Bolsonaro ofereceu embaixada para Osmar Terra, quando o tirou do Ministério da Cidadania

Quando decidiu passar Onyx Lorenzoni da Casa Civil para o Ministério da Cidadania, Jair Bolsonaro cogitou em oferecer ao então Ministro Osmar Terra uma embaixada.

Segundo reportagem do Estadão, Bolsonaro tratou do tema com o Ministério das Relações Exteriores. A compensação a Terra seria ou a embaixada da Argentina ou da Espanha. A dificuldade maior é que, para assumir a embaixada, Terra teria que renunciar ao mandato de deputado federal.

Consultado, Terra teria ficado de estudar a proposta.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

5 comentários

  1. Nesta história de ficar fechado com as bancadas do agro, do boi e da bíblia vai ser tragicômico se o exílio do Terra for porque este tentou por chifre, ao cobiçar a mulher do próximo.

  2. como piada, essa estória da golpista IstoÉ foi ótima. Piada old school, cuja graça vem a partir de reforçar alguns preconceitos e o senso comum de uma sociedade machista. Mas evidente que os comentários jocosos e também chulos que foram escritos pelos leitores da mídia independente, apesar de algumas referencias machistas, não provam que somos, na maioria, uns “machos esquerdopatas” , conforme disse Vera Magalhães (aquela que aproveitou-se da morte de Marisa Letícia para agredir cruelmente Lula). Existe algum resquício de machismo em alguns poucos da esquerda, mas na grande maioria somos muito conscientes em relação às gravíssimas violências físicas, morais e psicológicas das quais as mulheres brasileiras são vítimas no cotidiano. Dizer que Lula é machista porque falou em “mulheres de grelo duro” é um “argumento” que demonstra uma hipocrisia cínica, oportunista , intelectualmente desonesta, canalha, desses pseudo-analistas estilo “Vera Magalhães” que aproveitam-se de um luto pra pisotear quem perdeu a mulher amada, e fingem não entender a linguagem popular que, no contexto em que foi usada por Lula, não tinha 1% de machismo. São muito toscos, ridículos e canalhas esses farsantes da mídia que odeiam o povo.
    Parece um absurdo tão grande uma “jovem senhora” ter um envolvimento extra-conjugal com um senhor de 70 e lá vai fumaça, estando óbvio que nesse caso não haveria nenhum tipo de interesse financeiro. O non-sense, o absurdo de imaginar um presidente sendo traído por um idoso já com aparência um pouco trôpega, é o elemento que torna a piada magistralmente hilária , genial. Parabéns ao coxinha golpista e fofoqueiro da IstoÉ. Eu preferia estar falando sobre o fato do Lula ter repudiado o impeachment, NESSE MOMENTO, mas a piada do domingo foi um ótimo momento. Apesar de servir apenas pra descarregar a tensão. Mas o bom humor é essencial, mesmo esse chulo e relativamente preconceituoso dos comentários que inundaram alguns sites ontem. ( eu já escrevi coisa parecidas com as de ontem, não estou menosprezando ninguém que tenha escrito aquelas besteiradas de ontem).

  3. Qual seria o motivo para para o presidente mandar Osmar para além mar?
    Enterra, digo, Terra não aceitou por quê?
    Esse é um cargo mais importante garboso que o cargo de deputado num congresso que pode ser fechado a qualquer momento e que a muito deixou de ser um lugar de notáveis.
    Ele deve ter sido levado a ficar por conta da grande amizade com o presidente.
    Louvável, essa fidelidade ao amigo.

  4. Mandar Osmar Terra para longe do Brasil soa como “retirar o sofá da sala”, para resolver certos “problemas íntimos de família”. Essa estória vai dar muito pani para a manga…

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome