Bolsonaro esquece discurso de campanha e busca investimentos na China

Presidente participa de encontros com autoridades e empresários do principal parceiro comercial do Brasil

Jornal GGN – O presidente Jair Bolsonaro desembarca na China nesta quinta-feira, onde será recebido pelas três principais lideranças do país – o presidente da República e secretário-geral do Partido Comunista, Xi Jinping, o primeiro-ministro, Li Keqiang e o presidente da Assembleia Nacional Popular, Li Zhanshu.

Principal parceiro econômico do Brasil, a China acumula um superávit na balança comercial de US$ 29 bilhões, ao passo que o Brasil é o quarto principal destino dos investimentos chineses. Segundo informações do jornal O Globo, empresários e autoridades esperam que essa viagem evidencie o impacto de tal relação para a economia brasileira.

O presidente brasileiro também participará de encontros com dirigentes chineses e de um seminário empresarial promovido pela Apex (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) junto com o vice-primeiro-ministro chinês, Hu Chunhua.

O esforço é que a retórica anti-China adotada por Bolsonaro durante a campanha eleitoral seja adotada como uma nota de pé de página. Na ocasião, o presidente chegou a declarar em entrevistas que “nem a China ou qualquer outro país poderá comprar o Brasil”, o que gerou muita desconfiança por diplomatas e investidores.

Essa preocupação fez o presidente adotar um tom mais conciliador com relação ao país asiático, visto que muita coisa está em jogo em termos econômicos e políticos no caso de uma eventual ruptura.

A comitiva de Bolsonaro conta com os ministros Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Teresa Cristina (Agricultura), Bento Albuquerque (Minas e Energia), Osmar Terra (Cidadania), Ernesto Araújo (Relações Exteriores) e Heleno Ribeiro (GSI), além dos parlamentares David Soares (DEM-SP), Fausto Pinato (PP-SP), Helio Lopes (PSL-RJ), Marco Feliciano (Podemos-SP) e do governador Gladson Cameli (AC).

 

8 comentários

  1. O mitosco presidente adolinquente sociopsicopatóico é apenas (mais) um corretor do BraZil.
    Não está buscando investimentos (que trazem retorno ao país), mas tentando vender o que não é dele.
    Como os “garimpos com americanos na Amazônia, pois eles tem competência”…

  2. Ainda bem que está aprendendo com seus erros. A Elite que comanda esta Nação há 9 décadas, ainda não se livrou da esquerdopatia nem da bipolaridade. Bolsonaro errou mas concerta mais rápido. O lamentável é que ‘Anão Diplomático’ se enxerga exatamente desta forma. É inacreditável !! A crise no Mundo pegou Irlanda, Portugal, Grécia,…..Nos comparamos a estes países !!! A América Latina está com problemas na Bolívia, Uruguai, Guatemala, Chile, Honduras,….Nos enxergamos como tais !!! SOMOS SURREAIS !!!!! A Nação-Continente se permite comparar a uma ínfima fração do seu território, à Populações que caberiam em certos bairros da cidade de São Paulo. O exemplo é infantil, mas lembram do um desenho da Disney onde o leão era criado entre as ovelhas e todos tinham medo do lobo? Temos Estatura para comandar todo Hemisfério Sul e políticas mundiais. Sem intervencionismo ou colonialismos. Gerar riqueza inigualável, já que inigualável a outro é o Brasil. País mais rico da Terra. Desenvolver toda a Nação e países-irmãos-vizinhos ou umbilicalmente ligados ao Brasil como os árabes ou africanos. Mas saíamos pelo planeta com o pires nas mãos, como se dependêssemos de esmolas. O que a doutrinação de 9 décadas faz com o cérebro de toda uma Nação?!! Grite alto para que todo Mundo te reconheça Gigante Adormecido ? MEEEEEEEEEEEEÉ Pobre país rico. Mas de muito fácil explicação.

  3. Nassif: tô chateado. O discurso DaBala (antes da peça “A Facada”, a que foi um sucesso de urna) era de, ganhando, mandar afundar a ilha de Cuba, botar fogo em toda Venezuela, reduzir vermelhos e chinas e meros cãezinhos amestrados e fazer os árabes beijarem os pés de seu amigo Bibi. Seus escudeiros, em número de 56 milhões, disseram “SIM” para este plano colossal, incluindo o ProfetaMaldito e o dono do Templo do Bras, com seus respectivos séquitos. Começou em casa, dando porrada em preto, pobre e puta. O Mercado vibrou. Bolsas foram à estratosfera com suas ações. Os VerdeSauvas, idealizadores da façanha, ficaram felizes. Até mandaram despejar óleo pelas praias do nordeste, só pra sacanear aqueles que ousaram negar-lhe votos no pleito. O IndioVice até riu do Raoni. Mas a coisa andou devagar. O dono do quintal tirou o aval daquele troço de indicar os caras pra uma organização europeia. Seu sócio portenho parece quebrou a cara. Na Bolívia, o IndioMorales levou (até agora) a melhor. E no Peru as coisas estão azedando o pé do frango, tanto quanto no Chile. Então ele resolveu voar pras bandas do Oriente, pedir esmola. Não logrou sucesso no Pais do Sol Nascente. Mudou o rumo, pra pedir penico pros chinas, os mesmos que havia prometido “pisar no pescoço”, como fizeram com aqueles 9, no tempo da DitaMole (lembra? E ainda roubaram os dólares deles). Até DaBalinha não vai mais fritar Hamburger no MacDonald de Washington. Vamos aguardar. Mas que tô chateado, tô. O cara parece que é macho pela metade…

  4. Nassif: tô chateado. O discurso DaBala (antes da peça “A Facada”, a que foi um sucesso de urna) era de, ganhando, mandar afundar a ilha de Cuba, botar fogo em toda Venezuela, reduzir vermelhos e chinas e meros cãezinhos amestrados e fazer os árabes beijarem os pés de seu amigo Bibi. Seus escudeiros, em número de 56 milhões, disseram “SIM” para este plano colossal, incluindo o ProfetaMaldito e o dono do Templo do Bras, com seus respectivos séquitos. Começou em casa, dando porrada em preto, pobre e puta. O Mercado vibrou. Bolsas foram à estratosfera com suas ações. Os VerdeSauvas, idealizadores da façanha, ficaram felizes. Até mandaram despejar óleo pelas praias do nordeste, só pra sacanear aqueles que ousaram negar-lhe votos no pleito. O IndioVice até riu do Raoni. Mas a coisa andou devagar. O dono do quintal tirou o aval daquele troço de indicar os caras pra uma organização europeia. Seu sócio portenho parece quebrou a cara. Na Bolívia, o IndioMorales levou (até agora) a melhor. E no Peru as coisas estão azedando o pé do frango, tanto quanto no Chile. Então ele resolveu voar pras bandas do Oriente, pedir esmola. Não logrou sucesso no Pais do Sol Nascente. Mudou o rumo, pra pedir penico pros chinas, os mesmos que havia prometido “pisar no pescoço”, como fizeram com aqueles 9, no tempo da DitaMole (lembra? E ainda roubaram os dólares deles). Até DaBalinha não vai mais fritar Hamburger no MacDonald de Washington. Vamos aguardar. Mas que tô chateado, tô. O cara parece que é macho pela metade…

  5. Estamos no pior dos mundos.Estamos sendo comidos pelos Estados Unidos e pela China. A China acabou a nossa industria e esta transformando a Amazonia numa monocultura de soja

  6. Estamos no pior dos mundos.Estamos sendo comidos pelos Estados Unidos e pela China. A China acabou a nossa industria e esta transformando a Amazonia numa monocultura de soja

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome