Alessandro Molon, a mais eficiente crítica à reforma da previdência

"Esse é o Brasil que vai sofrer com a proposta de Reforma da Previdência de Bolsonaro e Paulo Guedes: empregada doméstica que trabalhou desde os 10 anos vai trabalhar mais e ganhar menos"

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Clipping do dia

14 comentários

  1. a fala toda do molon explica melhor
    a reforma do que a maioria que
    ouvi em um vídeo de mais de tres horas de sessão..

  2. È injusto com todos trabalhadores………mesmo quem chega com 35 anos trabalhados relativamente jovem, menos de 60, , pelo menos para os larápios, é por que começou a trabalhar cedo…..

    Começei a trabalhar aos 10, com 14 tinha carteira assinada, muito tempo na informalidade, bicos e marretagem na rua, vou ter que contribuir com quase 42 anos?

    Vou ser punido por ser pobre e ter que trabalhar cedo?

  3. Não, Zeca fez o que deveria ser feito: desqualificar. É ilusão julgar que um rentista como Guedes pensa nas domésticas, em algum momento de sua vida. Além disso, não diálogo possível com quem quer lhe matar, como Guedes quer fazer com os brasileiros que se aposentam.

  4. E além de receber menos talvez ela nem receba pois se a capitalização passa o sistema de repartição estará com os dias contados.

  5. Os casos específicos são ilustrativos, sim, mas eu me pergunto se essa abordagem não acaba enfraquecendo a nossa crítica. Não vi ninguém reclamar de como o Paulo Guedes se acovardou diante da proposta da previdência dos militares, iníqua e claramente redutora dos ganhos que ele tanto apregoa.

  6. Parabéns Deputado pelo sua atuação junto ao Sr. Guedes, mas deveria ser perguntado a ele, após o falecimento do aposentado, a viúva ou viúvo, receber praticamente metade do benefício, ela ou ele teria o mesmo desconto em Remédio, IPTU, água, luz, e alimentação, na hora que a pessoa mais precisa , eles querem empurrar pro abismo, que Deus lhe dê saúde para continuar lutando pelo povo que mais precisa…
    Obrigado….

  7. Desabafo de um FP (Funcionário Público)

    Tem vez que o culpado de tudo é o salário mínimo e outras vezes a bola da vez é o funcionário público (FP – a sigla vai bem, volta e meia somos os filhos da p.. preferidos da imprensa e da sociedade). Em primeiro lugar é importante frisar que o FP contribui sobre todo o seu salário e não apenas sobre 5 salários mínimos, ou contribuía, como veremos abaixo. Ora, se contribui sobre todo o salário, é justo que aposente integralmente. Se você ganha 20 SM e contribui somente sobre 5, é mais que justo que se aposente com apenas 5 SM. Quanto ao fator previdenciário, se ele é ruim como se diz, deveriam lutar para acabar com ele, e não estender para os demais o que considera ruim. O mais inteligente é lutar pelo que é bom e não pelo que é ruim. A situação do FP não é boa como dizem. Apenas repetem o que ouvem ou são muito mal informados. Vejamos: na emenda de 2003 ou de 2005 (PECs), os FP perderam a aposentadoria integral, o que ficou dependente apenas de lei ordinária estadual ou municipal para que isso ocorresse, pois ficou determinado na PEC que estes entes públicos criassem a previdência complementar. No caso do Estado de São Paulo (sou paulista), ela foi implementada em 2013, ou seja, todos os funcionários que entraram a partir desta data aposentam com no máximo 5 SM e, frise-se, contribuem somente sobre esse valor. Se ganham acima desse valor, poderão, se quiser, aderir à previdência complementar. Ainda, a idade mínima para aposentar desses FP é 60 anos para homem e 55 para mulher, coisa que não existe ainda hoje na previdência dos empregados da área privada, Esse limite vale para àqueles funcionários que entraram a partir da data das PEC e não de 2013. Na área privada não tem idade mínima para se aposentar. Eu pergunto: onde está o privilégio dos FP? Agora vamos falar dos funcionários públicos que entraram antes de 2003, que é o meu caso. Quem entrou antes desta data e somente antes desta data, tem direito a aposentadoria integral, mas lembrando que contribui sobre todo o salário, e tempo de contribuição mínimo: 35 para homens e 30 para mulheres. Não tinha idade mínima até as PEC citadas. Passaram a ter que pagar pedágio com essas PEC, inclusive com a de 1998, o que acabou, de modo indireto colocando idade mínima para aposentadoria. Vejamos exatamente o meu caso:
    Nasci em 14/02/1968 e comecei a trabalhar aos 10 anos de idade, naturalmente sem registro em carteira. Hoje conto com 51 anos, com aproximadamente 39 anos de trabalho (fiquei alguns períodos desempregado) e 34 anos de contribuição, 29 como funcionário público. Antes das PEC citadas, eu poderia aposentar com 35 anos de contribuição, o que iria ocorrer no ano que vem. Com as PEC e seus pedágios, atualmente, eu poderei (ou poderia) aposentar com 56 anos, ou seja, daqui a 5 anos. Isso vai dar, no meu caso, 39 anos de contribuição ou 44 de trabalho. Eu pergunto novamente: onde está o meu privilégio?
    Agora vamos ver como eu fico com a atual reforma da previdência. Eu poderei aposentar com 62 anos de idade, sem ter direito a aposentadoria integral. Se eu quiser ter a aposentadoria integral, terei que trabalhar até os 65 anos de idade, o que vai dar nada mais nada menos que 48 anos de contribuição, enquanto, ironicamente, nessa mesma reforma o tempo mínimo de contribuição será 40 anos.
    Isso é justo?
    Essa reforma, se é que beneficia alguém, beneficiaria somente os filhos dos ricos, que saem da faculdade perto dos 25 anos de idade, quando começarão a trabalhar. Some 40 anos de contribuição a essa idade e bingo: temos os 65 anos de idade.
    E quem, como eu, começou a trabalhar cedo, vai contribuir com muito mais de 40 anos.
    Mas a única verdade é que o objetivo dessa atual reforma é acabar com a previdência, o que todo mundo bem informado sabe. Somente pessoas ingênuas ou sem conhecimento ou de má-fé defendem essa reforma. Qual é o seu caso?

  8. Ok. O Alessandro Molon é um deputado bastante inteligente que, como o Ciro Gomes, é bom de discurso e eterno opositor “de tudo o que está aí”. Lembrando que admitiu na CCJ a necessidade de reforma, seria interessante saber qual é a proposta dele ou do seu partido para resolver a questão.

    • Comecei trabalhar com 8 anos, engraxate não tinha carteira assinada
      Vendedor de verduras, pão e frutas na rua, não tem carteira assinada.
      Atendente de boteco, alafaiate sem carteira assinada.
      Então, sem contribuição para previdência por 11 anos, decidi que o melhor seria estudar.
      Assim o fiz,
      Graduação, iniciação científica, mestrado e doutorado, pós doutorado não recolhe nada nem conta tempo para previdência. Então, comecei a contribuir por conta própria aos 35anos. Se não mudar as regras talvez eu possa me aposentar com uns 70% do que contribuí aos 65 anos. Se quiser, pelas regras de hoje viventes, me aposentar com o teto 5.882 reais, não será possível antes dos 70anos.
      Se mudar para o que Tchutchuquinha quer, então, devo me aposentar aos 84.

  9. A mais eficiente crítica é menos importante que uma proposta pelo menos razoável. Todo mundo sabe criticar. Isso até eu faço. O blogue também. É mais fácil. E o Alessandro Molon não tem, o Psol não tem e o PT tbem não. Quem sabe o Zeca Dirceu tenha.

  10. Alguém podia fazer cover da Legião Urbana nessas sessões e em manifestações pelo país. Renato Russo, o porta-voz mais clarividente da geração “perdida” forjada pela ditadura civil-militar de 1964-1985 e que a repaginada ditadura “in regress” civil-militar de 2016 está reproduzindo ad infinitum.
    Enquanto esses fdp tocam o terror e o horror, precisamos tocar o rock n’roll e por esse país para dançar no melhor dos sentidos. Ah, que falta faz esse Russo, e Cazuza também, nesse país de “roqueiros” bundas moles. Viva Legião Urbana!

    Legião Urbana – Fábrica

    https://www.youtube.com/watch?v=7VNVHLHV_HQ

    “Nosso dia vai chegar
    Teremos nossa vez
    Não é pedir demais
    Quero justiça
    Quero trabalhar em paz
    Não é muito o que lhe peço
    Eu quero um trabalho honesto
    Em vez de escravidão
    Deve haver algum lugar
    Onde o mais forte não
    Consegue escravizar
    Que não tem chance
    De onde vem a indiferença
    Temperada a ferro e fogo?
    Quem guarda os portões da fabrica?
    O céu já foi azul, mas agora é cinza
    O que era verde aqui já não existe mais
    Quem me dera acreditar
    Que não acontece nada
    De tanto brincar com fogo
    Que venha o fogo então
    Esse ar deixou minha vista cansada
    Nada demais”

    Legião Urbana – O Reggae

    https://www.youtube.com/watch?v=QOkHvWGRsJg

    “Ainda me lembro aos três anos de idade
    O meu primeiro contato com as grades
    O meu primeiro dia na escola
    Como eu senti vontade de ir embora
    Fazia tudo que eles quisessem
    Acreditava em tudo que eles me dissessem
    Me pediram para ter paciência
    Falhei, gritaram:”Cresça e apareça!”
    Cresci e apareci e não vi nada
    Aprendi o que era certo com a pessoa errada
    Assistia o jornal da TV
    E aprendi a roubar pra vencer
    Nada era como eu imaginava
    Nem as pessoas que eu tanto amava
    Mas e daí, se é mesmo assim
    Vou ver se tiro o melhor pra mim
    Me ajuda se eu quiser, me faz o que eu pedir
    Não faz o que eu fizer
    Mas não me deixe aqui
    Ninguém me perguntou se eu estava pronto
    E eu fiquei completamente tonto
    Procurando descobrir a verdade
    No meios das mentiras da cidade
    Tentava ver o que existia de errado
    Quantas crianças Deus já tinha matado
    Beberam o meu sangue e não me deixam viver
    Têm o meu destino pronto e não me deixam escolher
    Vêm falar de liberdade pra depois me prender
    Pedem identidade pra depois me bater
    Tiram todas as minhas armas
    Como posso me defender?
    Vocês venceram essa batalha
    Quanto à guerra vamos ver”

    Legião Urbana – Aloha (para a jovem Giovana, de 18 anos, lendo O Manifesto do Partido Comunista – salvo engano -, num ponto de ônibus à saída de estação de metrô de SP; ao ser perguntada por quê o interesse num assunto tão polêmico, respondeu que era para entender antes de se posicionar. Lindo, não? e quão raro será?)

    https://www.youtube.com/watch?v=nM_HExiiG3U

    “Será que ninguém vê
    O caos em que vivemos ?
    Os jovens são tão jovens
    E fica tudo por isso mesmo
    A juventude é rica, a juventude é pobre
    A juventude sofre e ninguém parece perceber
    Eu tenho um coração
    Eu tenho ideais

    Eu gosto de cinema
    E de coisas naturais
    E penso sempre em sexo, oh yeah!
    Todo adulto tem inveja dos mais jovens
    A juventude está sozinha
    Não há ninguém para ajudar
    A explicar por que é que o mundo
    É este desastre que aí está
    Eu não sei, eu não sei

    Dizem que eu não sei nada
    Dizem que eu não tenho opinião
    Me compram, me vendem, me estragam
    E é tudo mentira, me deixam na mão
    Não me deixam fazer nada
    E a culpa é sempre minha, oh yeah!
    E meus amigos parecem ter medo

    De quem fala o que sentiu
    De quem pensa diferente
    Nos querem todos iguais
    Assim é bem mais fácil nos controlar
    E mentir, mentir, mentir
    E matar, matar, matar
    O que eu tenho de melhor: minha esperança
    Que se faça o sacrifício
    E cresçam logo as crianças” (https://www.vagalume.com.br/legiao-urbana/aloha.html)

    Legião Urbana – O livro dos dias
    https://www.youtube.com/watch?v=2nIiBgJgGT0

    “Ausente o encanto antes cultivado
    Percebo o mecanismo indiferente
    Que teima em resgatar sem confian’a
    A essência do delito então sagrado.
    Meu coração não quer deixar
    Meu corpo descansar
    E meu desejo inverso é velho amigo
    Já que o tenho sempre a meu lado.
    Hoje então aceitas pelo nome
    O que perfeito entregas mas é tarde
    Só daria certo aos dois que tentam
    Se ainda embrigados pela fome.
    Exatos teu perdão e tua idade
    O indulto é ti tomaste como bênção
    Não esconda tristeza em mim
    Todos se afastam quando o mundo está errado
    Quando o que temos é um catálogo de erros
    Quando precisamos de carinho
    Força e cuidado
    Este é o livro das flores
    Este é o livro do destino
    Este é o livro de nossos dias
    Este é o dia dos nossos amores”

    Para não dizer que não falei das flores, rs, Zélia Duncan cantando Marcelo Jeneci.

    Zélia Duncan – Todos os verbos
    https://www.youtube.com/watch?v=LbfXvvc3oe0

    “Errar é útil
    Sofrer é chato
    Chorar é triste
    Sorrir é rápido
    Não ver é fácil
    Trair é tátil
    Olhar é móvel
    Falar é mágico
    Calar é prático
    Desfazer é árduo
    Esperar é sábio
    Refazer é ótimo
    Amar é profundo

    E nele sempre cabem de vez
    Todos os verbos do mundo .(bis)

    Abraçar é quente
    Beijar é chama
    Pensar é ser humano
    Fantasiar também
    Nascer é dar partida
    Viver é ser alguém
    Saudade é despedida
    Morrer um dia vem
    Mas amar é profundo

    E nele sempre cabem de vez
    Todos os verbos do mundo(bis)” (https://www.vagalume.com.br/zelia-duncan/todos-os-verbos.html)

    Sampa/SP, 05/04/2019 – 13:06

  11. O maior absurdo é o silêncio das grandes organizações diante dessa imposição criminosa e carregada de inconstitucionalidades, que os bancos e as grandes empresas de previdência privada patrocinam. Cadê as Ongs que vivem a pedir auxílio para cuidar dos desassistidos e não dão um pio sobre o seu posicionamento a respeito deste criminoso confisco de direitos que a população é portadora? Sugiro que todos os blogs passem a divulgar seguidamente quais as ongs, quais as empresas, quais os políticos, quais as mídias e quais os juízes, promotores, procuradores e etc.. que estão omissos e/ou trabalhando a favor da aprovação do odiento e ganancioso crime da reforma da previdência, pelos termos do governo de Jair Messias Bolsonaro.

  12. Ora! Ora! Esse é o Brasil q vai sofrer com a proposta da Reforma da Previdência de Bolsonaro. Diz o deputado Marlon, pelo q vejo o Brasil mesmo se essa tal Reforma já sofre pelos desmandos e descasos dos governos anteriores q deixaram o país arruinado com alto índice de desemprego, saúde, segurança e educação um horror e esses mesmos governos o sr. Malon apoiava e apoia com garras e dentes e sua crítica de efeciente ñ tem nada é apenas despeita de perdedor.

    • Os desmandos e descasos dos governos anteriores não justificam a criminosa, covarde e abominável reforma da previdência, levada a cabo por Bolsonaro e Paulo Guedes, marionetes e capachos a serviço do capital financeiro nacional e internacional! A corja bolsonarista está aí, para privilegiar o rentismo, em detrimento do crescimento da economia real! A maldita reforma iria precarizar e destruir a renda de milhões de brasileiros e afetaria o consumo, a produção, geraria mais desemprego e consequentemente, mais recessão, necessariamente nesta ordem! Enquanto isto, os banqueiros estariam gargalhando com a lucratividade proporcionada pelo sistema de capitalização!

  13. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome