Bolsa inverte trajetória e fecha em queda de 1,85%

Depois de começar o dia em alta, revisão dos dados do PIB derrubou cotação na parte da tarde; cotação do dólar cai 1,50%, e chega a R$ 5,027 na venda

Revisão do PIB derruba mercado financeiro na parte da tarde

Jornal GGN – O mercado financeiro chegou a operar em alta durante parte do dia, mas os prognósticos perderam força após a revisão dos dados do PIB por parte do governo federal, devido à perspectiva de piora da economia por conta da pandemia de coronavírus.

O Ibovespa (índice da Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo) terminou o dia em queda de 1,85%, aos 67.069 pontos e com um volume negociado de R$ 33,439 bilhões.

Analistas consultados pela agência de notícias Reuters explicam que a melhora do mercado financeiro no começo do dia foi amparada pela ação entre bancos e governos, em uma espécie de “otimismo cauteloso”, em meio ao agravamento do quadro global diante da pandemia de coronavírus.

Contudo, o otimismo foi por água abaixo quando o governo brasileiro revisou os prognósticos para o crescimento do PIB (Produto Interno Bruto), cortando a projeção de 2,1% para 0,02% – os números haviam se reduzido há 10 dias, passando de 2,4% para 2,1%.

Ainda assim, a previsão é mais otimista do que a do mercado, onde alguns analistas projetam que o PIB não deve crescer por conta da pandemia de coronavírus, enquanto outros consideram a recessão global uma realidade.

No câmbio, a cotação do dólar fechou em queda pelo segundo pregão consecutivo, terminando o dia em baixa de 1,50%,negociado a R$ 5,025 na compra e R$ 5,0274 na venda.

Nesta sexta, a autoridade monetária acolheu propostas para a realização de operações compromissadas em moeda estrangeira, para garantir o bom funcionamento dos mercados. A notícia de que o Federal Reserve (o Banco Central dos Estados Unidos) ampliou seu programa de apoio ao fluxo de crédito também foi bem recebida.

 

(com informações do UOL e da Reuters)

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador