Bolsonaro cortou 36% do orçamento das campanhas de vacinação

Em 2018, foi investido em campanhas de vacinação R$ 71,5 milhões. Em 2019, este número caiu para R$58 milhões e, no ano passado, para R$45,7 milhões

Jornal GGN – O governo Bolsonaro reduziu em mais de um terço, nos últimos dois anos, o orçamento do Ministério da Saúde dedicado a fazer campanhas nacionais de vacinação. É o que informa o Correio Braziliense desta segunda (25), com base em dados obtidos pelo Fiquem Sabendo, que acionou a Lei de Acesso à Informação.

De acordo com a reportagem, em 2018, foi investido em campanhas de vacinação R$ 71,5 milhões. Em 2019, este número caiu para R$58 milhões e, no ano passado, foi para R$45,7 milhões — uma redução de 36% em dois anos.”

Com a campanha de vacinação contra a Covid-19 começando na semana passada, o Ministério da Saúde só veiculou uma peça de divulgação nas redes sociais, mostrando militantes distribuindo as vacinas e dizendo que a imunização tem de chegar a todos.

O presidente da República, porém, insiste que a vacinação não é obrigatória, segue descredenciando a vacina, dizendo que não há eficácia comprovado, e afirma que não irá se vacinar.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora