Câmara aprova R$ 1,9 bi para aquisição da vacina de Oxford contra Covid-19

O contrato firmado pela Fiocruz, vinculada ao Ministério da Saúde, com a AstraZeneca prevê o recebimento pelo Brasil de 100,4 milhões de doses da vacina

Reprodução

Jornal GGN – A Câmara dos Deputados aprovou na tarde desta quarta-feira, 2 de dezembro, a Medida Provisória (MP) que libera R$ 1.994.960.005,00 para a compra e o processamento final pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) da vacina contra a Covid-19 em desenvolvimento da Universidade de Oxford e comercializada pela gigante europeia AstraZeneca. 

O contrato firmado pela Fiocruz, vinculada ao Ministério da Saúde, com a AstraZeneca prevê o recebimento pelo Brasil de 100,4 milhões de doses da vacina. A instituição brasileira ficará responsável pelo processamento final, como formulação, envase, rotulagem, embalagem e controle de qualidade do imunizante. 

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou que 15 milhões de doses do imunizante devem chegar no país entre janeiro e fevereiro. As outras 100,4 milhões de doses devem ser importadas até o final do primeiro semestre de 2021. 

A MP para viabilizar o crédito extraordinário para aquisição da vacina foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) em 6 de agosto. A medida já tem força de lei, mas precisa ser aprovada em até 120 dias para não perder a validade, que vence nesta quinta-feira, 3.  Agora, a proposta segue para o Senado Federal.

Com informações do Uol.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora