Bolsonaro estuda recriação de Ministério da Segurança Pública

Pasta ficaria responsável por órgãos como Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal; presidente cogita Alberto Fraga para o cargo

O ex-deputado Alberto Fraga (esq.) volta a ser cotado para um eventual ministério no governo Bolsonaro. Foto: Reprodução

Jornal GGN – A recriação do Ministério da Segurança Pública voltou a ser cogitada pelo presidente Jair Bolsonaro. A pasta desmembraria o atual Ministério da Justiça, e um dos nomes cotados para assumi-la é o do ex-deputado federal Alberto Fraga, amigo pessoal do presidente.

Segundo informações do jornal O Globo, tal desmembramento deixaria a pasta responsável por órgãos como a Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Federal – que tem sido alvo de polêmicas desde que a indicação de Alexandre Ramagem, amigo do clã Bolsonaro, foi barrada pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Bolsonaro disse que Fraga é “cotado” para o cargo, mas que não há uma definição. Ele ressaltou que o ex-deputado também está “livre de todos os problemas”, fazendo referência a sua absolvição em processos a que respondia.

O Ministério da Segurança Pública foi criado por Michel Temer em fevereiro de 2018, mas a pasta foi extinta pelo próprio Bolsonaro no ano passado, que a fundiu com o Ministério da Justiça.

Em janeiro, Bolsonaro falou que estudaria a recriação de um ministério para o setor de segurança pública, a partir de reivindicações feitas por secretários estaduais de Segurança Pública – mas recuou depois de o então ministério da Justiça, Sergio Moro, indicar que deixaria o cargo caso isso acontecesse.

 

Leia Também
Fachin nega retirar questionamento sobre validade de inquérito da Fake News
Imagem falsa que Bolsonaro pinta do Brasil acirrará crise de reputação internacional
GGN prepara dossiê sobre trajetória de Sergio Moro

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora