Chile em convulsão social: as imagens de 23/10

Piñera ensaiou um recuo com anúncio de novas medidas, mas a população seguiu com os protestos em massa, reprimidos violentamente pelas forças militares

Jornal GGN – Os protestos no Chile contra o aumento da tarifa do transporte público, o alto custo de vida e a privatização dos serviços públicos, entre outras consequências da política liberal imposta pelo governo nas últimas décadas, se intensificaram nesta quarta (23), com centenas de milhares de pessoas ocupando as ruas, sobretudo na capital Santiago.

O presidente Sebastián Piñera ensaiou um recuo com anúncio de novas medidas, mas a população seguiu com os protestos em massa, reprimidos violentamente pelas forças militares. Até agora, o saldo de mortes está na casa das 18 vítimas, incluindo uma criança de 4 anos, que foi atropelada por um motorista que jogou o carro em cima de um grupo de manifestantes.

Confira imagens abaixo, publicadas na internet por chilenos.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  O erro de se comparar o incomparável na política e a economia de tempo do Capital, por Álvaro Miranda

2 comentários

  1. Os neoliberais estão liberando o que para eles é o estado: exército e polícia; fuzis e cassetetes; mortes e prisões. O estado sobrepujando aos seus contribuintes.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome