Anvisa decide no domingo de manhã se libera vacinas da Sinovac e Astrazeneca

A Anvisa alega que estão pendentes 33,7% das informações referentes à Coronavac e 31,3% da documentação da vacina da Astrazeneca

Jornal GGN – A diretoria da Anvisa se reúne no próximo domingo (16), às 10 horas, para deliberar sobre o uso emergencial das vacinas de Oxford, da Astrazeneca, e da Coronavac, da chinesa Sinovac. “Em caso de sinal verde, a imunização da população deve começar já na próxima semana”, é o que afirma o Valor Econômico desta quinta (14).

Na noite de quarta (13), o Instituto Butantan que testou a Coronavac no Brasil, enviou à Anvisa os últimos documentos sobre o imunizante. Mas após a ação, a agência informou a imprensa que ainda faltam dados complementares.

“Último dado a ser encaminhado, o estudo de imunogenicidade chegou à Anvisa sem a identificação dos voluntários que receberam vacina ou placebo. Além disso, os resultados apresentados são apenas qualitativos”, escreveu o Valor.

A Anvisa alega que estão pendentes 33,7% das informações referentes à Coronavac e 31,3% da documentação da vacina da Astrazeneca, que será produzida no Brasil em parceria com a Fiocruz.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora