Catarina e Jarirí – uma paixão sobre-humana

– Ié vérdadi, mestre. U puóvo é muitu instável i manipuláver. Basta vê qui eile ségui aquilu qui jamais diviria siguí. Eile ségui as nutícia di tilivisão, di rádiu i as fófóca qui ispaiam nu mei deile. U puóvo tá muitu afastadu da vérdadi, véve num mundu di iscuridão criada pur quem tem u dineru i u póder i qui são us donus dus mei di cómunicação di massa. A massa é u puóvo pobri i nicissatadu di muitas cousas. Infilizmenti, u puóvo num sabi cumu funciona a pulítica nu Brasil i nu mundo. As nutícia chega prá eile adispois di tê cido mastigada pelus ricus donus deisses mei di cómunicação di massa.

– Entoncis, Jarirí, a jienti pódi dizê qui us donus dus meius di cómunicação di massa são us amassadô du puóvo, são aquelis qui amassam i móldam u cérebru da massa du jeito qui eiles quiserem. Quem domina us mei di cómunicação têm um puder muitu grandi, passanu pu puóvo só as informação manipulada qui num préjudicam eiles, us ricus.

– Uilsso memo, Catarina. Pur exempro, eiles despejam em cima du puóvo u ódio qui eiles tem du Lula, fazem di tudo pra qui u nuósso ex-presidente seja odiado i esquicido pelo puóvo. Tão doidinho pra jogá eile na prisão pu puóvo pensá qui eile é criminoso. Faz muitu tempo qui eile é persiguidu por éissa máfia, maisi nunca provaram nada contra eile i nunca vão prová, purqui eile nunca cometeu ninhum crime. Memo anssim, eiles tão tentanu inventá uma mintira sobre eile pá fazê cum qui seja condenadu i num póssa ser candidato pás éleissão du ano qui vem.

– Ié muitu bão ficá sabenu disso, Jarirí. Nósis temos qui nos prépara muito pá qui Lula seja eleito novamente. Se uilsso acuntecê, vai sê uma das maióres vitórias dum puóvo nu mundu. A aligria vai vortá i vai fazê u puóvo ir pra o futuro, cum uma nóva géração si brasileiros qui num vai maisi si dexá ser manipulada.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora