Bolsonaro espera vazamento de grampo que implicará filhos no caso Marielle

Em vídeo no Youtube, deputado Otoni diz que grampo em milicianos "será espalhado na imprensa neste final de semana, para incriminar Flávio e Carlos Bolsonaro"

Jornal GGN – O deputado do Rio de Janeiro Otoni de Paula (PSC) publicou um vídeo no YouTube afirmando que a família Bolsonaro será alvo de um possível vazamento, neste final de semana, que implicará os filhos e o próprio presidente Jair Bolsonaro na investigação sobre a morte de Marielle Franco.

No vídeo, Otoni disse que a polícia do Rio de Janeiro dispõe de gravações em que milicianos “conversam entre si” e citam membros da família presidencial no caso Marielle.

O parlamentar afirmou que as “provas foram forjadas”, que a conversa entre “dois patifes” não é verdadeira. “Estão armando conversas de milicianos para jogar no Fantástico e no Jornal Nacional.”

Otoni revelou no vídeo que esteve com Jair Bolsonaro nesta semana, e que o presidente foi informado sobre o eventual vazamento.

Na manhã de sexta (13), sem ser questionado, Bolsonaro disse aos seguidores que está esperando por novas “armações”, feitas por “vocês sabem quem”.

“Qual é a armação? O governo Wilson Witzel está colocando a máquina do Estado para forjar provas que envolvam a família Bolsonaro no caso Marielle”, disparou o deputado, no vídeo.

“Eles estão armando conversas de milicianos. Atenção: um miliciano conversa com outro, e a Polícia Civil pega esse contato de um miliciano com outro para incriminar a família do presidente, para incriminar Flávio, para incriminar Carlos Bolsonaro, incriminar o próprio presidente da República no caso Marielle. A conversa é totalmente montada, toda montada”, repetiu o deputado em vídeo.

“Eles montaram um serviço de inteligência falso, mentiroso, e jogam na imprensa para ver o que vai dar.”

Exaltado, Otoni apelou para que a militância bolsonarista difunda o seu vídeo nas redes sociais, argumentando que as conversas que vierem a público precisam ser vistas como “uma montagem”. “Só cai nessa quem quiser.”

Ele ainda afirmou que, na segunda-feira, apresentará uma queixa-crime contra Witzel.

No Twitter, Carlos Bolsonaro compartilhou o vídeo de Otoni neste sábado (14).

https://www.youtube.com/watch?v=vouewK3Md0U&feature=youtu.be

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Loading comments...