As poesias invadindo o blog: tempos do cólera

Aqui no blog sempre leio o que é de minha área de interesse. Às vezes também perco horas lendo textos de comentaristas que considero mais relevantes.

Músicas, ouço todas. Enquanto faço issos e aquilos, vou ouvindo. Quando me ausento de casa, sinto-lhes a falta. Ora, ora, você não tem como ouvir músicas quando sai de casa? Elementar, meu caro companheiro. Mas não serão as selecionadas por vocês, por certo.

E o diálogo? E a interação?

Tenho percebido que o blog vem sendo invadido por uma tsunami de poemas.

Glória aos céus!

Tenho pra mim que sejam os tempos do cólera a que estamos sendo submetidos há meses e meses.

Então, para suportar a vida – “que é bonita e é bonita ” – poetamos e ouvimos melodias bonitas também.

Afinal, ninguém aqui é de ferro.

Dedico esse post a todos que gostam de poesia, viu, anarquista sério, que ontem escreveu assim sobre Fernando Pessoa no blog do Gilberto Cruvinel:

E existe poeta (consagrado) sadio ?

 Só a ”loucura” ou a droga inspira.”

 

ULYSSES

 

O mytho é o nada que é tudo.

O mesmo sol que abre os céus

É um mytho brilhante e mudo –

O corpo morto de Deus,

Vivo e desnudo.

 

Este, que aqui aportou,

Foi por não ser existindo.

Sem existir nos bastou.

Por não ter vindo foi vindo

E nos creou.

 

Assim a lenda se escorre

A entrar na realidade,

E a fecundal-a decorre.

Em baixo, a vida, metade

De nada, morre.

 

Em Mensagem, Primeira parte; BRAZÃO, II- OS CASTELLOS- PRIMEIRO- ULYSSES., Fernando Pessoa

 

 

Para Aristóteles, o mito é o gerador da tragédia, seu elemento central; sem ele, tal gênero não poderia existir. É ratificado como princípio e alma da tragédia, vindo somente depois os caracteres, as personagens.

Aqui apenas os versos e a música são importantes; por isso a escolha da tela negra.

Viajemos nos versos de Cecília Meireles. E só neles.

https://www.youtube.com/watch?v=9yIQgEALCik

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora