Brasil cai pelo 5º ano seguido no Ranking da Corrupção

Numa escala de 0 (muito corrupto) a 100 (íntegro), a nota do Brasil em 2019 foi 35

Jornal GGN – O Brasil caiu pelo quinto ano consecutivo no Índice de Percepção de Corrupção (IPC), divulgado pela Transparência Internacional nesta quinta (23).

O desempenho do País – 106ª posição – é equiparável à Albânia, Costa do Marfim, Argélia e Egito. Na edição de 2018, o Brasil aparecia na 105ª posição.

A última vez que o país avançou no ranking foi em 2014, quando chegou ao 69º lugar. Desde então, só houve queda em todas as edições, apontou a BBC Brasil.

O IPC adota uma escala que vai de 0 (país percebido como muito corrupto) a 100 (muito íntegro). Na edição de 2019, a nota do Brasil foi 35, a mesma do último ano de governo Temer.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Exclusivo: 5 vídeos para entender a influência dos EUA na Lava Jato

2 comentários

  1. Vai continuar caindo no ranking.
    A corrupção é um ser metamorfo, adaptável ao ambiente e que continua aí, firme e forte como sempre. Um ser metamorfo não se combate com discursos (principalmente os falsos), procedimentos em papel ou simplesmente ações de “Complience”, mas sim com o perfeito conhecimento do ambiente passivel de ser corrompido, de forma a que se possa interferir a tempo e impedir que a metamoforse ocorra e a corrosão por corrupção se torne parte do ambiente.
    Mas, voltando ao ranking, afinal; qual a diferença para 2014?
    Até este ano o país foi governado por um grupo que fortaleceu instituições para um combate efetivo a corrupção. Sem luz de holofotes que hoje iluminam farsas que se intitulam heróis, é verdade, mas vinha num crescente tal que ao ser percebido pelos icones da corrupção brasileira o governo precisou ser derrubado.
    https://oglobo.globo.com/economia/partidos-se-irritam-com-mudancas-feitas-por-graca-na-petrobras-4749680
    https://istoe.com.br/7733_CURTO+CIRCUITO+EM+FURNAS/
    Lula virou preso político, sob aplausos de uma parcela idiotizada da populacao, e Dilma, ofendida por canalhas que até hoje lançam fakes nas redes, foi deposta. Para estes “influenciadores de manada” eu, solenemente, c* e ando, o que me retirou a esperança de um país melhor foram as instituições que tramaram ou permitiram a farsa do impeachment e a prisão de Lula, principalmente no legislativo, comandado por um Cunha que, como visto no link, foi impedido por Lula de se apropriar do fundo de pensão de furnas.
    Como se gorgeia por aí: “muito fácil a explicação”

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome