Brasil é o País que tem menos gasto por aluno no ensino superior, diz OCDE

Segundo reportagem de Jamil Chade, apesar de ter as menores despesas em números absolutos, o País destina para a educação mesma proporção do PIB que países ricos

Foto: Agência Brasil

Jornal GGN – Levantamento feito pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico, a OCDE, mostra que o Brasil é o País que menos tem gastos com ensino superior entre 39 economias avaliadas. A informação foi divulgada pelo jornalista Jamil Chade, no UOL deste sábado (4).

O levantamento, feito com dados de 2015 (último ano com informações disponíveis) mostra que o Brasil gasta, por ano, 3,7 mil dólares com cada estudante universitário dos setores público e privado.

A título de comparação: o País que mais gasta é Luxemburgo, com média de 48 mil dólares por aluno. Os Estados Unidos vêm em segundo lugar, com 30 mil dólares.

Entre os latino-americanos, Chile é o pais com maior gasto, 8,4 mil dólares ao ano.

Quando o assunto é ensino fundamental. Brasil gasta 2,7 mil dólares ao ano por aluno. A Alemanha despende 11 mil dólares.

Apesar do gasto absoluto ser o menor, o percentual do PIB que vai para a educação é equivalente às taxas praticadas em países ricos. Em 2015, 5% do PIB brasileiro foi para a educação, o mesmo volume destinado pela Suécia.

Em 2018, o hoje ministro da Educação Abraham Weintraub declarou que o Brasil gasta como os ricos e tem resultados de pobres.

No governo Bolsonaro, Weintraub anunciou corte de 30% da verba para despesas básicas em todas as universidades federais.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora