Bolsonaro desiste de indicar PGR e vai deixar interino por tempo indeterminado

Ainda de acordo com o jornal, o ministro da Justiça Sergio Moro está excluído das conversas de Bolsonaro para a escolha do novo titular da PGR.

Foto: Divulgação/Presidência

Jornal GGN – Depois que seus candidatos à Procuradoria Geral da República foram alvos de críticas e polêmicas na imprensa, Jair Bolsonaro desistiu de indicar um substituto para a vaga que ficará aberta a partir de 17 de setembro, quando Raquel Dodge é obrigada a deixar o comando do Ministério Público Federal.

Segundo o jornal O Globo desta quinta (29), Bolsonaro já comunicou a interlocutores que vai deixar que o subprocurador-geral Alcides Martins assumir o posto interinamente, por tempo indeterminado.

“Se a atuação de Martins agradar ao governo, ele deve permanecer no cargo. Se não inspirar confiança, Bolsonaro deverá buscar um outro nome. Martins tem 70 anos de idade e, como vice-presidente do Conselho Superior do Ministério Público, assume automaticamente a chefia do Ministério Público Federal em caso de vacância do cargo.”, explicou o jornal.

Ainda de acordo com O Globo, o ministro da Justiça Sergio Moro está excluído das conversas de Bolsonaro para a escolha do novo titular da PGR.

O GGN prepara uma série de vídeos mostrando a interferência dos EUA na Lava Jato. Quer apoiar o projeto? Acesse www.catarse.me/LavaJatoLadoB

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora