Barroso interrompe julgamento do STF que obrigaria municípios a contratar profissionais da saúde

É tão relevante o julgamento que quase todos os Estados, mais a União, como amici curiae.

Brasília- DF 01-02-2017 Sessão de abertura dos trabalhos do STF. Foto Lula Marques/Agência PT

O Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro entrou com uma ação relevante junto ao Supremo Tribunal Federal, que obriga o município do Rio de Janeiro a contratar mais profissionais de saúde. É tão relevante o julgamento que quase todos os Estados, mais a União, como amici curiae.

Hoje foi o julgamento virtual. O relator, Ministro Ricardo Lewandowski, votou a favor. Até o Ministro Luiz Fux acompanhou o voto do relator. Coube a Luis Roberto Barroso pedir vistas e parar o julgamento. Em plena Covid-19.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora