BBC Admite Participação No Golpe Contra Governo Do Irã Em 1953.

 

 21 de agosto de 2011

O canal da BBC Persian TV finalmente reconheceu a participação da rádio BBC Persian na derrubada do governo democraticamente eleito do Irã no golpe de 1953.
O golpe derrubou o governo do então primeiro-ministro iraniano Mossadegh levando à restauração da monarquia absoluta sob a ditadura de Reza Pahlevi, que posteriormente foi derrubado na Revolução Islâmica de 1979. 

Em um documentário exibido em 18 de agosto, no aniversário do golpe, a TV BBC Persian admitiu, pela primeira vez, ter desempenhado o papel de um braço da propaganda do governo britânico através da rádio BBC Persian no Irã.
Depois de repetidas negativas do papel da rádio BBC Persian em ajudar Londres a derrubar o governo de Mossadegh, o programa intitulado Cinematograph detalhou como a rede de rádio apresentava os programas anti-Mossadegh para minar seu governo.

 “O governo britânico usou o rádio BBC Persian para avançar sua propaganda contra o governo eleito e as matérias anti-Mossadegh foram transmitidas repetidamente até o ponto em que a equipe iraniana da rádio entrou em greve para protestar contra tal mudança”, afirmou o narrador do programa Cinematograph.

 A Grã-Bretanha havia perdido o seu poder como um império mundial após a Segunda Guerra. E os esforços de Mossadegh para nacionalizar a indústria iraniana de petróleo, que colheu seus frutos em 19 de março de 1951, significavam que a Grã-Bretanha perdia uma das fontes de recursos mais importantes que até então era totalmente controlada pelos britânicos, sob o disfarce da Empresa Anglo-Iranian Oil, devido à subserviência do regime Palevi.

 No aniversário da nacionalização da indústria petrolífera do Irã em 19 de março de 2010, o canal BBC Persian exibiu outro documentário que categoricamente negava a participação da rádio no golpe de 1953 alegando que a estação foi contra as políticas do governo britânico.

O Cinematograph também apresentou um documento confidencial de 21 de julho de 1951 em que um funcionário do Departamento das Relações Estrangeiras agradecia ao embaixador britânico pelas suas propostas que foram levadas ao ar pela rádio BBC Persian, reforçando assim a sua propaganda contra Mossadegh.

 “A BBC já havia feito a maior parte dos pontos que você listou, mas eles ficaram muito contentes por ter uma indicação sua de qual, provavelmente, seria a mais eficaz e organizarão sua programação conforme o indicado”, foi a leitura de parte do documento no programa.

“Devemos também evitar ataques diretos contra as” classes dominantes “, uma vez que parece provável que poderemos querer negociar com um governo extraído dessas classes caso Mossadegh caia”, acrescentou.
O documento destacou ainda que o Departamento “será grato por comentários [do embaixador] na linha de propaganda que propusemos”.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  GGN lança série no YouTube sobre influência dos EUA na Lava Jato

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome