A Feira de Frankfurt na era FHC

Do Tijolaço

Numa das notas de sua coluna de hoje, Elio Gaspari, faz algumas críticas, acho que até pertinentes, ao uso de dinheiro público na Feira de Frankfurt, que este ano está homenageando o Brasil.
 
O Ministério da Cultura está investindo R$ 18,9 milhões para levar 70 escritores à Alemanha, bancando totalmente suas despesas.
 
Gaspari aproveita para lembrar do escândalo da Feira de Hannover, onde o Brasil gastou R$ 14 milhões, e houve questionamentos duros do Ministério Público.
 
Ora, Eremildo é um idiota, mas sabe muito bem que não foi só isso.
 
Em primeiro lugar, o valor atualizado pelo IGP-M da Fundação Getúlio Vargas, seria correspondente hoje a R$ 40,6 milhões, segundo a calculadora do Banco Central.
 
 
 
Em segundo lugar, e o mais importante: a pessoa responsável pela organização da Feira de Hannover, foi Paulo Henrique Cardoso, filho do então presidente da república.
 
Reproduzo o que uma revista publicou, à época:
 
O tribunal quer saber como Paulo Henrique Cardoso gastou os 14 milhões de reais liberados pelo governo para a montagem da exposição. A história chamou a atenção também do Ministério Público federal, que decidiu investigar o que já virou “o caso do pavilhão de Hannover”. Os procuradores querem saber por que PHC contratou para organizar o evento a Art Plan Prima, empresa dirigida pela filha e por um sobrinho do senador Jorge Bornhausen, presidente do PFL, de Santa Catarina, partido aliado do governo. “Estamos analisando os documentos. Enquanto isso, os pagamentos foram suspensos”, diz o procurador Luiz Francisco Fernandes de Souza. “Incrível que não tenha ocorrido ao presidente nem a assessores com ascendência sobre ele a observância do princípio segundo o qual família e administração pública não se misturam”, escreveu a colunista Dora Kramer em sua coluna sobre política no Jornal do Brasil.
 
O título desse post poderia ser: Filho de FHC deu R$ 40 milhões pra empresa dirigida por filha de Bornhausen. Mas ficaria longo demais, e com excesso de filhos na frase.
 
Eremildo, cansado de ser chamado de idiota por Gaspari, pode enfim retrucar a seu criador: “sou idiota sim, mas tenho memória! E gosto de usá-la”.
 
A lembrança dessa estrepolia da família Cardoso seria particularmente bem-vinda neste domingo, em que FHC se dá ares de torquemada da ética alheia. Uma espiada no próprio rabo é um gesto sempre aconselhável antes de sair de casa.
 
Por: Miguel do Rosário
Leia também:  Fora de Pauta

8 comentários

  1. Esse Eremildo sabe das coisas
    Eremildo, cansado de ser chamado de idiota por Gaspari, pode enfim retrucar a seu criador: “sou idiota sim, mas tenho memória! E gosto de usá-la”. 

  2. TODAS as questoes estao

    TODAS as questoes estao corretas.  19 milhoes dividido por 70 eh 271 mil dolares/reais (nao ta especificado) por escritor.  Evidente que eles nao ganharam, custaram, ou gastaram isso, portanto o detalhamento vai especificar quanto os hoteis e aluguel do espaco custaram.  A esse ponto e com esse nivel de “detalhe” nao da pra saber se valeu ou se nao valeu a pena.  Se eh que foi uns 8 milhoes de dolares pra 70  pessoas e em uma feira internacional, nao ta com cara de caro nao.

    Esperando mais detalhes…

  3. E a Caravela dos 500 anos?

    Isso sem contar os R$ 4 milhões (não corrigidos) gastos na construção da Caravela que não caravelou..

    do site: http://www.psdbnuncamais.blogspot.com.br/

    As festividades dos 500 anos de descobrimento do Brasil, sob coordenação do ex-ministro do Esporte e Turismo, Rafael Greca (PFL-PR), se transformaram num fiasco monumental. Índios e sem-terra apanharam da polícia quando tentaram entrar em Porto Seguro (BA), palco das comemorações. O filho do presidente, Paulo Henrique Cardoso, é um dos denunciados pelo Ministério Público de participação no epísódio de superfaturamento da construção do estande brasileiro na Feira de Hannover, em 2000.

  4. Idiotice maior que qualquer

    Idiotice maior que qualquer aeremildo é justificar os inúmeros erros e corrpução dos petralhas apontando erros da tucanagem.

    se todas as safadezas de FHC servirem de desculpa pras sangrias absurdas que os petistas estão fazendo, estamos perdidos. Elio Gaspari está correto sim em criticar esse absurdo, pq o governo atual é do PT. FHC devia ser julgado pelo que fez mas não é capa nem luva pra cobrir a mão suja de marrom dos petralhas.

  5. Quem é o Eremildo “homenageado” por Elio Gaspari

    Para quem não sabe, Eremildo o idiota é uma “homenagem” a Eremildo Luiz Vianna, professor da UFRJ que ficou do lado dos militares no Golpe de 1964 e na época da Ditadura Militar. Ele fez barbaridades: invadiu a Rádio MEC com 10 homens armados para expulsar a professora e diretora Maria Yedda Linhares, sua desafeta, alegando que ela era comunista; fez uma lista de 44 professores da UFRJ dizendo que eram “elementos subversivos” e entregou para um general que investigava a então Universidade do Brasil, que acabaram cassados e aposentados por decreto. Tanta dedicação foi recompensada com a direção da Rádio MEC de 1964 a 1969, onde fez coisas como proibir que tocassem clássicos dos russos Rachmaninoff e Rimski-Korsakov e queimar cópias de um poema de Isaak Kastnelson por que ele era um poeta russo.

    A raiva do Elio Gaspari é por que ele foi expulso da Universidade do Brasil pelo prof. Eremildo quando ele era aluno da Universidade.

    Quem quiser saber mais sobre como a ditadura afetou drasticamente a Rádio MEC, com destruição de acervo e demissão de pessoal qualificado como o ator Paulo Autran, recomendo esse artigo:

    A censura à Rádio Educativa

    http://www.google.com.br/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=1&cad=rja&ved=0CDAQFjAA&url=http%3A%2F%2Fwww.ufrgs.br%2Falcar%2Fencontros-nacionais-1%2F4o-encontro-2006-1%2FA%2520censura%2520a%2520radio%2520educativa.doc&ei=GClSUse1DYTA9gTb8oDoBw&usg=AFQjCNEZRVZi7OoBDJ3NHiB3nbufKMw7fg&sig2=ZU_8di1zq_LQVqrfz_Z4lg&bvm=bv.53537100,d.eWU

  6. Ô texto chinfrim este. Aí

    Ô texto chinfrim este. Aí gosta de um jabá!

    Tu quoque nível ginasial!

    E ainda dizem que esse sujeito dedura para a PM carioca militante de esquerda nos protestos (aham, tem sim militantes de esquerda nos protestos). Queimadíssimo com a rapaziada do rio de janeiro.

     

  7. O FHC de sempre.

    FHC sabe que será poupado, isso até o constrange, como disse uma vez. Se lula responder às suas armadilhas, como disse, “nada ficará sem resposta”.  pisa em ovos.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome