Bolsonaro indica pastor e produtora de festival cristão para assumir diretoria da Ancine

Indicações de Pastor Tutuca e Verônica Brendler serão avaliadas pelo Senado Federal

Foto: José Cruz/Agência Brasil

Jornal GGN – Jair Bolsonaro (sem partido) indicou ao Senado o pastor Edilásio Barra, conhecido como Tutuca, e a diretora do Festival Internacional de Cinema Cristão, Veronica Brendler, para assumir a direção da Agência Nacional do Cinema (Ancine).

As indicações foram publicadas nesta sexta-feira, 21 de fevereiro, no Diário Oficial da União (DOU). Agora, o Senado deve promover uma sabatina entre os indicados para aprovação da Casa.

A Ancine, braço do Ministério do Turismo, é responsável pelo fomento, regulação e fiscalização do cinema e do setor audiovisual brasileiro. A diretoria conta com quatro integrantes colegiados e um deles é indicado como presidente. 

Edilásio e Verônica são conhecidos pela ligação aos movimentos religiosos e as opiniões um tanto quanto curiosas.

O pastor, que já trabalhou na TV, desde outubro de 2019 ocupa o cargo de superintendente de Desenvolvimento Econômico na Ancine. Em uma entrevista à BBC Brasil, antes de ser nomeado, chegou defender a adoção de cota para filmes brasileiros em serviços de streaming e o direito de montagens evangélicas às verbas públicas.

Enquanto isso, a produtora e diretora do Festival Internacional de Cinema Cristão, Verônica Brendler, diz em seu currículo que já teve 80 projetos aprovados na Lei Rouanet. Ela ainda dá palestras sobre o acesso de incentivo à cultura, alvo das críticas de Bolsonaro.

Segundo o G1, questionado sobre as motivações da escolha, o Planalto decidiu não comentar. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  A militância jurídica do juiz que autorizou cultos em massa de Silas Malafaia

1 comentário

  1. Para o Inmetro, alguem pra deixar agua na gasolina
    No Ibama, alguem a favor das queimadas
    Na Educação, um analfabeto contra o saber
    As farmacias serao inundadas de remedios falsificados, fabricados pelas miliciaa
    Estamos virando um Grande Haiti

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome