Brasileiros aumentam fluxo de recursos para países fiscais

Investimentos nas Ilhas Cayman chegam a US$ 85,7 bilhões; valor representa 17 vezes o PIB brasileiro projetado para este ano

Jornal GGN – As Ilhas Cayman são destino consolidado no que se refere ao capital dos brasileiros no exterior, principalmente por conta do imposto zerado sobre a renda: dados do Banco Central mostram que as três ilhas detém um estoque de US$ 85,7 bilhões de Investimento Direto Externo (IDE).

O valor investido por empresas e investidores apenas nas Ilhas Cayman representa 17 vezes o PIB (Produto Interno Bruto) do país, projetado em US$ 5 bilhões para este ano.

Em entrevista ao jornal Correio Braziliense, o pesquisador Daniel Simões mapeou dados da Securities Exchange Comission (SEC) e de governos de paraísos fiscais, e encontrou centenas de empresas brasileiras em Cayman no ano passado – como a Petrobras, com um escritório em um prédio comercial de três andares, por onde realizou emissões de dívida.

Dados recentes do BC indicam que o estoque de investimentos de brasileiros em Cayman passou de US$ 67,4 bilhões para US$ 85,7 bilhões entre 2018 e 2019, aumento de US$ 18,7 bilhões, ou 27,15%. No ano passado, o volume total de capital de brasileiros no exterior declarado ao BC somou US$ 529,2 bilhões, alta de 7,3% em relação a 2018.

 

 

Leia Também
Enfrentamento da pandemia em um governo neoliberal, por Fernanda Bárbara
Nove capitais distribuem auxílios emergenciais à população
Editorial da Folha traz a ‘ditabranda’ de volta, diz Jânio de Freitas
“Resistir é preciso”: Série narra trajetória da imprensa alternativa e clandestina na Ditadura

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora