude

    Em suma, os vídeos do Waldo Vieira deixam claro que o espiritismo é construido em cima de fraude por fraude no Brasil…. e propagado no mundo como fato. Aliás, mentira contada 1000 vezes se torna verdade.

    Pra mim é fraude! É fake! É uma farsa! Mas ninguém quer admitir.

    É a bandeira que se levanta… mas que temem não usá-la mais, pois sobre ela foi construida suas fantasias.

    3
    17
    • Que bom. Então no Waldo vieira você acredita piamente?rsrsrs Despertador de mentes. kkkkkk. Digno de dó.

      10
      1
    • Lamentável ponto de vista, aceita os argumentos inconsistentes de Waldo deixando tantos outros como fraude .Sou ligado a ciência e por convicção não costumo combater o que não posso provar……

      1
      1
  6. Componente Inconsciente dos médiuns.

    Concordo que essas psicografias saem totalmente da mente dos médiuns, mas diferente da opinião exposta neste artigo, acho que existe no comportamento dos médiuns brasileiros um forte componente inconsciente. Acho que o médium a mais das vezes realmente acredita que está em comunicação com os mortos, ou seja, não se trata de pura fraude.

    Observação pouco pertinente: Kardec não psicografava e não tinha “poderes” mediúnicos desenvolvido. Para escrever grande parte de sua obra ele utilizou informações obtidas através de psicografias feitas por algumas médiuns de seu círculo. Compilou também informações obtidas através de muitos outros médiuns.

    3
    1
  7. E ESTRANHO VOCE TER UM DOM DA

    E ESTRANHO VOCE TER UM DOM DA PISICOGRAFIA,  AJUDAR QUEM PRECISA DE UM CONFORTO E DEPOIS GANHAR FAMA EDINHEIRO E DOAÇOES NAO USUFUIR DE NADA, SE CONTENTANDO APENAS EM DISTRIBUIR A QUEM MAIS PRECISA.

    Notícias Ciência e Saúde Últimas Ciência e Saúde Economia Inter Jornais Política UOL Confere Tecnologia Tabloide Loterias + Canais Estudo analisa veracidade de cartas ps… – Veja mais em https://noticias.uol.com.br/ciencia/ultimas-noticias/redacao/2014/12/26/estudo-analisa-veracidade-de-cartas-psicografadas-por-chico-xavier.htm?cmpid=copiaecola

    Uol Noticias Ciências e saúde.

     

    Pesquisa cientifica realizada por núcleo da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) concluiu que informações contidas em lote de cartas psicografadas pelo médium Chico Xavier (1910-2002) eram verídicas.

    Ao todo, foram analisadas treze cartas atribuídas a Jair Presente, morto por afogamento em 1974, na cidade de Americana (SP). As correspondências começaram a ser psicografadas pelo médium Chico Xavier ainda no ano da morte de Presente e prosseguiram até 1979.

    Conforme o psiquiatra Alexander Moreira-Almeida, diretor do Núcleo de Pesquisas em Espiritualidade e Saúde (NUPES-UFJF), o estudo teve início em 2011 e foi feito em parceria com o Departamento de Psiquiatria da Universidade de São Paulo (USP), a partir do pós-doutorado dos pesquisadores Denise Paraná e Alexandre Rocha.

    O resultado, de acordo com o pesquisador, foi publicado em setembro deste ano pela revista científica Explore, editada na Holanda.

    O interesse para desenvolver a pesquisa, explica Almeida, foi a relevância dada no país às cartas psicografadas.

    “A motivação foi a importância que as chamadas cartas psicografadas têm no Brasil e a falta de estudos acadêmicos a respeito delas. Sabe-se que pessoas enlutadas podem aceitar, como sendo reais e precisas, cartas que contêm apenas informações genéricas”, afirmou o pesquisador.

    Segundo ele, o estudo comprovou que os dados colhidos nas cartas atribuídas a Presente eram críveis.

    “As informações comunicadas nas cartas eram precisas (nomes, datas e descrições de fatos acontecidos na vida da família) e verídicas (nenhuma informação comunicada nas cartas estava incorreta ou era falsa)”, afirmou Almeida em entrevista ao UOL por e-mail.

    O pesquisador informou que a análise foi feita nas cartas originais, das quais foram extraídas 99 informações objetivas e passíveis de verificação.

    “Familiares e amigos de Jair Presente foram entrevistados, documentos como jornais de época foram checados, além de escritos do Jair Presente e registros em cartórios”, disse.

    Conforme Moreira, o intuito era comprovar se Chico Xavier poderia ter tido acesso a essas informações por meios convencionais e se as cartas continham dados verídicos e específicos em relação ao falecido.

    “A probabilidade de Chico Xavier ter tido acesso a grande parte destas informações por vias convencionais era extremamente remota. Em vários casos, eram informações muito privativas da família e, em algumas delas, até desconhecidas dos familiares que visitaram Chico Xavier para obter as cartas psicografadas”, afirmou.

    O pesquisador citou como exemplo o falecimento da madrinha da mãe de Presente, “fato que ainda não era do conhecimento da família”, descreveu Almeida.

    6
    1
    • Parábens, meu irmão,aos poucos a ciencia vai mostrando com quem de fato esta a razão, embora em não preciso da ciencia para saber que os fatos espíritas existem. A ciencia, ora, a ciencia só descobre a seu turno com seus métodos.

      5
      2
  8. Boa noite a todos.
    Boa noite a todos. Queridos…primeiramente quero dizer que a psicografia não é o carro chefe da doutrina espírita. Sou da doutrina desde meus 9 anos de vida(hoje na casa dos 30…

    4
    2
  9. Fico imaginando o Chico lendo
    Fico imaginando o Chico lendo esse texto. Talvez ele ate te elogiaria pelo seu trabalho e pelo empenho que teve em escreve-lo.

    1
    1
  10. Fico imaginando o Chico lendo
    Fico imaginando o Chico lendo esse texto. Talvez ele ate te elogiaria pelo seu trabalho e pelo empenho que teve em escreve-lo.

  11. Este artigo é muito tendencioso e inconsistente

    Este artigo é muito tendencioso e inconsistente, pois mostra total desconhecimento do assunto o qual critica. Por exemplo: Está escrito o seguinte: “Após ver mesas levitando e girando sozinhas, Kardec jurou que os espíritos poderiam mover objetos e, até mesmo, sua própria mão. Assim, Kardec fez mais de mil perguntas para os espíritos e obteve todas as respostas, escrevendo-as por si mesmo”. Todavia, Kardec jamais psicografou, pois Kardec não era médium. De onde o autor tirou tal informação estapafúrdia? Esta afirmação, por si só, já é suficiente para pôr todo o artigo em descrédito. Esta irresponsável afirmação é uma prova cabal que o autor critica o que desconhece completamente, caracterizando ódio pessoal contra o Espiritismo. Isto é típico de quem nutre forte religiosidade contrária ao Espiritismo. O autor tenta passar uma imagem de cético, alheio à fé, sem religiosidade, no entanto, seus textos o traem pelos argumentos extremamente tendenciosos e errôneos como este, que mostram uma gritante intenção de denegrir somente o Espiritismo. Os textos mostram uma tácita religiosidade fundamentalista em um ato desesperado por destruir o Espiritismo, encoberta por um falso ceticismo.

    Outro ponto inconsistente, por falta de pesquisa mais acurada, é a parte na qual é citado o desafio paranormal de James Randi. Este desafio transformou-se em um tipo porto seguro para quem tenta esculachar o Espiritismo. Entretanto, quem se respalda nesse desafio desconhece por completo o conteúdo do contrato que rege o desafio. O contrato do desafio paranormal do Sr. Randi possui 3 cláusulas capciosas, a saber: Cláusula 3: “O requerente concorda com que todos os dados (fotográficos, sonográficos, escritos, etc.) de todo tipo colhidos como resultado do teste podem ser usados livremente pela FEJR da maneira que o Sr. Randi achar apropriada”. A cláusula 3 dá total liberdade e segurança ao Sr. Randi, para manipular como bem entender o resultado do teste. Esta cláusula, por si só, já bloqueia qualquer contestação por parte do requerente. Cláusula 7: “Ao aceitar este desafio, o requerente abre mão de todos e quaisquer direitos de ação legal contra o Sr. Randi e contra a Fundação Educacional James Randi, até onde isso possa ser feito pelos estatutos estabelecidos. Isso se aplica a ferimentos, acidentes ou qualquer outro dano de natureza física, emocional e/ou financeira, ou perda de qualquer tipo. No entanto, esta regra não afeta de maneira nenhuma a concessão do prêmio”. O que seria “perda de qualquer tipo”? Isto não está claro. “perda de qualquer tipo” é algo muito vago, ou seja, este trecho da cláusula 7 pode derrubar qualquer reclamação judicial contra o Sr. Randi e a FEJR. Este trecho da cláusula 7 impossibilita o requerente de se manifestar legalmente, caso sinta-se prejudicado de alguma forma. Cláusula 12: “TODO REQUERENTE DEVE CONCORDAR SOBRE O QUE CONSTITUIRÁ UMA CONCLUSÃO QUE, NA OCASIÃO DO TESTE FORMAL, ELE OU ELA FEZ OU NÃO FEZ PARA DEMONSTRAR A ALEGADA CAPACIDADE OU PODER”. A abrangência desta cláusula 12 (última cláusula) garante definitivamente o impedimento de qualquer reação por parte do requerente. Esta cláusula é um ardil. Como se pode ver, o contrato do famigerado desafio paranormal do Sr. Randi é ardiloso. Trata-se de um contrato redigido com má-fé. Os termos deste contrato indicam que o Sr. Randi jamais pagará 1 milhão de dólares a alguém. Somente tolos assinam um contrato desses. “Eu sempre tenho uma saída” (James Randi dizendo que sempre encontra uma saída para não entregar o prêmio de 1 Milhão – Dennis Rawlins, ex-membro da CSICOP, Revista FATE, edição de outubro de 1981, p. 89).

     

    Para saber mais:

    http://www.deldebbio.com.br/james-randi-e-seu-famigerado-desafio-paranormal/

    https://seteantigoshepta.blogspot.com.br/2011/12/james-randi-e-seu-desafio-paranormal-de.html

    https://www.clubedeautores.com.br/book/208748–QUIMERA

    5
    2
    • Essa comentário foi uma pérola! Seu argumento foi bem consistente em demonstrar essa suposta isenção cética do autor do artigo, mostrando de modo bem claro o fundamentalismo que o move. Além de mostrar os argumentos ditos sem embasamento em pesquisas. Parabéns!

  12. Nunca vi tanta ASNEIRA sobre
    Nunca vi tanta ASNEIRA sobre o Espiritismo, nota-se que foi escrito por uma pessoa totalmente desinformada e que nem sabe que é um espírito encarnado passando por uma experiência humana.Tenho pena dessas pessoas pobres de espírito, mas acredito que chegará o dia delas “acordarem” pra vida, no seu sentido mais amplo. Paz e Luz pra você meu irmão.

    7
    1
  13. A desinformação é triste!!!
    Antes de “metermos o pau” em qualquer assunto devemos estudar a fundo do que se trata.
    Recomendo pra começar ler e reler o Pentateuco (5 livros) escrito por Allan Kardec, depois leia toda coleção de André Luiz, depois leia os livros de Chico Xavier e leia os demais livros de tantos outros estudiosos da Doutrina.
    Ah e se você quiser ampliar mais seu conhecimento procure as palestras no YouTube de Divaldo Franco, Haroldo Dutra Dias, Sueli Caldas Schubert, Rossandro Klinger, Raul Teixeira, Sérgio Lopes, Alberto Almeida, etc.
    Daí, após o estudo você terá uma boa base pra falar do ESPIRITISMO.
    Paz e Luz pra você caro desinformado.

    1
    1
  14. Tudo muito certo!

    As pessoas devem ter em mente que seus entes queridos estão junto a Jesus e não baixando em terreiros ou centro espiritas por aí. Fim da inteligência humana acreditar em coisas tão ilógicas como estas.  Votos de que se libertem estes que atribuem poder a espritos ocultos e esquecem que o Espirito Santo de Deus basta para dar conforto e bons pensamentos as pessoas, principalmente as que estão passando pelo vale da sombra da morte. Abraço a todos!   

    2
    3
    • Fim da inteligência humana
      Fim da inteligência humana acreditar em espiritismo? Olha o que vc fala, os mortos estão com Jesus. Kkkkk Vc está tão equivacada quanto eles, os humanos mortos não são diferentes de qualquer outro animal morto. É triste? Sim, mas é verdade.

    • Quanta besteira! Você não conhece o espiritismo, é só mais um lunático querendo encontrar problema na crença mais linda que existe. Quando desencarnar verá a verdade.

      3
      2
  15. Videos editados
    O video que o waldo fala foi editado, pra parecer que ele inclui o Chico entre os picaretas.

    O waldo psicografou junto de Chico e deixou claro que nunca foi farsa tudo que foi feito por eles.
    O espiritismo cresce enquanto a intelectualidade do pais cresce, veja quem sao os espíritas a condição financeira e a instrução, veja quem segue o pastor Felicianus, mal sabe escrever.

    Apesar de nao ser uma ciência, o espiritismo muitas vezes passou por testes científicos, as ondas cerebrais do Chico Xavier durante a psicografia intrigaram os cientistas, vocês acham facil na Internet, mas claro, os ateuzinhos e crentes da Internet brasileira que entendem de ciência!

    1
    2
  16. Ufa!
    Parei de ler em:

    “Após ver mesas levitando e girando sozinhas, Kardec jurou que os espíritos poderiam mover objetos e, até mesmo, sua própria mão. Assim, Kardec fez mais de mil perguntas para os espíritos e obteve todas as respostas, escrevendo-as por si mesmo.”

    Respeito seu ponto de vista, irmãozinho. Mas ao terminar de ler seu texto (com muuuuuuuiiiito custo!), a gente vê claramente, do ponto de vista espírita, sua total falta de informações sobre a doutrina. Quando a gente gosta de debater sobre certos assuntos, é necessário que a gente se aprofunde o máximo que pudermos nele.

    Mas desejo coragem, paz e luz pra você!

    Abraços fraternos!

    6
    1
  17. Há um livro editado pela FEB

    Há um livro editado pela FEB que PROVA que o Espiritismo é uma fraude: O Trabalho dos Mortos. Um outro que prova as mentiras e delírios de Chico Xavier é ” Cartas de Uma Morta”, onde Chico recebeu informações do espírito da mãe dele e descreveu a vida no sistema solar, o que a ciência já demonstrou que é mentira.

    1
    1
  18. para os que se dizem espíritas (de um ex-espirita)

    Por que eu me considero ex-espírita? Porque eu segui à risca o que o espiritismo (de Kardec) diz ser: uma ciência. Então, com pensamento científico, fui atrás de respostas para minhas perguntas, pois não basta você se dizer espírita e aceitar tudo o que lê e ouve sem questionar. Muitos se convencem de uma vez, o que pe uma pena.

    Com a maior facilidade do mundo eu pesquisei e descobri (sério, não precisei nem de 10 minutos de leitura) que Chico Xavier ajudou uma médium a criar uma farsa reunião mediúnica utilizando barbas postiças e etc pra “médium” fingir ser um homem morto do além a incorporando.

    Também descobri sobre o livro que Chico se baseou pra escrever Nosso Lar, chamado Vida Além do Véu, onde você vê enormes coincidências, inclusive plágios.

    Até mesmo a definição do espiritismo do Kardec que era se não me engano Amor, Ciência e Filosofia foi alterada por Chico para Amor, Religião e Filosofia.

     

    Ou seja, se você quer chamar o autor desse texto de ignorante, etc, por que não vai você pesquisar a fundo o que você acredita pra ter certeza de que é real ou não? Se você tem medo de encontrar a possível dura verdade, você não é diferente de qualquer crente cego e surdo. Agora, se você quer se comportar como um homem crescido e encarar os fatos, só precisa ir no google e respirar fundo pro que vai descobrir. 

     

    Aqui estão umas recomendações pros que vão se aventurar nas suas descobertas:

    http://espiritismocomprofundidade.blogspot.com.br/2012/04/o-que-nao-e-espiritismo.html

     

    3
    2
    • Prezado, você nunca foi

      Prezado, você nunca foi espírita, porque os teus argumentos te traem. Salta aos olhos que você está mentindo que foi espírita para obter credibilidade. Você disse: “Chico Xavier ajudou uma médium a criar uma farsa reunião mediúnica utilizando barbas postiças e etc pra “médium” fingir ser um homem morto do além a incorporando”. Isto não é argumento de um ex-espírita, porque incorporação não é assim. Você também disse: “Até mesmo a definição do espiritismo do Kardec que era se não me engano Amor, Ciência e Filosofia foi alterada por Chico para Amor, Religião e Filosofia”. Se você tivesse sido realmente espírita, você teria certeza, não diria “se não me engano”. Você também errou no tríplice aspecto da Doutrina Espírita! Não é “Amor, Ciência e Filosofia”, mas sim Religião, Ciência e Filosofia. Para conhecimento, vide:

      · https://pt.slideshare.net/brunofilho7169/roteiro-3-triplice-aspecto-da-doutrina-esprita-66472440

      · http://bibliadocaminho.com/ocaminho/Tematica/EE/Estudos/EsdePf.1.3.htm

       

      Você disse: “se você quer chamar o autor desse texto de ignorante, etc, por que não vai você pesquisar a fundo o que você acredita pra ter certeza de que é real ou não?”. Você, pelo menos, leu os comentários na íntegra? Por exemplo: Leia o meu comentário, porque lá eu explico por quê o autor é desinformado e critica o que desconhece.

       

      Estude antes de criticar e rechaçar, e pare de mentir para tentar ser convincente!

       

      Fique em paz!

      2
      2
    • Assim como os crentes religiosos não acreditam que nossos entes queridos não estão em terreiros ou centros espíritas, mas com Jesus, assim também eu, ateia, não acredito que eles estejam em algum lugar específico, sejam eles terreiros, centros espíritas ou ono céu, junto a um deus chamado Jesus (mas, Jesus não era o filho de um deus?). Respeito toda e qualquer religião, mas nasci com a tendência da não religião. Na verdade sou apateísta, ou seja, religião para mim não tem a menor relevância. Respeito quem a tem como quem não a tem. Por isso, concordo com o Ed Santos: humanos mortos não são diferentes de qualquer outro animal morto.

    • kkkkkkkkkkkkkkkk mds…. ‘um homem sério… vai no google e encontra respostas’ kkkk existe uma coisa melhor chamada Razão! estuda, comprova por si mesmo, não precisa acreditar em ninguém, vai por ti mesmo e age como um homem de bom senso de verdade, mas foi boa… vai no google e pesquisa kkkkk tipo pesquisar em artigos como esse sem fundamentação alguma? kkkkkk pelo amor né, Estude, tá precisando ‘ex-espírita’ que na vrdd não conseguiu nem compreender a primeira pergunta de o livro dos espíritos
      @João Pedro L

      2
      1
  19. Espiritismo, religião que nasceu da observação e experimentação

    E Sabido que Charles richet foi um grande Cientista, ganhador inclusie de prêmio Nobel. Durante praticamente  toda a sua vida, paralelamente a seu trabalho cientifico material estudou a fundo os fenômenos espiritas daquela época, Tendo publicado diversos livros e artigos nos principais jornais da época sobre o resultado de suas investigações. O TRATADO DE METAPSIQUISA, A GRANDE ESPERANÇA foram talvez os mais importantes. Charles Richet passou a vida toda tentando comprovar que os fenomenos eram verdadeiros ou eram fraudes e se os fenômenos eram provocados por espiritos desencarnados.  

    Depois de muito tempo de pesquisa Richet concluiu que haviam charlatães, porém também haviam dezenas de médiuns autênticos que realizavam eventos verdadeiramente absurdos que a ciência material não conseguia explicar. Richet não admitiu que os fatos eram provocados por espiritos, mas também não concluiu definitivamente que não era, apesar de o mesmo ter assitido e relatado inúmeras sessões, sob rígidos controle efetuado por ele mesmo aonde pode presenciar todos os fenômenos espiritas, inclusive o mais concludente e probante de todos, A MATERIALIZAÇÃO. Richet viu diversos espiritos de formarem a um metro de sua presença, a sua frente, e depois de desmaterializar tambem a sua frente. Tudo o que ocorreu na sessão ele publicou em um jornal de metapsiquica da época sob o título OS FENÔMENOS DE MATERIALIZAÇÕES DA VILA CARMEM. Está na internete. Aqui vai uma pequena amostragem: lembrando que Richet não era espírita, ao contrário, era mesmo um adversário do espiritismo.

    “O fenômeno seguinte me pareceu de uma importância primordial.

    A experiência foi feita nas mesmas condições que as outras, exceto pelo fato de a srta. X não estar presente. (29 de agosto, terça-feira. Foi nesse dia que a fotografia I foi feita). Depois de feita a fotografia, a cortina se fecha. Considere-se ACB o triângulo representando o gabinete onde estão sentadas Marthe em M e Aischa em N. Considere-se AB a cortina, com uma abertura em O, por onde pode sair e entrar a forma de B.B.

    B.B começa por aparecer na abertura da cortina, depois entra. Mas B.B. acaba de retornar a O e eu vejo, sem que a cortina se mexa, uma luz branca em X sobre o chão, para fora da cortina, entre a mesa e a cortina. Eu me levanto um pouco para olhar por cima da mesa. “Vejo como uma bola branca, luminosa, que flutua sobre o chão e cujos contornos são imprecisos. Depois, por transformação dessa luminosidade esbranquiçada, subindo à direita muito rapidamente, como saindo de um alçapão, aparece B.B. de tamanho não muito grande, ao que me parece. Ele está com um pano, e creio, como uma túnica com um cinto na cintura. Ele se encontra, então, localizado entre a mesa e a cortina, estando perto, por assim dizer, do piso, fora da cortina (que não mexeu). A cortina ao longo do ângulo B está presa à parede, de modo que um indivíduo vivo, para sair do gabinete por ela, não teria outro modo senão rastejando pelo chão e passando pela cortina. Mas a saída foi rápida e a marca luminosa sobre o piso precedeu a aparição de B.B. fora da cortina e ele se pôs ereto (desenvolvendo rapidamente sua forma de uma maneira retilínea). Então, B.B tenta vir entre nós, ao que me parece, mas ele tem um andar algo coxo, hesitante. Eu não saberia dizer se ele caminha ou se ele desliza. Em um momento ele balança como se fosse cair, mancando com uma perna que parece não mais poder sustentar (eu dou minha impressão). Depois ele vai em direção à fenda da cortina. Então, sem abrir a cortina, pelo que creio, de repente ele se esvai, desaparece no chão e ao mesmo tempo escuta-se um barulho de clac clac, como o barulho de um corpo que se joga ao chão. Muito pouco tempo após (dois, três ou quatro minutos), aos pés do general, na fenda da cortina, vê-se ainda a mesma bola branca (sua cabeça?) aparecer no nível do chão. Depois um corpo se forma, eleva-se rapidamente, se caracteriza, atinge a altura de um homem, então repentinamente se esvai sobre o chão com o mesmo barulho clac clac de um corpo que cai no chão. O general ouviu o choque dos membros que, se jogando sobre o chão, machucaram sua perna com violência[1]”.

    Parece-me mesmo que essa experiência é decisiva, pois a formação de uma mancha luminosa sobre o chão, a qual se torna em seguida um ser caminhante e vivo, não pode ser, ao que tudo indica, obtida por um truque. Supor que Marthe, deslizando sob a cortina, depois elevando-se, disfarçada de B.B., pôde dar a aparência de uma mancha branca subindo em linha reta, isso me parece impossível. Mais do que no dia posterior, talvez para me mostrar a diferença (?), B.B. apareceu novamente diante da cortina. Mas ele não veio pela abertura O da cortina; ele veio levantando a cortina atrás da qual ele se formou e colocando-se, como se diz, de quatro, depois se restabelecendo. Não havia nenhuma analogia possível entre esses dois modos de formação.

    Muitas vezes, por exemplo 24 de agosto três vezes, eu o vi se enfiar direto no chão: “ele se diminui num golpe só e sob nossos olhos desaparece no chão, depois retorna de repente em linha vertical. É a cabeça com o turbante e o bigode negro e como a indicação dos olhos, que crescem, eleva-se, sobe até mesmo a uma altura maior que a do dossel. Em certos momentos, ele é forçado a se inclinar e a se curvar, devido a esse grande tamanho obtido. Então, de repente sua cabeça baixa, desce até o chão e desaparece. Ele fez isso três vezes seguidas. Tentando comparar esse fenômeno a algo, eu não posso encontrar melhor para a produção rápida e retilínea do personagem do que as marionetes que ficam nas caixas surpresa e que saem num rompante. Mas eu não conheço o que possa parecer com esse desvanecimento no chão em linha reta, de modo que a um dado momento parece-me que há apenas a cabeça sobre o chão e que não há mais corpo”.


     

    Se este tipo de comprovação por um homem da ciência, tão sério, inteligente e crítico quanto Charles Richet não for suficiente para demonstrar a existencia e sobrevivência da alma algumas pessoas será simplesmente pelo simples fato de não querer acreditar. 

     

     

    2
    1
  20. Artigo sem conhecimento do assunto .

    ” Assim, Kardec fez mais de mil perguntas para os espíritos e obteve todas as respostas, escrevendo-as por si mesmo. “

    Kardec não era Medium ele utilizou varios mediuns em lugares diferente  para responder suas perguntas e so aceitava quando os mediuns respondiam de forma igual ,(ou seja utilizou o principio cientifico onde a ciencia diz que algo é verdadeiro quando repetido varias vezes e obtem sempre o  mesmo resultado ), como disse o amigo acima só por isso esse artigo ja perde toda sua credibilidade mostrando falta de conhecimento no assunto.

    consegui chegar até onde diz que Waldo Vieira diz que era um farsa , realmente ele disse que existe farsas  e o video foi editado para dar a entender que ele falava de chico , ha video no youtube da fala completa , da fala editada e depois um video do proprio Waldo dizendo que o video foi manipulado . 

  21. Caro Marcelo de Castro,
    Se o

    Caro Marcelo de Castro,

    Se o Espiritismo é uma farsa, será desmascarado. Se não for, prevalecerá assim como tudo na história. É importante que você escreva, critique, fale, registre suas impressões. Na verdade, você nos faz um grande favor! Está auxiliando a colocar o Espiritismo na mídia. Somos muito despreocupados com a mídia. Não gostamos de subir no caixote, usar altofalante e até as redes sociais espiritas são pobres de imagens. De uns anos para cá é que o mercado livreiro ao descobrir o  filão da literatura espírita, começou a lançar e relançar livros com lindas capas e excelentes editorações. De alguns anos para cá, o mercado do cinema começou a descobrir os temas espiritas e os filmes com temas espiritas vem tendo sucesso estrondoso. Não se preocupe, Marcelo de Castro. O que é bom fica e o que é ruim vai. As págiinas da história estão prenhes destas comprovações. O Espiritismo vitaliza a MAIOR DESCOBERTA DO HOMEM INTELIGENTE – VITALIZA A DESCOBERTA DA ALMA, que vive do outro lado, que se comunica, que tem emoções, que evolui, que se encontra com outros familiares, comprovando a IMORTALIDADE DA ALMA, que foi a grande proposta de Jesus. Jesus que falou com Moisés e Elias, Jesus que disse que o reino dele não era deste mundo. que falou do paraiso aos ladrões que foram crucificados com ele e ele mesmo  não temeu a morte. Em verdade, Marcelo de Castro, o ESPIRITISMO MATOU A MORTE, aliás, Paulo já havia matado quando disse: Onde está, ó morte, o teu aguilhão, como  se vê na primeira Carta aos Corintios, cap 15.

    Assim, Marcelo, obrigado. A respeito do assunto – das repercusssões de seu blog, convido o prezado divulgador do Espiritismo, a ler sobre os AUTO DE FÉ DE BARCELONA – acha na net – e verá o quanto nos preocupam os seus textos. 

    Ser espirita, meu caro Marcelo, não é para todos. Só para quem já pode! Você ainda não pode! Tal como as raposas e as uvas na fábula de Fedro.

    Fica bem e estuda seriamente. Quem sabe um dia vc nao será chamado a retificar tudo o que escreveu? Cudado! A VIDA DÁ VOLTAS E INVARIAVELMENTE SOMOS CHAMOS A RECONSTRUIR O TENTAMOS DESTRUIR. Sua sorte é vc apenas tenta. Não conseguirá. A doutrina é dos Espiritos e ficará. Vocé passará. Espero que tenhas vida longa para assistir de pé a vitoria do bem, do amor, da caridade, da ciencia que se associa à religião e sobretudo, a vitoriia do conhecimento sobre a ignorância ou sobre a presunçao de sabedoria!

  22. Psicografia

    Sou meio leigo no assunto, mas minha mãe sempre gostou de Kardec, ela sempre leu sobre isso.

    as cartas psicografadas tem a assinatura., comprovando a veracidade, fazendo dessa doutrina algo Incrivel!

    imagina receber uma carta da sua mãe com a assinatura dela! é muita alegria!

  23. Inteligência artificial pôs à prova psicografia de Chico Xavier

    Como médium de incorporação, discordo das colocações do autor, pois a comunicação com os espíritos, entre elas a incorporação (psicofonia) e psicografia, em verdade se dá por meio da aproximação do espírito no campo gravitacional do médium, acoplando-o aos seus chacras (canais por onde passam energias), permitindo-lhe então a comunicação. Na verdade, tudo é vibração.

    Para contribuir com o debate, trago a seguinte matéria sobre a psicografia de Chico Xavier, a qual demonstra que os textos do Chico foram submetidos, colocados a prova por inteligência artificial, e o resultado foi deveras favorável ao médium, o qualificando como absolutamente impressionante.

    https://exame.abril.com.br/tecnologia/inteligencia-artificial-pos-a-prova-psicografia-de-chico-xavier/

    Espero ter contribuído com o debate.

    Muita luz!

  24. Você não deveria defender o
    Você não deveria defender o Valdo Vieira que foi um recalcado por não ter alcançado o sucesso do Chico Xavier. Pessoas que frequentaram o local nunca disseram que Chico ou seus acessores não perguntasse o nome de quem quisesse uma mensagem. Inclusive o nome do falecido. O que carecterizava a veracidade da carta psicografada era o conteúdo de coisas que a pessoa e seu ente querido tinham em conversas e momentos juntos. Muitas vezes também vinha com a assinatura idêntica a pessoa que já estava desencarnada.Acho que deveriam então buscar provar a fraude de Chico por aí. As sopas que matavam a fome de quem tinha ali muitas vezez sua única refeição no dia também era fraude? Foi por estralismo? O fato é que matou a fome num país indigno de saciar seu povo. As roupas, a ajuda para tirar documentos, o consolo de uma prece, nada valeu? Chico poderia ter ficado muito rico, e isso o Valdo queria. Isso foi o desacerto deles. Chico doava os direitos autorais dos livros. Alguns escreveram juntos.Ultima notícia que li de Valdo Vieira estava fazendo previsões de pessoas e situações políticas no Brasil. Que aliás errou tudo, se acertar fosse a intenção dele. Mas nem isso, ele usou de má fé para enganar os incautos que acreditam em tudo que ouvem sem checar. Se valendo de seu próprio nome e pasme. O nome de Chico Xavier.

  25. Reflexões muito boas
    Gostei da forma como coloca os questionamentos. Também considero um absurdo como são publicadas supostas “psicografias” de pessoas que não podem mais se defenderem. É muita falta de responsabilidade com o nome do outro.

    1
    1
  26. A Ciência é que diz: Vide a matéria

    Amigos, essa discussão é inútil e infrutífera. Considero o “depoimento” desse senhor Waldo Vieira no mínimo infeliz e tendencioso. Uma pena o blog se apoiar em uma informação tão frágil pra tratar de um assunto tão sério como esse. Cartas pscografadas foram incluídas no altos processuais como provas e utilizadas para embasar decisões de juízes em tribunais. Leia a matéria publicada já a bastante tempo sobre uma investigação científica realizada nos EUA a respeito da mediunidade e tirem suas conclusões. Trata-se de documento científico, sem opniões o paixões:

    http://revistaepoca.globo.com/vida/noticia/2012/11/os-avancos-da-ciencia-da-alma.html

  27. Há mais de 20 anos estudo

    Há mais de 20 anos estudo espiritismo, kardecismo, umbanda, quimbanda, candomblé entre outras doutrinas e religiões espíritas. O que posso dizer é que 90% dos que se consideram espíritas são pessoas de boas intenções, são pessoas trabalhadoras, honestas e comumente são pessoas fiéis naquilo que acreditam. Mas, se comparar todo conhecimento espírita, com aquilo que Jesus Cristo pregou e com aquilo que está escrito na Bíblia, toda a essência espírita é um completo engano.

    Não posso me julgar como cristão, mas posso garantir que todos os dias me esforço para ser digno de sê-lo; e não apenas chamado de “cristão”. E o Espírito Santo vem me instruindo naquilo que está revelado tanto nas escrituras sagradas, quanto sobre toda teoria e prática espírita. Então, posso garantir que minhas conclusões não são fruto de “achismos meus”, gosto particular ou aversão a qualquer espécie de pensamento, mas revelações de Cristo e do Espírito Santo de Deus, dos quais jamais poderia contestar.

    Já fui em diversas sessões espíritas, já visitei vários centros de terreiro, bem como visitei diversas igrejas católicas, adventistas, batistas e evangélicas em geral. E o que é nítido é que há uma gigantesca batalha espiritual acontecendo entre luz e trevas. 

    E aos meus amigos espíritas (e eu gosto da presença dos espíritas, pois são boas pessoas), posso dizer sem sombra de dúvida que nenhum (absolutamente nenhum) espírito ou entidade espiritual que se apresenta tanto em centros espíritas quanto em terreiros, pode ser realmente um espírito de luz, um espírito em busca de luz (ou “evolução”) e nem mesmo pode ser o espírito de alguém que já morreu (desencarnado). Não há um espírito que seja realmente de luz neste lugares, mesmo que estes mesmos espíritos se rotulem como sendo “espíritos de luz”, “espíritos conselheiros”, “espíritos curandeiros”, etc. Tudo o que estes espíritos querem é ganhar a confiança de quem os ouve, para depois ocultar a maior verdade do mundo espiritual: a de que Jesus é O Caminho (o único Caminho), A Verdade (a única Verdade) e A Vida (a única Vida) e que absolutamente ninguém vai ao Pai senão por meio do Filho. Sem contar que, “vidas passadas” e “reencarnação” são mentira s inventadas por espíritos das trevas.

    Meus amados irmãos, espíritas! Se todos os que se dizem crentes, católicos, evangélicos e cristãos tivessem a fé, a bondade, a honestidade e a fidelidade que grande parte dos espíritas têm, o mundo inteiro já estaria salvo e todos nós estaríamos vivendo num mundo de paz, amor e em plenitude da luz de Cristo e do Espírito Santo.

    Um abraço à todos!

  28. Com certeza se Chico tivesse
    Com certeza se Chico tivesse acesso a esse blog,iria agir do mesmo jeito quando era encarnado,sem dar importância.Deus nos deu livre arbítrio para acreditarmos no que achamos que é melhor,por isto devemos respeitar as pessoas e suas religiões.
    Padre Fábio nos deu um grande exemplo,quando foi questionado em uma entrevista,o que ele teria a dizer de Chico.Simplesmente ele disse:
    Como posso julgar uma pessoa que só fez o bem e a caridade.O que nos separa é somente a doutrina.
    Por isso meus irmãos vamos viver o bem e praticar a caridade,pois o que nos vai salvar é o que de bem praticamos.
    Nenhuma religião salva,se não praticar a caridade e o bem sem olhar a quem.
    Sou católica, mas admiro as boas obras independente de religião. Precisamos unirmos em oração, pois o mundo está clamando e precisa começar por nòs. Que menos precisamos é de guerra entre nós mesmo.Deus é único para todos independente da religião. Vamos semear a paz eu ,vc e o mundo precisa.Muita paz e luz a todos.

    • Com certeza se Chico tivesse

      Que Chico foi um homem do bem não resta dúvida, que foi um iludido também não. Chico Xavier deixou-se impregnar por fantasias mil e as repassou a admiradores. O que está em julgamento não é a pessoa de Chico (um homem bom, sem dúvida), mas o discurso de Chico, este eivado de superstições e devaneios.

    • Com certeza se Chico tivesse

      Que Chico foi um homem do bem não resta dúvida, que foi um iludido também não. Chico Xavier deixou-se impregnar por fantasias mil e as repassou a admiradores. O que está em julgamento não é a pessoa de Chico (um homem bom, sem dúvida), mas o discurso de Chico, este eivado de superstições e devaneios.

  29. Porque Chico faria o bem por ego?
    Esse artigo é realmente fajunto e desnecessario. Chico era uma pessoa autentica e caridosa, não queria nada em troca do bem que fazia e por qual motivo faria o bem aos outros por ego?? Quantas pessoas de má indole querendo difamar aos outros sem olharem a si mesmos e ainda se apoiarem em uma pessoa que nem sabemos se fala a verdade. O espiritismo é luz, nos faz querer sermos mais humildes, e posso garantir que nao a farsa nenhuma e outra o espiritismo respeita a opiniao de cada um e tem compaixao aqueles que precisam julgar para se sentirem melhores. Muita luz a vocês e sejam pessoas boas tanto quanto Chico, e vão aprender realmente sobre espiritismo antes de falar asneira

    1
    1
  30. Desinformado!
    A parte mais absurda do texto: “deu muito certo graças à ignorância e ao baixo nível educacional da maioria do povo deste país”
    Na certa vc se acha o brasileiro mais culto e inteligente, não?
    Vamos falar de verdades aqui, já que seu texto clama tanto por verdades?
    O povo inculto deste país, a grande maioria, não é espírita kardecista, ao contrário, a grande parte dos espíritas kardecistas deste país são as pessoas cultas e com as melhores condições de vida! Posso lhe assegurar que os pobres e incultos do Brasil, a maioria é evangélica. Eu sou pobre, moro em comunidade. Tenho bagagem e experiência para afirmar isso! Os kardecistas, a grande maioria, são as pessoas mais cultas e as que tem maiores condições de estudar! Antes de criticar uma religião, ou mesmo as cartas de Chico ou de qualquer outro medium, informe-se melhor! Quantos cultos de nosso país foram as portas de Chico?! Quantos jornalistas, médicos, engenheiros, escritores, artistas, músicos e tantos outros, foram as portas de Chico? Quantos destes não perderam parentes nenhum, e mesmo assim foram lá por motivos de trabalho e se renderam ao espiritismo kardecista? Posso citar alguns nomes, caso vc tenha preguiça de pesquisar! Ah, aliás, antes de jogar falácias na internet com finalidade de se promover com polêmicas, pesquise, leia, se informe melhor, tenha bagagem! A paz do senhor Jesus esteja contigo e que o Espírito de Verdade possa ajudá-lo a levantar o véu que cobre seus olhos materialista. Abraços!

  31. Que falta de amor no coração
    Meu irmão, se queres aparecer ou ser visto, escreva algo que ajude pessoas, fale de amor, de fé, de gratidão, de misericórdia, de caridade…ao invés de usar sua boca pra falar mal de pessoas ou suas crenças. Tenha a sua, respeite a dos outros.

  32. Simplificando o tema

    Boa noite

     

    Para simplificar, veja as credenciar morais e obras de Chico e de Waldo.

     

    Após esta avaliação cheguem a conclusão quem apresenta mais seriedade para falar destes assuntos e qual apesentava interesses.

     

    Abraços

  33. Concordo com o autor

    é obvio que essas cartas não são reais, não cientificamente, se alguém acredita, é unicamente baseado em fé, no imaginário.

    a maior e única pergunta sem resposta nesse mundo é se existe vida após a morte, se essas cartas fossem reais já teriamos essa comprovação.

    Não estou dizendo que não exista vida apos a morte, pode ser que exista, mas ninguem tem certeza.

    as pessoas são muito irracionais quando se envolve crenças e religiões.

     

    1
    1
  34. Espriitismo é farsa?
    Procurava uma frase espírita conhecida p enviar e encontrei esse artigo leviano.
    O autor para esboçar conhecomento cita algumas coisas sobre a doutrina, mas não conclui com lógica.
    Primeiro, a Doutrina Espirita está exposta para estudos de seu tripé cientifico, filosófico e religioso.
    Doutrina espirita está além fo mero fenômeno e respeita parâmetros científicos.
    Quem conhece a Doutrina não se expressa como nesse artigo o forjado para iludir.
    Que o autor fique em seu lugar de ignorância ou estude a doutrina como eu fiz.

  35. Espriitismo é farsa?
    Procurava uma frase espírita conhecida p enviar e encontrei esse artigo leviano.
    O autor para esboçar conhecomento cita algumas coisas sobre a doutrina, mas não conclui com lógica.
    Primeiro, a Doutrina Espirita está exposta para estudos de seu tripé cientifico, filosófico e religioso.
    Doutrina espirita está além fo mero fenômeno e respeita parâmetros científicos.
    Quem conhece a Doutrina não se expressa como nesse artigo o forjado para iludir.
    Que o autor fique em seu lugar de ignorância ou estude a doutrina como eu fiz.

  36. Tentou provar uma coisa, sem conseguir

    Eu admiro pessoas que procuram explicar, racionalmente esta ou aquela questão. Quando conseguem merecem aplausos e louvores. Mas, e quando não consegue fazer o que propõem?

    Este artigo aqui foi lá, veio cá, disse e desdisse. 

    Pelo menos não podemos dizer que o autor não goste de escrever. E olha que ele escreve horas e horas. Mas igualmente podemos passar horas e horas lendo artigos como estes apenas perdendo tempo.

    Sobre a questão de Waldo Vieira, que eu já assistir quando ele afirma o que consta acima, podemos perguntar: porque nos tempos atuais o mesmo Waldo é responsável por, segundo ele, uma ciência dentro da ciência, intitulada Projeciologia e Conscienciologia, em que pretende, segundo estudos comparativos provar a existência do mundo esíritual? Num outro vídeo o mesmo afirma que André Luiz, espírito que usou das mãos de Chico e do Waldo, teria lhe informado que ele teria que se afastar do espiritismo e fundar um centro de estudos, conforme o mesmo vem fazendo até os dias de hoje.

    Ora, não é dele a frase: “Não acredite em nada, nem mesmo nas informações expostas por quem diz saber. O inteligente é fazer pesquisas sobre os temas.” Waldo Vieira. 

    Quato às psicografias tidas pelas mãos de Chico Xavier, não foi atravez dele que um rapaz foi inocentado quando estava recebendo a culpa de ter matado seu amigo, tendo sido o espírito do falecido amigo à informar que o rapaz não era culpado e não devia ser culpabilizado pelo crime que lhes estavam imputando?

    Na verdade, e à bem da verdade, o autor desse artigo levantou algumas poeiras, intecionalmente, mas não confirmou nada do que se propôs, sendo fraco em seus argumentos que são quebrados com uma breve análise.

    É lamentável que artigos e textos, pobres como esses, ainda existam, chamando atenção e levando uma pleiade ao materialismo e à descrença.

    Se formos considerar cada paragrafo exposto aqui (seria uma perda de tempo) passariamos horas e horas.

    Mas, é necessário que assuntos como estes venham à tona de maneira à saber quem é quem no falar e expor verdades.

    Aos espíritas e médiuns, como eu, fica evidente que não há prova naqueles que tentam provar que esppiritos, comunicações, mundo espiritual, mediunidade, espiritualidade não existam.

    É importante ainda lembrar que embora tenha na doutrina um tríplice aspecto, religioso, filosófico e científico no espiritismo isso não dá o direito de alguns desavisados dizerem que espiritismo seja religião. 

  37. FAÇAM OS SEU PROPRIOS EXPERIMENTOS

    Hoje parece mais pacifico, que há universalidade de aceitação da clarividência, telepatia e premonição na comunidade científica, graças aos trabalhos estatísticos de Rhine https://pt.wikipedia.org/wiki/Joseph_Banks_Rhine

    Fato notório é que todos os indivíduos que apresentam alto índice de acerto estatístico para os experimentos citados no parágrafo anterior, afirmam quase sem exceção, que se comunicam com espíritos.

    A abordagem de Kardec foi qualitativa, pois as ferramentas estatísticas necessárias, ainda não estavam desenvolvidas na sua época, se estivessem, ele as teria usado.

    Isto é normal nas Ciências; a primeira abordagem não ser quantificável, entretanto sem quantificação, não há universalidade de aceitação. Os números são universais ao contrário da sensibilidade qualitativa. (Vide nota abaixo)

    Entretanto, já que os próprios fenômenos se identificaram como espíritos, um pesquisador sem preconceito dogmático, religioso ou materialista, aceitaria naturalmente esta hipótese de trabalho.

    Kardec aceitou as hipóteses qualitativamente e construiu todo um edifício doutrinário baseado nas seguintes hipóteses trazidas pelos espíritos:

    · Sobrevivência

    · Comunicação

    · Reencarnação dos espíritos

    Entretanto toda teoria, em seu fundamentos, para aceitar certas hipóteses de trabalho, precisa de crenças, para trabalhar explicativamente com estas hipóteses, necessário portanto, ter em seu paradigma pelo menos três crenças fundamentos indemonstráveis e irredutíveis, pelo menos neste momento:

    · Deus (manifestado por leis)

    · Espírito (como princípio inteligente)

    · Matéria (tudo que fere aos sentidos comuns ou extra-sensoriais)

    Analogamente o eletromagnetismo a gravitação, para poder explicar alguma coisa, precisa em seus fundamentos a crença de que existe o campo eletromagnético ou gravitacional.

    A questão que se coloca a construção do conhecimento espírita é como construir um conhecimento baseados em faculdades que variam de indivíduo para indivíduo e apresenta enorme flutuação dependendo de inúmeras variáveis?

    Antecipadamente agradecido pela atenção e comentários e correções.

    Nota 1:Já que abordagem qualitativa, não traz aceitação universal, mas traz convicção pessoal, recomendo a todos que tem dúvidas que façam os seus experimentos:

    Já se comunicou com os espíritos? Já gravou EVP? Eu já, porem funcionou não como queria, mas como merecia, mas foi o suficiente.

    Nota 2:Já ouvi de dogmático materialista que não recomenda este experimentos por ser fácil de se fazer a si mesmo de tolo.
    Também já ouvi dogmático religioso negar a existência do fato ou dar outra explicação, porém a maioria prefere atribuir ao demônio, que está tentando enganar e se passar por um espírito do bem.
    O caso apresenta alguma semelhança entre o telescópio de Galileu e seus amigos que não tinham interesse em observar e desqualificavam a ferramenta.
    Nós espíritas, pelas razões de Moisés na Bíblia, não somos favoráveis ao contato com os espíritos por motivo fútil. Entretanto não creio que obter evidencias que resultem o desenvolvimento da sua fé seja o caso.

  38. FAÇAM OS SEUS PROPRIOS EXPERIMENTOS

    Hoje parece mais pacifico, que há universalidade de aceitação da clarividência, telepatia e premonição na comunidade científica, graças aos trabalhos estatísticos de Rhine https://pt.wikipedia.org/wiki/Joseph_Banks_Rhine

    Fato notório é que todos os indivíduos que apresentam alto índice de acerto estatístico para os experimentos citados no parágrafo anterior, afirmam quase sem exceção, que se comunicam com espíritos.

    A abordagem de Kardec foi qualitativa, pois as ferramentas estatísticas necessárias, ainda não estavam desenvolvidas na sua época, se estivessem, ele as teria usado.

    Isto é normal nas Ciências; a primeira abordagem não ser quantificável, entretanto sem quantificação, não há universalidade de aceitação. Os números são universais ao contrário da sensibilidade qualitativa. (Vide nota abaixo)

    Entretanto, já que os próprios fenômenos se identificaram como espíritos, um pesquisador sem preconceito dogmático, religioso ou materialista, aceitaria naturalmente esta hipótese de trabalho.

    Kardec aceitou as hipóteses qualitativamente e construiu todo um edifício doutrinário baseado nas seguintes hipóteses trazidas pelos espíritos:

    · Sobrevivência

    · Comunicação

    · Reencarnação dos espíritos

    Entretanto toda teoria, em seu fundamentos, para aceitar certas hipóteses de trabalho, precisa de crenças, para trabalhar explicativamente com estas hipóteses, necessário portanto, ter em seu paradigma pelo menos três crenças fundamentos indemonstráveis e irredutíveis, pelo menos neste momento:

    · Deus (manifestado por leis)

    · Espírito (como princípio inteligente)

    · Matéria (tudo que fere aos sentidos comuns ou extra-sensoriais)

    Analogamente o eletromagnetismo a gravitação, para poder explicar alguma coisa, precisa em seus fundamentos a crença de que existe o campo eletromagnético ou gravitacional.

    A questão que se coloca a construção do conhecimento espírita é como construir um conhecimento baseados em faculdades que variam de indivíduo para indivíduo e apresenta enorme flutuação dependendo de inúmeras variáveis?

    Antecipadamente agradecido pela atenção e comentários e correções.

    Nota 1:Já que abordagem qualitativa, não traz aceitação universal, mas traz convicção pessoal, recomendo a todos que tem dúvidas que façam os seus experimentos:

    Já se comunicou com os espíritos? Já gravou EVP? Eu já, porem funcionou não como queria, mas como merecia, mas foi o suficiente.

    Nota 2:Já ouvi de dogmático materialista que não recomenda este experimentos por ser fácil de se fazer a si mesmo de tolo.
    Também já ouvi dogmático religioso negar a existência do fato ou dar outra explicação, porém a maioria prefere atribuir ao demônio, que está tentando enganar e se passar por um espírito do bem.
    O caso apresenta alguma semelhança entre o telescópio de Galileu e seus amigos que não tinham interesse em observar e desqualificavam a ferramenta.
    Nós espíritas, pelas razões de Moisés na Bíblia, não somos favoráveis ao contato com os espíritos por motivo fútil. Entretanto não creio que obter evidencias que resultem o desenvolvimento da sua fé seja o caso.

    • boa tarde , sr. Mario

      Um trabalho cientifico para ser universalmente aceito deve ser reproduzido de forma independente pelos seus pares, o que não é o caso do trabalho de Joseph Banks Rhine. Além disso há criticas de possíveis manipulações de dados pelos seus assistentes.

      Outro grave erro conceitual e de interpretação aparente no seu texto é o de que seria necessario alguma fé para se acreditar nos campos eletromagneticos e gravitacionais. Tais “campos” podem ser analisados , medidos e estudados em qualquer laboratório minimamente equipado no planeta Terra , na lua ou em qualquer canto do universo. Algo que o espiritismo não é capaz de oferecer .

      abraço.

  39. Muito infeliz a matéria. O

    Muito infeliz a matéria. O autor não conhece o assunto e tenta convencer sobre seu ponto de vista. Eu conheço o espiritismo e posso afirmar que não há charlatanismo. Muito pelo contrário, o que há é o desenvolvimento dos ensinamentos do Cristo. Amor e caridade!!!

  40. Só quem conhece sabe.

    Muito infeliz a matéria. O autor não conhece o assunto e tenta convencer sobre seu ponto de vista. Eu conheço o espiritismo e posso afirmar que não há charlatanismo. Muito pelo contrário, o que há é o desenvolvimento dos ensinamentos do Cristo. Amor e caridade!!!

    • espiritismo

      amigo, eu conheço o espiritismo e há charlatanice sim!…

      este culto tem em sua base a maior charlatanice de todos os tempos!…

      o interlocutor começou-me por dizer que eu estava a ser seguido por uma camioneta cheia de obsessores e que eu tinha sido dos maiores manipuladores da História?…quem está aqui a manipular afinal?…

      os fracos de espirito vão para esses cultos, infelizmente pela falta de cultura e conhecimento, vão por uma necessidade espiritual e deparam-se com gente sem escrupulos que lhe incutem valores irracionais!…

      Bem Hajam e que Deus vos ilumine e vos leve a caminho da Luz mas por meios da fé e não da mentira!…

      abraço fraterno 

  41. A farsa do espiritismo MARCELO CASTRO

    ESSES ESCRITOS SÃO UMA FARSA ISSO SIM.

    QUEM ESCREVEU QUER APENAS DENEGRIR A IMAGEM DE CHICO XAVIER E A DOUTRINA ESPÍRITA.

     

    NA REALIDADE É UM ATEU, UM DESCRENTE, OU UM FALSO EVANGPELICO QUE SE ACHA SUPERIOR A TODAS AS RELIGIÕES, AFINAL A RELIGIÃO FOI CRIADA PELO HOMEM, A MAIORIA DAS COISAS, CONSTANTINO, O CRIADOR DO CRSTIANISMO INEVNTOU.

    PORTANTO AS RELIGIÕES SÃO INVENÇÕES DO HOMEM, A COMEÇA PELA MAIS MENTIROSA O JUADÍSMO, UMA RELIGIÃO PARA OS ESCRAVOS DO EGITO, PVO SEM PÁTRIA, SEM TERRA, APENAS ESCRAVOS.

    DAÍ CRIAR HERÓIS, PARA DOMINAR O POVO E TORNÁ-LOS APÁTICOS ESPERANDO QUE O SEU DEUS RESOLVA TUDO, QUE TUDO VAI MELHORAR, QUE DANDO DINHEIRO DEUS VAI DAR EM DOBRO, ETC.

     

    Waldo Vieira, Dr. (Monte Carmelo12 de abril de 1932 — Foz do Iguaçu2 de julho de 2015) foi um médicomédium e autor brasileiro, mais conhecido por ser o propositor da Conscienciologia e da Projeciologia.[1][2]

     

    Biografia[editar | editar código-fonte]

    Infância, juventude e parceria com Chico Xavier[editar | editar código-fonte]

    Já na sua infância Vieira supostamente começa a ter suas primeiras manifestações mediúnicas,[3] tornando-se consequentemente adepto do Espiritismo. Afirma-se que sua primeira projeção consciente ocorrera com nove anos de idade.[4]

    Na juventude se radica em Uberaba, onde se gradua em Medicina e Odontologia.[5] Posteriormente tornar-se-ia também médico pós-graduado em plástica e cosmética (ambos em Tóquio, Japão).[6] Quando ainda estudante (1955) conhece pessoalmente o médium Chico Xavier e juntos desenvolvem nos anos 1950-60 trabalho mediúnico em conjunto no centro espírita “Comunhão Espírita Cristã”,[2] que fundaram em Uberaba. Tal parceria resulta na publicação de diversos livros e estudos espíritas, mais notadamente em livros psicografados da Série André Luiz. Juntos também exerceram função de médium em sessões de psicografia de cartas e trabalho voluntário de distribuição de mantimentos a multidões de pessoas carentes.[7][8]

    Entre 1964 e 1968, o renomado quadrinista Messias de Mello adaptou seis contos psicografados por Vieira e Xavier. As HQs foram republicadas em um álbum em 2011.[9][10]

    Em 1965,[11] Vieira e Xavier viajaram para WashingtonEstados Unidos, a fim de divulgar o Espiritismo no exterior. Com a ajuda de Salim Salomão Haddad, presidente do centro Christian Spirit Center, e sua esposa Phillis, estudaram inglês e lançaram o livro Ideal Espírita, com o nome de The World of The Spirits.

    Trabalhos solo como médium espírita[editar | editar código-fonte]

    Como médium espírita, psicografa sozinho os seguintes livros: Conduta Espírita, de André Luiz (FEB, 1960), Bem-Aventurados os Simples, de Valerium (FEB, 1962), Cristo Espera por Ti,[2] de Honoré de Balzac (IDE, 1965), De Coração Para Coração, de Maria Celeste (FEB, 1962), Seareiros de Volta, de diversos espíritos (FEB, 1966), Sonetos de Vida e de Luz, também de diversos espíritos (IDE, 1966), Sol nas Almas, de André Luiz (CEC, 1964) e Técnica de Viver, de Kelvin van Dine (CEC, 1967).

    Estudos da consciência e desligamento do Espiritismo[editar | editar código-fonte]

     Alegoria esboçando a projeção da consciência, fenômeno que Vieira estudou durante décadas.

    Em 1966 Vieira se muda para o município do Rio de Janeiro, desligando-se do centro “Comunhão Espírita Cristã”. Ao mesmo tempo torna-se um dissidente do Espiritismo e decide se dedicar à pesquisa da experiência fora-do-corpo (ou projeção da consciência), fenômeno que considera chave para o desenvolvimento integral da consciência. Torna-se membro de duas das mais importantes organizações de pesquisa parapsicológica do mundo, a estadunidense ASPR (American Society for Psychical Research) e a britânica SPR (Society for Psychical Research).[12]

    Em 1979 lança o livro Projeções da Consciência: Diário de Experiências Fora do Corpo Humano, atraindo a atenção dos interessados na Projeciologia, para em 1981 co-fundar o “Centro da Consciência Contínua”, dedicado a pesquisa das experiências fora-do-corpo e estados alterados de consciência. Em 1986 lança o tratado Projeciologia: Panorama das Experiências da Consciência Fora do Corpo Humano,[13] com a primeira edição de 5000 exemplares, distribuída gratuitamente entre pesquisadores e bibliotecas do país e do exterior. O tratado consiste em uma exaustiva pesquisa (mais de 1900 referências bibliográficas de 37 países) que chancela o estudo sério e científico sobre o assunto. Tal tratado fundamenta também os estudos da Projeciologia e Conscienciologia e é considerado hoje a principal obra brasileira sobre projeções da consciência. Ao longo dos anos Vieira também montou uma considerável biblioteca sobre a projeção da consciência e relacionados, incluindo milhares de referências populares e científicas na temática.[1]

    Em 1988[14] Vieira co-funda o Instituto Internacional de Projeciologia e Conscienciologia (IIPC) (IIP até 1994),[4] no Rio de Janeiro. Uma organização sem fins lucrativos voltada ao ensino e pesquisa da consciência em abordagem integral da personalidade. Ele também presidiu a instituição entre 1988 e 1999, sendo que no final deste período o IIPC foi reconhecido como instituição de Utilidade Pública Federal (UPF).[15] Em 1994 Vieira publica mais um tratado chamado 700 Experimentos de Conscienciologia. Através deste a Conscienciologia pôde ser descrita de maneira mais detalhada.[carece de fontes]

    Em 2001 Vieira foi incluído na publicação inglesa Who’s Who in the 21st Century, editada pelo International Biographical Centre.[16]

    Waldo Vieira também é conhecido como um dos maiores colecionadores de histórias em quadrinhos do país e doou sua coleção pessoal para o Centro de Altos Estudos da Conscienciologia (CEAEC).[9][10][17]

    CEAEC e atividades atuais[editar | editar código-fonte]

    Waldo Vieira passou a residir no Centro de Altos Estudos da Conscienciologia (CEAEC), localizado no bairro Cognópolis (também apelidado de Cidade do Conhecimento ou Bairro do Saber)[5][18][18] em Foz do Iguaçu. Entre outras atividades, se dedicava à produção da Enciclopédia da Conscienciologia e dicionários relacionados ao tema.[19]

    Waldo Vieira sofreu um AVC em 25 de junho de 2015, vindo a falecer em 2 de julho de 2015, aos 83 anos, no hospital Ministro Costa Cavalcanti, em Foz do Iguaçu.[20]

     

  42. É farsa Mesmo !

    Excelente texto é tudo uma grande farsa, pois esta comunicação não existe.

    Pegam pessoas insipientes e mostram que são os reis da comunicação com os mortos.

    Pior é quando aparece um médico ou advogado e pensam também que são experts. Um médico não consegue nem curar um paciente na vida material quanto mais querer adentrar no mundo espiritual.

    Eu coloco os médicos também no mesmo nível de charlatanismo do espiritismo isso até rimou,

    Se os médicos fossem tão capazes quanto pensam ser curariam doenças tais como:Leucemia Mielóide Aguda por exemplo.

    Enfim, esta comunicação com os mortos é uma grande farsa que só serve para enriquecer a conta bancária de alguns espertos.

     

     

     

     

     

    1
    1
  43. Não é bem assim

    A ciência e as experiências mediúnicas de psicografias – Estudo inédito investigou o cérebro de médiuns brasileiros com prática em psicografia

    Alexander Moreira-Almeida, Julio Fernando Prieto Peres, Leonardo Caixeta, Frederico Leão e Andrew Newberg

    Um estudo inédito realizado por cientistas do Brasil e dos Estados Unidos investigou o cérebro de médiuns brasileiros com prática em psicografia (capacidade de escrever mensagens que seriam ditadas por espíritos) durante o estado de transe e também fora dele. Os pesquisadores usaram modernas técnicas e equipamentos de última geração para examinar a questionável e controversa experiência de comunicação com os mortos. A discussão indica que o cérebro dos submetidos à análise funciona de modo diferente. O fato de que os indivíduos escreveram conteúdos complexos, apesar de menor ativação cerebral em estado de transe dissociativo, sugere que eles não estavam só relaxados, e o relaxamento parece uma explicação improvável para a subativação que se verificou em áreas cerebrais relacionadas ao processamento cognitivo.

    No entanto, afirmam os pesquisadores, esses achados merecem mais investigação, tanto em termos de replicação como de hipóteses explicativas. Participaram da pesquisa, realizada na cidade da Filadélfia, nos Estados Unidos, os cientistas Julio Peres, Alexander Moreira-Almeida, Leonardo Caixeta, Frederico Leão e Andrew Newberg. O artigo, a seguir, foi originalmente publicado na revista PLoS ONE, em 16 de novembro de 2012, que autorizou a publicação, na versão em português, em Inovação!Brasileiros. 
    Para ler o estudo no formato original em inglês, acesse:
    http://www.plosone.org/article/info%3Adoi%2F10. 1371%2Fjournal.pone.0049360.

     

     

  44. São inúmeras as fraudes atribuídas a Chico Xavier.

    São inúmeras as fraudes atribuídas ao princípio da psicografia de Chico Xavier. Se examinarmos corretamente sua literatura psicográfica veremos que os textos ali citados são caricaturas pobres dos reais autores históricos. O pensamento das psicografias (de Chico Xavier) é absolutamente indigno ao pensamento dos autores a quem são imputados; a forma em geral e a técnica poética, ainda piores. Sem contar os inúmeros casos de paródia e repetição de temas, frases inteiras, versos, além obviamente, de plágios. – “Recomendo, irmãos, que tomem cuidado com aqueles que causam divisões e põem obstáculos ao ensino que vocês têm recebido. Afastem-se deles. Pois essas pessoas não estão servindo a Cristo, nosso Senhor, mas a seus próprios apetites. Mediante palavras suaves e bajulação, enganam o coração dos ingênuos.” (Romanos 16, 17-18) – “Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.” (2°Timóteo 4, 3-4).

  45. Seu texto é leviano

    Refaça seus conceitos ou pelo menos pesquise antes de apenas expôr sua opinião. O que você pensa pouco importa, gostaria de saber sobre sua pesquisa, você pesquisou? Sua opinião, blá blá blá 

  46. Obra do Chico Xavier

    Então o que você fala é que Chico Xavier foi um farsante ? Escreveu mais de 300 livros e toda renda foi revertida para o social a troco de que ? Nunca vi ele com carrões, casas, ou de terno, mostrando o mínimo gesto de ostentação.

    Amigo, com todo respeito do mundo, mas acho que antes de criticar o trabalho de alguém (tão grandioso como foi o de Chico) devemos primeiramente analisar a nossa própria obra. Um pintor critica o trabalho de outro porque ele já pinto antes sabe como pintar. Ponha a mão na consciência, olha o tanto de gente que se beneficiou com o trabalho incomparável pelo próximo.

    Portanto, critique negativamente quando acreditar que a sua obra na terra possa ter sido melhor.

    Neste exato momento quero pedir amparo a ti. Que Deus tenha misericórdia de ti e que sua consciência não lhe cobre duras penas por criticar negativamente o trabalho de um dos maiores amparadores aos necessitados que já tivemos no nosso Brasil.

    Espiritismo é muito mais do que apenas uma religião. É a terceira revelação. É a luz para a humanidade.
    Todas as religiões no nosso Brasil são benéficas, mesmo que muitas vezes sirva apenas como “freio moral” para a humanidade, inclusive a espírita (apesar de não compartilhar da “fé cega”). 

    Quanto às questões científicas e filosóficas, não cabe a mim avaliar.

     

  47. Pessoas boas

    Sabe quem é bom, Edir Macedo, Apóstolo Valdomiro, RR Soares, o mundo tá cheio de gente boa e verdadeira com o único intuito de ajudar as pessoas, quantas mães encontraram a paz com essas cartas,  garanto que mesmo que se fossem inventadas, gastaram bem menos do que com remédios, psicólogos, etc.  Além do mais o referido escritor deveria frequentar um centro espirita por alguns anos e ver a dedicação das pessoas que trabalham nesse locais, deixam o conforto de suas casas com a intenção de ajudar o próximo sem receber um centavo por isso, acredito que não falaria tanta besteira.

    • QUEM NÃO SABE NÃO FALE

      As pessoas que nunca frequentaram um centro não sabem o que é. Sou católico de formação, batizado, primeira comunhão, crismado. Hoje em dia sou cardecista. Acredito na doutrina. Estou estudando. A base da doutrina é se doar para os outros sem levar qualquer vantagem. Quando digo se doar, não é financeramente. Uma palavra de amor, um carinho, sei lá, qualquer palavra de incentivo que leve a pessoa a compreender a vida.  INDEPENDENTE DA RELIGIÃO, TODOS TEMOS QUE NOS DOAR PELO PRÓXIMO. SIMPLES E OBJETIVO.

      1
      1
      • Espiritismo e a mente humana

        Honestamente, como é triste constatar como as pessoas adoram ser enganadas. Crer nisso é diinuir-se. É não ter fé no seu próprio poder interior e acreditar que uma entidade metafísica possa te ajudar. Ora, seguindo o próprio pensamento espírita, somos espíritos também. Neste mundo tridimensional de fenômenos (material) somos mais do que os espíritos que utilizam-se de corpos vivos para “fazer o bem” . Ora, nós somos mais que eles porque somos “corpo e espírito”. E a pergunta que não quer calar: POR QUE ESSES ESPÍRITOS NÃO RENASCEM E AJUDAM O MUNDO? Se querem ser enganados e manipulados, que assim seja. Eu estou fora.

  48. Chico Xavier
    Se Chico Xavier não fosse um farsante, nunca diria que psicografava, principalmente por Emmanuel, senador romano dos tempos de Cristo…A questão é que, dado a natureza da doutrina espírita e de outras práticas espiritualistas, certos distúrbios neuropsiquiátricos e suas características associadas, podem ser vistas como “positivas”. Estas doutrinas podem mesmo fornecer um ambiente acolhedor em que alucinações podem ser facilmente integradas (e até fortalecer) as convicções dos envolvidos. É um ambiente que pode tornar estas alterações neurológicas um fator de bom ajustamento social e não de discriminação e segregação. O próprio sobrinho de Chico Xavier, Amaury Pena, disse que foi treinado pelo tio para psicografar, porque estava sendo preparado para ser seu substituto. Infelizmente, como todos sabem, Amaury morreu em um acidente de carro. Psicografar é uma escrita inconsciente, automática. Se Chico Xavier não fosse um farsante, nunca diria que psicografava, principalmente por Emmanuel, senador romano dos tempos de Cristo. Naquela época nenhum senador romano poderia se chamar Emmanuel, um nome católico-cristão, que significa ”Deus-conosco”. Além disso, se Chico Xavier tivesse psicografado um senador romano dos tempos de Cristo, então ele escreveria em latim, sua escrita corrente.

  49. Moral e amor

    Claro que existe charlatanismo no espiritismo, como tudo e todos os lugares, pois temos muito a evoluir. Mas não podemos crucificar uma doutrina que prega a reforma íntima, a caridade e a justiça só porque você não concorda com ela. A verdade chegará. Sejam pessoas boas com seu próximo, isso basta, você não precisa acreditar nos espíritos, apenas seja bom.

     

  50. Sobre o espiritismo.
    Uma característica do espiritismo semelhante a Jesus é que ambos nos instigam a pensar.
    A busca do conhecimento nos leva à evolução. Não se deve aceitar o que é dito sem pesquisa ou com “viseiras” que limitam nossa cultura.
    Leiam e entendam. Troquem informações com a devida gana pelo conhecimento. Sim, contestem, mas se deem o direito de conhecer o novo.
    Amplie seu olhar de possibilidades vai ver o quão grande é o universo da sabedoria.

    Luz e paz

  51. Chico Xavier

    É uma farsa mesmo. O crítico literário Osório Borba, a pedido do ”Diário de Minas” (10-VIII-58) resume assim sua perícia crítica, apoiado também no II Congresso Brasileiro de Escritores (1947): ”Levo anos e anos pesquisando. Catei números defeitos de várias espécies, essenciais ou de forma. A conclusão de minha perícia é totalmente negativa. Aqueles escritos mediúnicos, por quem quer que conheça alguma coisa de poesia ou literatura, não podem ser tidos como de autoria dos grandes poetas e escritores a quem são atribuídos. Autores de linguagem impecável em vida, aparecem assinando coisas imperfeitíssimas como linguagem e técnica poética. Os poetas “desencarnados” se repetem e se parodiam, a todo momento, nos trabalhos que lhes atribuem “mediunicamente”. Por exemplo Antero de Quental plagiando (!) em idéia e até em detalhes, literalmente um soneto de Augusto dos Santos. Chico Xavier é um produto (falso) da Globo.

  52. O video está editado, o Waldo

    O video está editado, o Waldo fala de outro picaretas e não de Chico, isso tira qualquer credibilidade argumento contido no texto, já assistir o video original que é bem maior.

    Mas, de qualquer forma,não acredito nessas cartas de maneira geral, no entanto, não acho que seja algo prejudicial, já vi depoimentos de muitas mães que entraram em depressão e viviam em uma angustia e ao receberem essas cartas era um alivio, como se tirassem o peso das costa, era o filho dizendo que estava bem. é um sopro de vida para essas mães, um fio de esperança, que mal a nisso? A gente tbm não mente pros nossos filhos falando sobre o papai Noel? Uma mentira que te traga algum alivio ou consolo não pode se tão ruim. principalmente quando falamos em um medio como o Chico, que doava tudo que recebia e vivia da forma mais humilde possivel, e essa é uma caracteristica de quasse todods os espiritas, claro que existe alguns atras de dinheiro, mas, a maioria ajuda muitas obras de caridade e vc falando de espiritas já ajudou alguém?

    Não sou espirita,  nunca fui, mas, reconheço que eles costumam ser, os mais voltados a fazerem o bem sem nenhum julgamento, apesar de haver algumas maças podres no meio.

  53. Espiritismo e a mente humana

    Honestamente, como é triste constatar como as pessoas adoram ser enganadas. Crer nisso é diinuir-se. É não ter fé no seu próprio poder interior e acreditar que uma entidade metafísica possa te ajudar.  Ora, seguindo o próprio pensamento espírita, somos espíritos também. Neste mundo tridimensional de fenômenos (material) somos mais do  que os espíritos que utilizam-se de corpos vivos para “fazer o bem” . Ora, nós somos mais que eles porque somos “corpo e espírito”. E a pergunta que não quer calar: POR QUE ESSES ESPÍRITOS NÃO RENASCEM E AJUDAM O MUNDO?  Se querem ser enganados e manipulados, que assim seja. Eu estou fora.

  54. Chico não usuasava de luxos,

    Chico não usuasava de luxos, mas da vaidade. A demais a sua volta viveram os asseclas que ganharam com isso. Chico padecia de disturbio mental certamente e foi mantido asisim pelos espertos a sua volta.Juantando isso com a necessidade de ouvir um consolo esta pronta a formula do engodo. Simples assim.

  55. Reafirmando o espiritismo

    A etiqueta nas relações com o mundo extra-corpóreo envolve algumas regras: Nunca se deve falar ou escrever aquilo que ninguem autorizou; nunca se deve ganhar dinheiro algum com isto, nem pra fim de reeembolso. O Periespírito que costummos ver nada mais é que matéria sob forma muitas vezes incomprensível. Meu saudoso sogro, que já sabia que iria para outra dimensão, fez um trato comigo. Após desencarnar iria puxar uma das pernas. Pedi que fosse as duas para ter certeza. E assim foi feito para alegria minha. Pois deste então tenho certeza que ha´vida além destea. Tenho certeza que há mesmo que Marcelo Castro não acredite. Psicografar é algo que beira o inusitado, o incompreensível. E por quê? Porque o medium é apenas um instrumento E ser instrumento não lhe dá direito de fazer consideraçoes a respeito. Mas apenas a obrigação de se-lo. Nada mais! Nenhum pendor, nenhum reconhecimento. Um nada. Ou seja, a alegria de ver e atestar que existe vida além desta. Um dia, sei que você Marcelo Castro. mudará de idéia. Pela redaçao percebo que tens alguma dúvida. É até natural te-las. Nada pode ser totalmente esclarecido sem que tenhas terminado seua caminhada terrena. Mas com certeza , a verdade aparecerá. Esperoq ue nao seja alguém puxando suas pernas. Mas as forças sutis da realidade grandiosa da providencia divina trabalham em nós todo o tempo para o nosso aperfeiçoamento. Tanto bate, até que fura!!! Pode ter certeza, amigo, as portas estão lá. Tem que colocar a mão na maçaneta para descobrires este maravilhoso mundo espírita. Nem precisa invocá-los. Eles virão até você. Ja estão do seu lado, fazendo-o questionar este próprio mundo.

  56. Reafirmando o espiritismo

    A etiqueta nas relações com o mundo extra-corpóreo envolve algumas regras: Nunca se deve falar ou escrever aquilo que ninguem autorizou; nunca se deve ganhar dinheiro algum com isto, nem pra fim de reeembolso. O Periespírito que costummos ver nada mais é que matéria sob forma muitas vezes incomprensível. Meu saudoso sogro, que já sabia que iria para outra dimensão, fez um trato comigo. Após desencarnar iria puxar uma das pernas. Pedi que fosse as duas para ter certeza. E assim foi feito para alegria minha. Pois deste então tenho certeza que ha´vida além destea. Tenho certeza que há mesmo que Marcelo Castro não acredite. Psicografar é algo que beira o inusitado, o incompreensível. E por quê? Porque o medium é apenas um instrumento E ser instrumento não lhe dá direito de fazer consideraçoes a respeito. Mas apenas a obrigação de se-lo. Nada mais! Nenhum pendor, nenhum reconhecimento. Um nada. Ou seja, a alegria de ver e atestar que existe vida além desta. Um dia, sei que você Marcelo Castro. mudará de idéia. Pela redaçao percebo que tens alguma dúvida. É até natural te-las. Nada pode ser totalmente esclarecido sem que tenhas terminado seua caminhada terrena. Mas com certeza , a verdade aparecerá. Esperoq ue nao seja alguém puxando suas pernas. Mas as forças sutis da realidade grandiosa da providencia divina trabalham em nós todo o tempo para o nosso aperfeiçoamento. Tanto bate, até que fura!!! Pode ter certeza, amigo, as portas estão lá. Tem que colocar a mão na maçaneta para descobrires este maravilhoso mundo espírita. Nem precisa invocá-los. Eles virão até você. Ja estão do seu lado, fazendo-o questionar este próprio mundo. A evangelização é um dos instrumentos do Kardecismo. Ele é amplo e quando você conseguir demonstrar seriedade na sua procura, creia-me amigo, que as respostas virão e o deixarão perplexo pois não estamos s´sós somente entre vivos mas acompanhados por algo divino, superior, uma falange do bem que vem trabalhar por aqui, para ajudar a combater o mal e prevalecer o amor de Cristo. Pode ter certeza que estão entre nós, nossos entes queridos, as pessoas que tivemos laços anteriores e com as quais plantamos amor e sentimos saudades. É mais compum do que se dviulga!

     

  57. Reafirmando o espiritismo

    A etiqueta nas relações com o mundo extra-corpóreo envolve algumas regras: Nunca se deve falar ou escrever aquilo que ninguem autorizou; nunca se deve ganhar dinheiro algum com isto, nem pra fim de reeembolso. O Periespírito que costummos ver nada mais é que matéria sob forma muitas vezes incomprensível. Meu saudoso sogro, que já sabia que iria para outra dimensão, fez um trato comigo. Após desencarnar iria puxar uma das pernas. Pedi que fosse as duas para ter certeza. E assim foi feito para alegria minha. Pois deste então tenho certeza que ha´vida além destea. Tenho certeza que há mesmo que Marcelo Castro não acredite. Psicografar é algo que beira o inusitado, o incompreensível. E por quê? Porque o medium é apenas um instrumento E ser instrumento não lhe dá direito de fazer consideraçoes a respeito. Mas apenas a obrigação de se-lo. Nada mais! Nenhum pendor, nenhum reconhecimento. Um nada. Ou seja, a alegria de ver e atestar que existe vida além desta. Um dia, sei que você Marcelo Castro. mudará de idéia. Pela redaçao percebo que tens alguma dúvida. É até natural te-las. Nada pode ser totalmente esclarecido sem que tenhas terminado seua caminhada terrena. Mas com certeza , a verdade aparecerá. Esperoq ue nao seja alguém puxando suas pernas. Mas as forças sutis da realidade grandiosa da providencia divina trabalham em nós todo o tempo para o nosso aperfeiçoamento. Tanto bate, até que fura!!! Pode ter certeza, amigo, as portas estão lá. Tem que colocar a mão na maçaneta para descobrires este maravilhoso mundo espírita. Nem precisa invocá-los. Eles virão até você. Ja estão do seu lado, fazendo-o questionar este próprio mundo. A evangelização é um dos instrumentos do Kardecismo. Ele é amplo e quando você conseguir demonstrar seriedade na sua procura, creia-me amigo, que as respostas virão e o deixarão perplexo pois não estamos s´sós somente entre vivos mas acompanhados por algo divino, superior, uma falange do bem que vem trabalhar por aqui, para ajudar a combater o mal e prevalecer o amor de Cristo. Pode ter certeza que estão entre nós, nossos entes queridos, as pessoas que tivemos laços anteriores e com as quais plantamos amor e sentimos saudades. É mais compum do que se dviulga!

     

  58. Artigo ridículo, como tantas pessoas ocupariam o seu tempo com uma atividade sem fins lucrativos, se não fosse por puro altruísmo e fé. Reproduzindo os ensinamentos de Jesus, pregando, a ética nas relações interpessoais, o amor, a compreensão, a caridade (não só a material), a doação de si para ajudar a todos sem preconceitos…É muita falta do que fazer… por que não ocupa o seu tempo com algo mais altruísta como nós os espíritas egocêntricos (isso na sua visão pequena é claro). Um espírito mais evoluído, nem se daria ao trabalho de comentar tal absurdo, mas eu, bem ainda não sou tão evoluída assim, então…

    • Mas ser menos agressivo com as palavras tbm faz parte dos ensinamentos religiosos… Tá vendo, a pessoa diz que entende mas não pratica. Aí não vale. Prefiro continuar ateu. Deu muito trabalho ler e me informar ao longo de 20 anos pra voltar atrás e ter uma visão fantasiosa e sobrenatural. Paz? Sim!!! rss
      (Detalhe: fui kardecista até os 30)

  59. Só por Deus!!!!!! Quanta falta de conhecimento!! Esses comentários demonstram a total ignorância da criatura que escreveu! Além de ser um insulto ao bom senso de milhões de pessoas!! Demonstra uma ignorância infinita de fatos básicos, cientificamente comprovados!!! Perdeu uma excelente oportunidade de permanecer calado na sua cavalar ignorância!!!!

  60. Este texto é um festival de imbecilidade de um idiota que tem o atrevimento de falar sobre aquilo que desconhece (como todos os idiotas). Se este idiota lesse por exemplo a obra psicografada de Fernando de Lacerda, nomeadamente o Eça de Queirós Póstumo, metia a viola no saco da estupidez. Onde é que um homem de medianíssima cultura como Fernando de Lacerda ou Chico Xavier terão ido buscar a páginas de literatura brilhante que qualquer pessoa de boa-fé pode confirmar? Onde, senão na hipótese espírita, está uma explicação melhor? Na Quevedologia, que “explica” tudo pelo subconsciente? Desconhecerá este idiota o trabalho de tantos cientistas que comprovam a imortalidade da alma e a comunicabilidade dos Espíritos (até um Prémio Nobel e outro que não o recebeu por se recusar a abjurar a hipótese espírita)? Sem ler a Codificação Espírita, sem a estudar, ninguém tem autoridade mínima para se pronunciar. Resta-me referir que não sou espírita, mas as asserções espíritas sobre a mediunidade estão correctíssimas. A alma é imortal, os Espíritos comunicam-se, a reencarnação é um facto, existe vida fora da Terra.

  61. Lamentável que uma pessoa que conhece superficialmente o espiritismo escreva um texto tão descolado da realidade do que venha a ser a doutrina espírita e a psicografia. Em 20 anos estudando o espiritismo posso afirmar que o texto não estão fundamentadas no que realmente é a doutrina espírita. Poderia comentar cada parte do texto, mas Jesus já nos ensinou na parábola do semeador que devemos procurar divulgar seus ensinamentos àqueles que estão buscando evoluir. Ou nesta passagem de Marcos, 2:17 “E Jesus, tendo ouvido isto, disse-lhes: Os sãos não necessitam de médico, mas, sim, os que estão doentes; eu não vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores ao arrependimento.” O espiritismo não é proselitista, apenas busca ampliar nossa compreensão sobre o sentido da vida e o que podemos fazer para nos harmonizar com as leis naturais que regem o universo. Que Deus continue lhe abençoando e iluminando seu caminho. Muita paz.

  62. Fico extremamente impressionado com o fato dessas pessoas saberem tanto sobre esse tema tão íngreme. Eu, por exemplo, quando era católico, já tive uma passagem na minha vida ( estou com 80 anos e o fato ocorreu quando eu tinha 15) que jamais esquecerei. Eu, sozinho, no edifício dos correios, em Campinas(SP), perto do meio-dia, entregando, ao atendente, cartas do cartório em que eu trabalhava, fui empurrado, pelas costas, e jogado para cima do balcão. Olhei para trás e não havia viva alma, quer dizer, fui empurrado pelo NADA. Quem de vocês, sabichões, poderia explicar esse fato ocorrido em 1954, portanto, há 65 anos, o qual me acompanha até hoje?

  63. Ridículo tudo o que você escreveu, não merece nem comentário. Arrume outra forma de se colocar em evidência. Ridículo, ridículo, ridículo

  64. “como tantas pessoas ocupariam o seu tempo com uma atividade sem fins lucrativos, se não fosse por puro altruísmo e fé.”

    R: Observo que a maioria dos médiuns, são pessoas bem sucedidas financeiramente. São médicos, advogados, engenheiros… Posições sociais envaidecedoras. Portanto, falta a lacuna da vaidade espiritual (são pessoas extremamente vaidosas e narcisistas) que é preenchida com a invenção do superpoder da mediunidade, que engana as pessoas e os transformam em ricos, porém santos.
    Aos que fazem o voto de pobreza, é pq a riqueza de sua “santidade” já é o suficiente. Engana-se quem acha que todo mundo só se envaidece com dinheiro, mas não, algumas alimentam o próprio ego com a simples atitude da caridade. Todos hipócritas…

    Mateus 6:1: “Guardai-vos de fazer a vossa esmola diante dos homens, para serdes vistos por eles; aliás, não tereis recompensa junto de vosso Pai, que está nos céus.”

  65. A que ponto chega a falta de conhecimento de um ser !! A evolução e lenta para aqueles que mantem os olhos fechados. Só nos resta lamentar.

  66. Meus irmãos. Estes tipos de comentários só convencem pessoas extremamente ignorantes. Tenhamos pena e oremos por estas pessoas.

    Em minha avaliação, existem 2 tipos de pessoas que combatem o espiritismo:

    1) Os ignorantes de BOA fé: São ignorantes na acepção mais básica da expressão porque não estudam teologia, seja a Bíblia, seja outras fontes. Muitos talvez passaram uma encarnação inteira sem sequer ler 1 livro.
    À estes, deixo as palavras do Cristo: E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará (“ a VERDADE nos libertará de muita coisa, inclusive de nossa ignorância – meu grifo) João 8:32
    2) Os ignorantes de MÁ fé (Muitos dirigentes inescrupulosos que querem manter seu “rebanho” na ignorância, pois assim que eles se instruírem, não se deixarão levar por quem prega a manutenção da ignorância):
    => “Ai de vocês, mestres da lei e fariseus, hipócritas! Vocês fecham o Reino dos céus diante dos homens! Vocês mesmos não entram, nem deixam entrar aqueles que gostariam de fazê-lo. Mateus 23:13

  67. Sou espírita e trabalho na Comunhão Espírita de Brasília, faço psicografias e sou médium ostensiva, e pode crer que não tenho fama e nem vivo de ganhar dinheiro e nem de fama. Vá se informar e estudar e deixe de falar o que não sabe, que Deus tenha pena de vc!

  68. Chico Xavier escrevia que se colocava em comunicação com “marcianos”, os quais chegava a descrever com detalhes, quando o homem ainda não havia chegado a Marte. Hoje, com os veículos-Robôs Spirit, Opportunity, além da Curiosity (atual), em cada parte do planeta, os espíritas tentam esconder toda aquela literatura que o falso Chico Xavier escreveu… CHICO XAVIER, O MAIOR TRAMBIQUEIRO DE TODOS OS TEMPOS!

  69. Você desconhecido que escreveu este artigo ridículo, deveria se perguntar por quê Waldo Vieira criou uma suposta ciência, cobrando caríssimo pelos cursos ministrados, enquanto Chico só trabalhou doando tudo de si no consolo e conforto dos menos favorecidos? Deveria se envergonhar de tanta ignorância e desconhecimento daquilo que tenta conspurcar! Kardec nunca psicografou uma letra! Ele não era médium. Arranje outro jeito para chamar atenção. Assim só terá leitores ignorantes como você.

  70. Eita, as pessoas são extremamente burras, não tem jeito de dizer isso de modo mais simpático, desculpem-me… Hoje em dia, mesmo a gente mastigando tudo, não adianta, eles não tem argumentos e vem com ofensas. O mundo está muito nojento, cheio de gente muito, mas muito burras, que insistem em não evoluir, incrível! – Parabéns pelo artigo! 🙂

  71. Engraçado, fraudes se produzem com algum interesse escuso. Que interesse teria Chico Xavier, que em vida poderia ter cobrado por suas cartas e consultas? Se recebesse direitos autorais pelos livros que assinou, teria uma vida bem confortável, mas morreu tão pobre quanto viveu.

    O autor demonstra não saber nada do Espiritismo, que não precisa de nada para provar nada a ninguém. Segue quem quer, ou melhor, quem estuda as obras de Kardec e se identifica com elas. Só isso.

    O Espiritismo não pede dinheiro na TV e em lugar nenhum. Dos espíritas espera-se: estudo, aprimoramento moral e amor ao próximo. E sem prometer nada!

    No mundo em que esse autor deve viver, talvez isso seja tão raro a ponto de ser visto como “fraude” mesmo. Por isso a doutrina o incomoda tanto.

  72. Olá!

    Certo da minha gigantesca insignificância sobre a doutrina espírita mais através do pouco conhecimento que estou adquirindo já me fez chegar a certeza que sou um espírito encarnado

    Após ter lido essa publicação o que me impressionou mesmo foi alguns comentários se identificando como médium e com palavras não muito caridosas nem tão pouco humildes, a doutrina me fez entender que o cristianismo tem que ser disseminado entre nós, sei que muito do que se foi publicado vem de fontes que defendem seus interesses e lembro também que na Bíblia tá escrito que Jesus foi traído por um dos seus apóstolos por dinheiro quem dirá o saudoso chico ser feito de fonte de receita para um espírito de índole não tão merecedora de respeito

    a o nobre irmão Marcelo Castro, a vergonha se caso fosse verdade dos ditos paranormais nos palcos em busca desse 1milhão e muito digna, o espiritismo não determina que essas atitudes sejam tomadas, casos que se assemelham são os inúmeros de falsos milagres que acontecem nas igrejas que são descoberto. a ciência a cada dia vem se descobrindo que muito do que se é ensinado não é verdade, um caso que a ciência me deixou curioso é que ela defende a teoria do evolucionismo e tem um fato que a muitos anos atrás foi encontrado um fóssil de um peixe que ficou conhecido como celacanto e foi extinto a mais de 300 milhões de anos na sua datação. So que próximo ao ano 2000 foi encontrado o celacanto vivo na costa da África sem mudança nenhuma em 300 milhões de anos o peixe não evoluiu em nada deixando a ciência evolucionista um pouco desacreditada ao meu ver.
    sugiro que com a mesma certeza que tenha redigido tão longo texto tenha a curiosidade de ler o evangelho segundo o espiritismo, o consolador, o livro dos médiuns e caso não tenha tempo de ler o recomendo no YouTube já existem audiolivros e após isso acredito que teremos mais um texto mais dessa vez com argumentos muito mais interessante

  73. Meu amigo, opiniões precisam ser respeitadas, e respeito a sua.
    Ao se fazer um texto crítico, há de se conhecer do assunto que está falando. Pesquise mais a fundo antes de afirmações.

    Há tempos a ciência já estuda reencarnação nas crianças e outros fenômenos “sobrenaturais”.

    Vá pesquisar direito as falas do Waldo.

    Kardec nunca psicografou. Ele era extremamente cético e resolveu investigar de forma científica e didática os fenômenos que estavam acontecendo de daí saiu a codificação.

    Ele elaborou as perguntas, enviou para diversos “médiuns” em um monte de lugar do mundo, e comparou as respostas.

    “Durante tal empreitada, Kardec desenvolveu uma forma bem eficiente de se verificar as respostas. Ele escrevia a pergunta e enviava para médiuns de vários cantos do mundo, recebia as respostas e verificava as semelhanças e diferenças a fim de que não se deixa-se enganar pela soberba de um único médium ou espírito.

    Dessa forma, foram-se compilando perguntas e respostas de temas que à época eram de desconhecimento ou de uma interpretação equivocada, seja nos campos da filosofia, religião ou ciência.

    Para entender melhor, precisamos falar sobre o positivismo. Na época da codificação espírita, o desenvolvimento científico era a base da sociedade. O positivismo apenas se focava no material, no que podia ser provado materialmente. Dessa forma iniciava-se uma crise religiosa, onde pessoas se tornavam cada vez mais descrentes, principalmente na juventude.

    O espiritismo veio de forma a assegurar que se a ciência comprovasse o contrário de algo que o espiritismo propagasse, deveríamos crer na ciência. Esta frase de Kardec expressa profundamente a aliança do espiritismo com a ciência, pois, sendo uma doutrina empírica e que prova suas teorias através do uso da razão e do pensamento crítico, o espiritismo trazia ao homem a reflexão dos mais variados assuntos.

    Após essa empreitada, Kardec ainda escreveria mais 4 livros e criaria a revista espírita. Continuando assim o estudo e a codificação do conhecimento espírita que dura até os dias de hoje”

    https://www.google.com/amp/s/espiritismodaalma.wordpress.com/2018/04/18/como-foi-codificado-o-livro-dos-espiritos/amp/

  74. Meu amigo, opiniões precisam ser respeitadas, e respeito a sua.
    Ao se fazer um texto crítico, há de se conhecer do assunto que está falando. Pesquise mais a fundo antes de afirmações.

    Há tempos a ciência já estuda reencarnação nas crianças e outros fenômenos “sobrenaturais”.

    Vá pesquisar direito as falas do Waldo.

    Kardec nunca psicografou. Ele era extremamente cético e resolveu investigar de forma científica e didática os fenômenos que estavam acontecendo de daí saiu a codificação.

    Ele elaborou as perguntas, enviou para diversos “médiuns” em um monte de lugar do mundo, e comparou as respostas.

    “Durante tal empreitada, Kardec desenvolveu uma forma bem eficiente de se verificar as respostas. Ele escrevia a pergunta e enviava para médiuns de vários cantos do mundo, recebia as respostas e verificava as semelhanças e diferenças a fim de que não se deixa-se enganar pela soberba de um único médium ou espírito.

    Dessa forma, foram-se compilando perguntas e respostas de temas que à época eram de desconhecimento ou de uma interpretação equivocada, seja nos campos da filosofia, religião ou ciência.

    Para entender melhor, precisamos falar sobre o positivismo. Na época da codificação espírita, o desenvolvimento científico era a base da sociedade. O positivismo apenas se focava no material, no que podia ser provado materialmente. Dessa forma iniciava-se uma crise religiosa, onde pessoas se tornavam cada vez mais descrentes, principalmente na juventude.

    O espiritismo veio de forma a assegurar que se a ciência comprovasse o contrário de algo que o espiritismo propagasse, deveríamos crer na ciência. Esta frase de Kardec expressa profundamente a aliança do espiritismo com a ciência, pois, sendo uma doutrina empírica e que prova suas teorias através do uso da razão e do pensamento crítico, o espiritismo trazia ao homem a reflexão dos mais variados assuntos.

    Após essa empreitada, Kardec ainda escreveria mais 4 livros e criaria a revista espírita. Continuando assim o estudo e a codificação do conhecimento espírita que dura até os dias de hoje”

    https://www.google.com/amp/s/espiritismodaalma.wordpress.com/2018/04/18/como-foi-codificado-o-livro-dos-espiritos/amp/

  75. Quanto desespero em desmerecer as opções de conhecimentos alheias.

    Desespero em manter as velhas crenças e conceitos, e continuar errando e medo de colher o que anda plantando de errado.

  76. Santa ignorância! Pobreza de informação. Pois conhecimento vc não possui nem sobre a caneta que usa ou a tecla que pressiona.

  77. O que vejo aqui são crianças no jardim de infância, discutindo qual brinquedo é o melhor. Respeito a opinião do escrevente deste artigo, apesar de discordar totalmente. Eu nasci numa família católica, aos 18 anos me converti a uma religião evangélica e hoje sou espírita kardecista. Percebo hoje que sempre servi ao mesmo Deus.Todas me mostraram um Deus de amor supremo. O que diferencia umas das outras são as doutrinas de cada religião. E percebo que as pessoas se apegam mais, a essas doutrinas do que no próprio ensinamento de Deus. Jesus veio para servir de exemplo de amor ao nosso semelhante. É o que mais falta no mundo, AMOR. E o final, que alguns chamam de morte outros chamam de desencarne, outros bater às botas, à hora de prestar contas, eis a grande pergunta: O que você fez? Ou por que não fez? Se teve a vida toda.
    Então meus caros, vamos pregar mais amor e menos religiosidade. Religião boa é aquela que te transforma num ser humano melhor. Parem com essa de a minha é melhor e vamos cuidar mais desses coraçõezinhos que tanto podem oferecer e contribuir para um mundo melhor. Faça à diferença, um oceano não é feito só com uma gota d’água.
    Deus os ilumine.

  78. A quantidade de “desinformação” é tanta que não vale o comentário, mas o faço na esperança que o autor pesquise melhor suas fontes, estude as obras e fica convidado a conhecer de perto o humilde trabalho realizado por praticantes da doutrina, esses sim, como seres humanos carregados de imperfeições, podem distorcer e/ou praticá-la de forma incorreta

  79. Tomei até um susto quando achei esta coisa postada na internet “A farsa do espiritismo”. Quem escreve algo assim, além de ser muito desinformado, nem se deu ao mínimo de lógica em conhecer o assunto mais de perto, e provavelmente se limitou em defender alguma ideologia religiosa diferente, e provavelmente “Bem rentável com alguns 10% de cada ovelha”. Eu particularmente sempre fui descrente no espiritismo, mas por condições de vivência bem mais próxima, tendo passado por experiência incontestáveis mesmo fora do ambiente (centro espirita), como por exemplo volitar, passei a não mais duvidar. É igual a se voltar para uma criança de poucos anos de vida e lhe informar que dentro de uma tomada elétrica, se tenha 110 ou 220Volts e que se ela meter o dedo ali ela tomará um choque, e deste exemplo tiramos algumas conclusões obvias 1) Não é por não se ter visto algo, que este algo não se possa existir; 2) Para conhecer algo, é preciso vivenciar, ter experiências, sentir, e portanto, meta o dedo na tomada; 3) O conhecimento vem aos poucos, na medida de nosso preparo para tal entendimento, “Imagina chegar para o Homem das cavernas e querer explicar ao mesmo sobre o invento do celular, do avião, falar sobre o básico que seja, falar sobre Deus… Ele não estava preparado nem para entender os astros planetários, muito menos a complexidade do ambiente em que ele mesmo se encontrava, o planeta terra. “Portanto, só entende sobre o espiritismo, aqueles que estejam já em algum nível de desenvolvimento perceptivo e abertos ao ponto de saber receber a informação, interpretar, e por fim entender corretamente o assunto, que por sua vez, é bem mais complexo e vai muito além das meras psicografias embora não menos importante devido ao seu objetivo canal de comunicação entre dois mundos!

  80. Um blog tem a beleza de nos dar poder para se manifestar livremente, mas ao leitor é necessário leitura com muita cautela.

    Um questão importante são as FONTES. Se você está levando uma leitura a sério e está preocupado com a VERDADE, busque sempre as fontes. Nós não podemos ficar lendo nomes, datas, experiências, eventos históricos e relatos e tratá-los como verdade, mas sim como opinião.

    E opinião se trata assim: respeito sua opinião e respeito a você como pessoa. Desejo que você faça tudo buscando a verdade e o bem comum, faça caridade e também respeite opiniões diferentes das suas.

    Marcelo Castro, grande abraço.

  81. Muito bom, nota-se que nos comentários contrários ao texto as pessoas ignoram os fatos, acham que está tudo errado pelo simples fato dos médiuns não cobrarem pelas cartas psicografadas(será que alguém pagaria por elas?). A verdade é que as irmãs Fox estralavam os ossos dos pés fingindo comunicação com os mortos, a história das mesas girantes é tão falsa quanto uma nota de 3, chico e suas falsas cartas só enganam pessoas fracas. Por que esses falsos mediuns não fazem o teste proposto no texto, eu duvido que apereça um disposto a tal. Fiquem ai pensando que são seres evoluidos que sabem a verdade, continuem acreditando que Jesus existiu e participou da criação do planeta terra e todas as bobagens que escuto todos os dias em casa, sim tenho parentes espiritas, que estão cegos e não conseguem sair desse buraco.

  82. Será isso a fé ? uma guerra de ideologias ? intolerância ? Será o desdém e a desmoralização da fé alheia algo a ser glorificado ? Que Deus é esse ? Que tem suas palavras manipuladas e jogadas como cartas em um baralho durante os séculos por criaturas tão insignificantes e primitivas ? Quem está certo ? Quem está errado ? Estão todos certos em sua ignorância , ou errados em suas afirmações ? O universo é muito maior… Deus é muito maior .

  83. O Espiritismo não precisa de você meu querido amigo, e sim vc precisa dele para ser mais, generoso, coerente, caridoso e de fato estudioso. Minha sugestão: são 400 obras psicografadas pelo Chico, comece pela primeira “Parnaso de Além Túmulo”, como são muitas complexas, e vc p/ entender precisará de ajuda procure ouvir as palestras do Haroldo Dutra Dias. Bons estudos.

  84. Sou espirita desde sempre, espiritismo não é uma religião, é uma maneira de enxergar a vida. E como espírita, não estou aqui para convencer ninguem, mas já vi muitas pessoas descrentes entrarem em uma sessão de psicografia e terem que ser hospitalizadas, por se depararem com cartas com informações extremamente íntimas, no meio de 400/500 pessoas, mensagens ao vivo, sem informações prévias. Mas isso tudo é secundário, o espiritismo prega amor ao próximo, caridade e fé em Deus. É a Doutrina do consolador, acreditar em uma vida onde todos os obstáculos são degraus para nosso amadurecimento e progresso, que a vida não cessa com a morte do corpo físico e que Deus dentro da sua bondade nos permite corrigir nossas falhas em nossas reencarnações.

  85. A procura de um livro o Google
    Me trouxe essa infeliz matéria, não consegui passar minha leitura das primeiras 15 linhas, mais preciso deixar aqui registrado minha perplexidade pelo pouco que li. O espiritismo é a unica hoje considerada religião com comprovação científica, existe sim pessoas que se aproveitem da situação para a prática mentirosa, mais citar Chico Xavier foi no mínimo algo a desejar, um bom jornalista investiga e tem neutralidade nos fatos.
    Aqui podemos ver só um monte de palavras, sem sentido que põe em questão a ciência, recurso este do qual a faculdade de jornalismo passa longe para ter condições de julgar.
    Que triste pessoas assim terem acesso a um site para despejar tanta bobagem.

  86. Seja quem for(Marcelo?), que perdeu tempo escrevendo esse monte de bobagens, deveria ganhar um tempo estudando um pouco sobre o que escreve. O espiritismo, por exemplo. Além de embasamento para escrever sobre alguma coisa, o estudo nos proporciona, a liberdade de não passar vergonha falando do que não conhecemos. Só te digo algo, seu processo evolutivo está bem comprometido… estude, pratique e viva para aquilo ao qual vc foi criado, que com certeza, nao foi isso a que voce esta se propondo. “Amai-vos, eis é a primeira lei e INSTRUI-VOS, eis a segunda.” Paz e bem.

  87. Nunca li um artigo tão pobre intelectualmente!
    Escrevem sobre algo, que nem procuram estudar. O “Espirítismo Cristão”, não se baseia em “psicografias” ou fenômentos. Sua base é o “Evangelho de Cristo”: a caridade, o perdão, o amor ao próximo. Tudo que Jesus trouxe aos homens, sem cobrar nada, mas que por livre arbitrío seguem outros caminhos.
    Uma dica para quem julga, e para quem ama a a doutrína: Conheçam em Juiz de Fora “A Casa do Caminho”! Quanta luz, quanta paz e equilíbrio! Ouçam as palavras de D.Isabel Salomão de Campos no You Tube, com certeza, este artigo vai virar “pó”.
    Quanto ao nosso amado Chico Xavier,com certeza ao ler algo assim, daria um sorriso humilde, e diria: -Não demos importãncia a coisas, que não as tem. E iria fazer seu trabalho, junto aos necessitados! Jesus, conosco, hoje e sempre!

  88. Que página sem pé nem cabeça é esse. Chico Xavier foi um médium muito respeitado. Eu já passei diversas vezes por atendimentos em centros espiritas e posso afirmar que há lugares que são uma farsa mas há lugares que são muito respeitados e que posso confirmar com toda a certeza que a psicografia é real. Passei a um tempo para tentar contato com uma tia e havia diversas informações sobre a minha família que nem eu mesmo sabia. Coisas incriveis. Estudem muito e vou atras de experiências para não acreditar nessas coisas da internet.

  89. Infelizmente a ignorância reina no mundo e principalmente neste país. Onde pessoas medíocres e desinformadas como o autor deste texto acham que podem dar uma opinião de um assunto sem pesquisa ou estudo da doutrina. Se tiver algum argumento palpável sobre diversos assuntos (não apenas de caráter religioso ou doutrinário),por favor faça uma postagem respeitosa e que realmente valha a pena conferir. Pelo contrário guarde sua opinião apenas para você, pois o Waldo Vieira não é referência para falar do Chico Xavier devido seu histórico pessoal e com a doutrina.

  90. Ateísmo é conhecimento que há evolução é a lei natural da vida. Todos as coisas interna ou externa passa é o processo de evolução. Quando a religião, Deus está morto isso literalmente. Porque um ser humano que constrói uma doutrina nela a maior escravidão. Basta ver pessoas submissão de sacerdotes. Pessoas cegamente pela fé,basta uma igreja imagem de santo de barro ou papel para dizer amém. Esse absurdo é coisa catástrofe do mundo. Um crime contra natureza humana. NÃO EXISTE DEUS FALOU …PARA QUEM.Z PRECISA DE LEI PARA ACABAR COM A FRAUDE RELIGIOSA.

  91. A Religião uma farsa, que Deus um mito criado pela mente humana. Todos as coisas dependentes do conceito de Deus são tapeaçao formam hipócrita. Nada é mais desprezível de que respeito baseado no medo. Papa, Padres e Pastores são os maiores parasitas da existência humana. O ninguém precisa de coisa abstrata religião. Preciso de lei para acabar com a fraude religiosa.

  92. Meu Deus, quanta bosta! Quem escreveu esse artigo desconhece totalmente a doutrina espírita, o Kadercismo e isso mostra como o ser humano é fácil de ser manipulado. Boa noite e fiquem na paz!

  93. NUNCA VI TANTA SANDISSE, QUE PENA QUE TNHA GENTE TÃO IGNORANTE E MALDOSA NESSE NOSSO BRASIL. LOGO O PAÍS QUE É O CORAÇÃO DO MUNDO A PÁTRIA DO EVANGELHO. ESPERO SINSERAMENTE QUE A PESSOA QUE ESCREVEU ESSE TEXTO INFELIZ SE ARREPENDA, POIS FORA DA CARIDADE NÃO HÁ SALVAÇÃO E CARIDADE MORAL É MUITO MAIS IMPORTANTE DO QUE A CARIDADE MATERIAL. ENTÃO EU PROPONHO A ESTE ESCRITOR TÃO INFELIZ QUE PROCURE FAZER O BEM AO VOSSO PRÓXIMO AI ENTENDERÁ O REAL SENTIDO DA DOUTRINA ESPÍRITA. ” AMAI-VOS UNS AOS OUTROS COMO EU VOS AMEI E AO TEU PRÓXIMO COMO A TI MESMO” JESUS CRISTO. ISSO QUE É O VERDADEIRO SENTIDO DO ESPIRITISMO E NÃO SOMENTE CARTAS PSICOGRAFADAS. QUE DEUS TENHA MISERICÓRDIA DESSA PESSOA QUE ESCREVEU TÃO INFELIZ ARTIGO.

  94. É Lamentável como pessoas sem conhecimento, que ignoram um assunto tão complexo e ficam fazendo afirmação sem nem um conhecimento…
    Alguma informação que li aqui foram retiradas de um vídeo, do Waldo Vieira, que foi editado, de maneira maldosa, da internet… o vídeos na ÍNTEGRA é esclarecedor … editado ficou distorcido …

  95. https://youtu.be/yL620TvuZhk

    Aqui está a verdade sobre o que o Waldo Vieira Falou do Chico Xavier….

    E tem mais … Os espíritas não está aqui para convencer ninguém, somente quando vemos pessoas que ignoram o assunto e fazem acusações, isso nos deixa baste triste, mas cada um será dado conforme a suas obras ( olhem as obras de Chico Xavier e olhem as obras do autor do texto acima … Não precisa dizer mais nada)
    O espiritismo não é uma religião para quem não tem maturidade espiritual… Respeito todas as religiões e todas são boas, mas espiritismo não é para que quer, espiritismo e para quem tem olhos de ver e ouvidos de ouvir.

    Paz e luz a todos

  96. Olá, tudo bom ? Primeiramente queria deixar claro que não sou espirita, acho desnecessário, expor que não sou espirita, porém, de forma indireta, esse tipo de trato “social” é exigido, quase que instintivamente. Eu cresci dentro de uma família espirita, observei desde muito jovem todo tipo de fenômeno, desde a avó que incorpora até a tia analfabeta que psicografa, e até mesmo psicografias de parentes que, inclusive, deixaram suas assinaturas na tal psicografia, assinatura que era usada enquanto encarnado. Tudo isso poderia ter-me feito ir para tal religião, poderia ter sido o suficiente, mas não o foi, alguns anos me interessei por Física, área da qual hoje em dia estou cursando. Faz algum tempo que tenho ido atras de dados empíricos que poderiam vir a apontar para tais autenticidades de tais fenômenos, e achei coisas realmente interessantes, pesquisas sobre a função e fisiologia da glândula pineal, moleculas de posner, e teoria Orch-or de roger penrose, todas elas apontam, de forma indireta, para a existência de vida-após-a-morte. Existe uma edição na revista Nature, de 1988, que afirma que a tal glândula converte radiação eletromagnética em processos neuroquímicos, é sabido, desde muito tempo, que a tal glândula está diretamente ligada aos processos mediúnicos, e o espirito, ou seja lá o que for, atua, processa, e transmite informações, através do espectro-eletromagnético, tais coisas seriam atribuídas aos tais cristais de apatita, o interessante, é que tais cristais tem uma estrutura molecular concêntrica, em camadas, como uma cebola, porém, os nano-aglomerados de posner, também tem a mesma estrutura, ok !, Mas então vem a pergunta, o que esses tais nano-aglomerados tem haver com a tal glândula ? Bom, existe uma pesquisa atual de um Físico, que afirma que essas tais macro-moléculas são capazes de isolar Qubit’s de informação (Qubits seriam os análogos quânticos dos bits de informação), essas moléculas poderiam proteger a informação quântica, o que eles chamam de coerência quântica, como superposição e emaranhamento, é sabido dentro da academia que tentar entender processos cognitivos através de computação clássica é insuficiente, por isso esses pesquisadores tem-se debruçado na computação quântica e holografia. Bom, vou parar por aqui, acho importante sempre o questionamento saudável e a investigação saudável, sem fanatismo, no mais, um forte abraço ao autor do texto.

  97. O universo está ai para quem quiser observar há milhões de anos.Com suas leis naturais .Tudo que existe nele, somos todos parte dele. O passado não se explica é inatingível. So explica o que tem lógica.Deus é religião dominação cristã. São criado pela mente humana. Através de visão profetas que ouviu voz. As religiões buscam o poder. As religiões são instituições criada pela homem, assim como empresa com fins lucrativos. Os cristão massa de manobra, consciência moral emprestada.O analfabetismo religioso e muito grande.A coisa mais catástrofe do mundo. Precisa de lei para acabar com a fraude religiosa.