Bolsonaro esquece discurso de campanha e busca investimentos na China

Presidente participa de encontros com autoridades e empresários do principal parceiro comercial do Brasil

Jornal GGN – O presidente Jair Bolsonaro desembarca na China nesta quinta-feira, onde será recebido pelas três principais lideranças do país – o presidente da República e secretário-geral do Partido Comunista, Xi Jinping, o primeiro-ministro, Li Keqiang e o presidente da Assembleia Nacional Popular, Li Zhanshu.

Principal parceiro econômico do Brasil, a China acumula um superávit na balança comercial de US$ 29 bilhões, ao passo que o Brasil é o quarto principal destino dos investimentos chineses. Segundo informações do jornal O Globo, empresários e autoridades esperam que essa viagem evidencie o impacto de tal relação para a economia brasileira.

O presidente brasileiro também participará de encontros com dirigentes chineses e de um seminário empresarial promovido pela Apex (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) junto com o vice-primeiro-ministro chinês, Hu Chunhua.

O esforço é que a retórica anti-China adotada por Bolsonaro durante a campanha eleitoral seja adotada como uma nota de pé de página. Na ocasião, o presidente chegou a declarar em entrevistas que “nem a China ou qualquer outro país poderá comprar o Brasil”, o que gerou muita desconfiança por diplomatas e investidores.

Essa preocupação fez o presidente adotar um tom mais conciliador com relação ao país asiático, visto que muita coisa está em jogo em termos econômicos e políticos no caso de uma eventual ruptura.

A comitiva de Bolsonaro conta com os ministros Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Teresa Cristina (Agricultura), Bento Albuquerque (Minas e Energia), Osmar Terra (Cidadania), Ernesto Araújo (Relações Exteriores) e Heleno Ribeiro (GSI), além dos parlamentares David Soares (DEM-SP), Fausto Pinato (PP-SP), Helio Lopes (PSL-RJ), Marco Feliciano (Podemos-SP) e do governador Gladson Cameli (AC).

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora