Bolsonaro joga desemprego no colo dos governadores

Em transmissão pela internet, presidente diz a apoiadores diz que a conta da “onda enorme de desemprego” que está a caminho não pode cair no seu colo

Foto: Reprodução

Jornal GGN – O presidente Jair Bolsonaro disse a seus apoiadores neste domingo que “uma onda enorme de desemprego” está a caminho do país, e que a conta não pode cair no seu colo.

Segundo o mandatário, o desemprego “compete aos governadores” devido às medidas de isolamento social adotadas para o combate ao coronavírus, e voltou a repetir a decisão tomada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que estabeleceu a prefeituras e governos estaduais a competência para abordar o tema.

“O STF decidiu que governo e prefeitos são responsáveis por essa política. Agora está vindo uma onda de desemprego enorme, não queiram botar no meu colo. Compete aos governadores a questão desse problemas que estão acontecendo quase que no Brasil todo”, disse, em conversa ocorrida na frente do Palácio da Alvorada e transmitida em seu Facebook, segundo informações do portal UOL.

Bolsonaro tem se mostrado contra o isolamento social desde o início da pandemia, e defende uma política que priorize os aspectos econômicos. Contudo, tanto epidemiologistas como cientistas de todo mundo afirmam que o distanciamento é a forma mais eficiente para conter a disseminação do coronavírus.

 

Leia Também
Manifestantes contra Bolsonaro ocupam Esplanada em Brasília
Uso da Lei de Segurança Nacional bate recorde com Bolsonaro
A vida pregressa de Sergio Moro: saiba como ajudar o projeto do GGN

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora