GGN

Bolsonaro repetiu Collor ao convocar protestos e ficar no vácuo

Jornal GGN – Jair Bolsonaro perdeu o campeonato de panelas na noite de quarta (18) e a derrota é comparável a outro momento da história do Brasil, quando o ex-presidente Fernando Collor, mergulhado numa crise, pediu que o povo fosse às ruas, de verde e amarelo, em seu apoio.

Ao contrário do que Collor esperava, brasileiros vestiram preto e iniciaram um movimento em favor de seu impeachment. Já o barulho esperado por Bolsonaro nas varandas e janelas ficou muito aquém de suas expectativas. O presidente, inclusive, nem fez comentários nas redes sociais.

Durante toda a quarta (18), Bolsonaro convocou na internet e imprensa um panelaço a favor do governo para as 21h, trinta minutos depois do panelaço programado contra ele.

Internautas e jornais repercutiram centenas de vídeos de protestos pedindo “Fora Bolsonaro” em vários contatos do País, inclusive em bairros nobres que, no passado, bateram panela para ajudar a derrubar Dilmar Rousseff.

Bolsonaro, assim como Collor, só deu aos adversário uma prova de que já está caminhando para a raspa do tacho de sua popularidade.

“Foi um erro muito grave do presidente Bolsonaro. Repetiu o erro do Collor. O vento mudou de lado”, disse o deputado Alessandro Molon à coluna Painel, da Folha desta quinta (19).​

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Sair da versão mobile