AVISO às Petrolíferas: Quem compra produto roubado é receptador!

Qualquer multinacional com a intenção de investir onde quer que seja antes analisa os riscos,  a situação econômica e política do país onde vai colocar o dinheiro, certo? Cobram garantias dos governos. É óbvio!
Portanto, todos os  altos executivos dessas empresas  estão cientes de que o Brasil sofreu recentemente um golpe de estado e que os usurpadores não passam de criminosos comuns, entreguistas  e estão envolvidos até o pescoço com a  corrupção.
O dito presidente Temer só não caiu porque o congresso também é composto em sua maioria por marginais. Eufemisticamente alcunhados de corruptos.
Portanto as companhias  que compraram parte do pré-sal têm obrigação de saber que estão adquirindo bens roubados. Quem compra de ladrão, sabendo que o cara é ladrão, ladrão é. Pois, participa e estimula o crime.
Então Shell, Statoil, Petrogal, CNOOC, QPI, CNODC, ExxonMobil, BP evidentemente não passam de uns reles receptadores e, não podemos deixar de mencionar, oportunistas. Empresas que vivem de explorar riquezas alheias em benefício próprio e de seus países. Deixam por onde passam guerras, destruição, poluição, doenças e misérias. Pois eles não são comprometidos com nada que não seja o lucro.
Agora, que garantias um governo ilegítimo pode ter dado a essas multi para convencê-los a comprar coisa roubada? Só isenção fiscal, preço baixo não pode ser. Nós tínhamos que saber o que foi falado ao pé do ouvido naquelas reuniões noturnas, fora da agenda. Mas uma coisa é certa, as garantias foram boas e não foram poucas. Afinal, os abutres aceitaram, não é mesmo?
Se antes as petrolíferas se intrometiam nos destinos das nações apenas pela força do hábito, neste momento seus interesses em influenciar na escolha do novo presidente do Brasil aumentaram. São trilhões de dólares em jogo.
 Lula lidera em todas as pesquisas. Prometeu um referendo a fim de deslegitimar os atos do traidor Temer. Com certeza a maioria da população dirá não a entrega da maior reserva petrolífera do mundo. Assim como dirá não às reformas trabalhistas, da previdência, da saúde, da educação, e dos fins dos programas sociais.
Sabedores disso essas empresas derramarão rios de dinheiros nas próximas eleições. Principalmente se houver um segundo turno com ex-presidente. Será a disputa presidencial  mais torpe que veremos. Um Davi contra vários Golias.
O Lula terá somente o povo a seu lado… Que estranho, não é verdade? Numa democracia o candidato só terá o povo a seu lado. Não deveria ser o divisor de águas?  Mas não é assim que a coisa funciona.
O que menos importa para a quadrilha de usurpadores é a população. Se vai passar fome, morrer de tuberculose, febre amarela, varíola, dengue ou  morar na rua pouco importa. O que interessa é o din-din no bolso.
Vivemos no país do espanto.
A gente acorda e se espanta com a cara de pau desses criminosos. Todo santo dia esses marginais destroem as conquistas que tivemos com o governo Lula/Dilma. E perpetram suas maldades numa boa. Não são nem importunados.
Vamos deixar um governo impopular, ilegítimo, canalha e corrupto vender nossas riquezas a troco de banana? Os outros enriquecerem às nossas custas e sair cantando de galo? Não é certo. Vamos à luta!
Temos que dar um basta nessa quadrilha. Vamos às ruas. Pressionar pela anulação do impeachment. Caso cruzemos os braços seremos um povo sem futuro.
Como cita Boaventura de Sousa no seu livro “A difícil democracia”: a democracia tem quer ser democratizada

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome