Catarina e Jarirí – uma paixão sobre-humana

– Às veiz, Paisé, me vem una tristeza acumpanhada di preúcupação, o povo tá cavanu seu próprio buraco e, nu fundu deile, não vai incontrá água, vai incontrá uma pedra impossivéu di ser quebrada. E piór, cuando o povo percebê qui istão num fundo sem saída, vão olhar pra cima e inxergarão a Besta jogando terra sobri eile, Na história du Brasir jamais ixistiu um candidato maisi pirigoso e despreparadu do qui eisse tar di Bolsonaru. Eile é sujeito frio i violento i é craro qui vai ispalhá a violência, principamente contra o povo pobre qui móra nas periferias das grandis ciudadis.

– É verdadi, Jarirí. Uma das loucura da Besta é querer liberá o porte de armas pra todos os brasileru. Eu tenho um vizinho, qui mora du lado dereito da minha casa, qui paréci ser um sujeito bão, maisi eile é alcólutra e custuma espancár a mulhé e os filhos cuando chega em casa bêbadu. Faz poco tempo, eile pegô uma faca e falô qui ia matá todos eiles, os quar sairu correndo pra rua disisperados. Eu i os otros vizinho iscuitamo e saímos córrenu atraizi deile e, pur sorte, cunsiguimo dominá o loco. Se eile tivéssi um revórvi na cintura, teria dado tiro pá tudo quanto é lado, tão bêbadu eile istava.

– E as bala perdida? Quanta gente as bala perdida já mataru pur eisse Brasir afora? E como sabê pra quem dar o porte de arma? Eisse teu vizinho, que de dia é um santo trabaiadô e de noite é um assassino, quarqué hóra vai matá toda a família e vai dá um tiro na própria cabessa pur causa do remorso que vai sentir. Dar um revórvi pá um homi anssim é armar uma trajédia qui pode acuntecê a quarqué momento.

– A Besta gósta de arma e dos Estados Zunido. Lá neisse país, quarqué um pódi comprá revórvis e fuzis. E sempre passa na tilivisão os locos dos Estados Zunidos qui saem matandu dezenas de pessoas sem nem sabé o porquê arresórveu fazê isso. Tem muita gente qui, se tivér uma arma na cintura, se sente todo poderoso. Gente desse tipo é um pirigo, pois o poder póde subir pá cabessa e fazer cum qui o infeliz saía atiranu nos colega di trabalho pur ódio contra eiles. Ou fazer cum qui suba no alto de um prédio pra atirar nas pessoa qui istão passando nas rua. Cuandu acuntecê acidentes di trânsito, os motorista vão sair dos carros já cum as armas nas mão. Imajina a loucura qui vai ser isso!

Leia também:  O que se sabe sobre a conta na Suíça atribuída à filha de José Serra

– E isso sempre acuntéci, Paisé. Ieu fico pensanu nos mais de 14 milhões di brasileros qui o guverno temer dexô disempregados. Um desempregado qui paga aluguél e tem família cum mulhé i filhos piquemos pá sustentá vai fazê o que pá sobrevivê se não consegue arranjar emprego pra ele? Vai ele e a família dormir na rua? Isso enlouquéci um homi néissa situação. As fábrica e o comércio istão demitindo muita gente, principarmente adispois da reforma trabalhista qui a Besta ajudô a aprová na Câmara. A Besta é amigo do peito do miché temer e sempre votou em tudo qui eisse homi quis. Será qui o povo não sabe disso? O guverno da Besta vai ser uma cuntinuação du governo do temer. E vai ser uma cuntinuação muito piór. Como é pussível um prisidente qui não sabe nada sobri economia? Eile não tem ninhum plano decente pá acabá cum o desemprego. E foge dos debatis purque não sabe respondê priguntas sobri economia e outras sobri assuntos importantis. Quem tá pensanu em votá  na Besta deve tirá éissa ideia da cabessa. Se eile ganhá, a situação do país vai piorá muito mais do qui já piorou com temer. Agóra, Paisé, eu quiria qui ucê falassi sobri os uatizápi qui ispalham notícias falsas. Cumo acabá cum isso?

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome