Brasil tem falta de remédios usados em pacientes graves de COVID

Conass levantou hipótese de o mercado estar represando o fornecimento dos produtos para praticar sobrepreço

iStock

Jornal GGN – Pelo menos um remédio de uma lista de 22 drogas essenciais para procedimentos feitos em pacientes graves de covid-19 estão em falta em 21 estados brasileiros e no Distrito Federal. É o que aponta um levantamento do Conass, o Conselho Nacional de Secretários de Saúde.

O Conass já cobrou do Ministério da Saúde e da Anvisa mais agilidade na compra e distribuição desses medicamentos. Em reunião promovida na quinta (25), conselheiros debateram a hipótese de o mercado brasileiro estar represando os produtos para praticar sobrepreço. “Os órgãos estudam acionar o mercado internacional para uma aquisição emergencial e reforçar as aquisições na indústria nacional”, informou O Globo.

De acordo com o estudo, há 22 estados com medicamentos da lista que só duram mais 10 dias no máximo. “O Amapá tem situação emblemática nesse sentido: dos 22 medicamentos listados na pesquisa do Conass, 11 estão em falta e 11 têm estoques de dez dias ou menos. Sem os medicamentos, as equipes de saúde ficam impossibilitadas de fazerem a entubação para salvar a vida do paciente.”

André Peluso, infectologista e diretor da Santa Casa de Araraquara – que tem 15 remédios com estoque baixo, para mais 10 dias apenas – explicou que as medicações são necessárias em procedimentos de entubação e ventilação mecânica.

Em entrevista exclusiva ao GGN, a pneumologista e pesquisadora Letícia Kawano explicou que o atendimento ao paciente que precisa de respiração mecânica pode ser determinante no pós-alta. Dependendo do tempo de UTI e do manuseio das máquinas, o paciente pode carregar sequelas nos pulmões que são irreversíveis.

Leia também:  Marco Aurélio nega anulação de buscas em gabinete de Paulinho da Força

Leia mais:

“Sequela pós-COVID é real, frequente e vai ser uma carga para o sistema de saúde”, diz especialista

 

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome