Bernie Sanders sobrevive a ataques em debate democrata

Adversários focaram senador em noite tumultuada, mas não foi suficiente para tirar favoritismo; debate foi o último antes da Super Terça

Bernie Sanders segue como favorito na disputa pela vaga democrata. Foto: Reprodução/ Reuters/Callaghan O'hare

Jornal GGN – Estava claro que o debate democrata realizado na última terça-feira (25/02) teria Bernie Sanders como alvo, mas os outros seis pré-candidatos tiveram dificuldades em manter o foco sobre o atual líder da corrida pela indicação do partido para a disputa da presidência.

Segundo análise do jornal norte-americano The Washington Post – publicada no jornal Folha de São Paulo -, o último debate antes da Super Terça acabou se tornando uma metáfora da atual disputa: candidatos interrompendo uns aos outros em diversos momentos, e ignorando os moderadores em uma noite tumultuada.

Além de Sanders, participaram do debate o ex-vice-presidente Joe Biden, o ex-prefeito de South Bend (Indiana) Pete Buttigieg, a senadora Amy Klobuchar, o empresário democrata do Minnesota Tom Steyer e o ex-prefeito de Nova York Mike Bloomberg.

Sanders ficou na defensiva várias vezes, seja em relação aos custos com o plano Medicare Para Todos quanto sobre seu histórico com relação às armas de fogo ou suas declarações elogiando Cuba e seus programas de alfabetização – embora ele tenha admitido seu erro ao votar pela isenção dos fabricantes de armas da possibilidade de serem processados, o senador seguiu firme em suas posições.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  A expansão de evangélicos e do consumo no período petista, por Bruno Reikdal Lima

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome