Aloysio critica reação no conflito EUA x Irã e diz que Bolsonaro é mais ideológico que PT

Jornal GGN – Ex-chanceler do governo Temer, o senador Aloysio Nunes (PSDB) criticou a reação do Brasil na escalada do conflito entre Estados Unidos e Irã, após o Donald Trump autorizar uma operação em Bagdá que acabou assassinando o general iraniano Qassem Soleimani, um herói local.

Em nota, o Itamaraty de Jair Bolsonaro inseriu o ataque no contexto do combate ao terrorismo, e alinhou-se aos Estados Unidos.

Para Nunes, “não há nada, nada, que o Brasil ganhe com isto, nos metendo num vespeiro no Oriente Médio. Onde nós temos muitos interesses sim. De natureza comercial, além dos interesses políticos. Os países do Oriente Médio estão entre os maiores importadores nossos de produtos do agronegócio”, comentou à BBC Brasil.

“Nós estamos nos metendo num vespeiro de uma região onde há interesses estratégicos, geopolíticos, religiosos, que formam um quebra-cabeça inextricável para quem não entra lá com uma ideia simples na cabeça. E a ideia simples é a defesa da paz, do diálogo, do direito internacional. Que nos permitia andar naquele formigueiro sem sermos molestados. É o que nós temos feito ao longo das últimas décadas”, acrescentou.

Ainda na entrevista, Nunes avaliou a política externa de Bolsonaro como “ideológica”. Ele falou especialmente da submissão do presidente aos interesses de Trump.

“(…) se criticava o PT por determinadas atitudes da política externa, que respondiam somente à ideologia, mas estamos indo muito além, no atual governo. E num tema da maior delicadeza, que é o tema da guerra e da paz.”

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Embaixadora é acusada de dificultar repatriação de brasileiros no México

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome