‘Caciques’ políticos atrapalham candidatos à Prefeitura, diz Ibope

Pesquisa Ibope/Associação Comercial de São Paulo mostra que apoio de líderes políticos pode ter efeito negativo maior que positivo

Foto: Reprodução

Jornal GGN – O apoio de “caciques” políticos aos candidatos à Prefeitura de São Paulo pode mais atrapalhar do que ajudar alguns candidatos, segundo pesquisa Ibope/Associação Comercial de São Paulo.

Os entrevistados foram questionados se eles ficariam mais ou menos propensos a votar em candidatos que fossem apoiados pelo presidente Jair Bolsonaro, pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, pelo governador João Doria ou o ex-governador Geraldo Alckmin. Em todos os casos, as respostas negativas superaram as positivas.

Embora Bolsonaro tenha vencido as eleições de 2018 com 20 pontos percentuais de folga na cidade de São Paulo, agora 47% dos eleitores paulistanos declararam que o apoio dele reduziria sua vontade de votar em um determinado candidato – sendo que 41% afirmam que a vontade diminuiria muito, e 6% que diminuiria um pouco.

O ex-presidente Lula aparece como sendo o cabo eleitoral mais forte: um terço dos entrevistados (32%) se mostrou muito ou pouco inclinados a votar em um candidato a prefeito impulsionado pelo ex-presidente, mas 40% dos entrevistados rejeitariam dar o voto a um aliado de Lula.

O Ibope ouviu 1.001 paulistanos entre os dias 15 e 17 de setembro. A margem de erro é de três pontos porcentuais. As informações são do jornal O Estado de São Paulo.

 

 

Leia Também
Bolsonaro declara guerra contra ambientalistas
Boaventura: “só os míopes desprezam a utopia”
Por que o arroz está tão caro? Assista na TV GGN

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Bolsonaro promoveu reunião entre advogadas de Flávio, GSI e Abin no Planalto

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome