5 comentários

  1. cada dia que passa, “melhor” fica…..uma reunião do g20 pra ficar para a historia…..acho que temos que dar a essa reunião um nome diferenciado, g20 é muito banal…que tal k39?………?

    https://twitter.com/utsch/status/1144428958403837952

    Assessoria da Presidência acaba de informar que o encontro que Jair Bolsonaro teria com o francês Emmanuel Macron foi cancelado. Macron é uma daz vozes mais críticas ao brasileiro na Europa. No horário programado, o presidente do Brasil vai se reunir com o presidente da Indonésia

  2. ELES ESTÃO QUERENDO BLINDAR QUEM?

    Aeronáutica impõe sigilo à investigação de militar preso com cocaína
    O que há para esconder?

    Compartilhar Email Imprimir
    Publicado em 27/06/2019 no Conversa Afiada

    De Jussara Soares, no Globo Overseas:

    Aeronáutica impõe sigilo nas investigações em caso de militar preso na Espanha

    O Comando da Aeronáutica impôs sigilo na investigação envolvendo o caso do militar preso na Espanha, sob suspeita de tráfico de drogas. Em coletiva à imprensa na tarde desta quinta-feira, a corporação não esclareceu se o sargento Manoel Silva Rodrigues, de 38 anos, flagrado com 39 quilos de cocaína em sua bagagem, na terça-feira, passou por uma inspeção na base aérea de Brasília antes de embarcar.

    Sob alegação de que o inquérito policial militar (IPM), instaurado na quarta-feira, está sob sigilo, também não houve esclarecimento se, nesta viagem, a equipe de apoio foi submetida a uma vistoria antes da decolagem.

    – Especificamente deste caso, é objeto da investigação. E está sob sigilo. Quando for concluído o inquérito, que tem a data de 40 dias mais 20 dias, vai ter a conclusão deste processo – alegou o porta-voz da Aeronáutica, major aviador Daniel Rodrigues Oliveira.

    (…)

    https://www.conversaafiada.com.br/politica/aeronautica-impoe-sigilo-a-investigacao-de-militar-preso-com-cocaina

    QUE TAL o Moro fazer uma proposta de delação premiada ao sargento Manoel Silva Rodrigues, “o dono” dos 39 kg de cocaína? Seria uma ótima oportunidade de abrir um inquérito contra Lula e Dilma, como sugeriu nas entrelinhas o ministro da educação, por tráfico INVISÍVEL de drogas. E a argumentação que levaria Dilma à cadeia seria: ninguém viu, ninguém constatou, mas que ocorreu, ocorreu. E Lula pegaria mais uns 20 anos de prisão.

    Porra! Eu já estou arrependido dessa sugestão.

  3. AO MINISTRO DA “EDUCASSÃO” QUE ACUSOU LULA E DILMA DE TEREM FEITO TRÁFICO INVISÍVEL DE COCAÍNA

    Militar-traficante do Aerococa deve condomínio, o que indica que era estreante no ramo

    ​​
    Publicado em 28 junho, 2019 7:17 am, no DCM
    Sargento da Aeronáutica Manoel Silva Rodrigues foi preso por levar no voo 39 kg de cocaína. Foto: Reprodução
    Do Estadão:

    Preso na Espanha com 39 kg de cocaína em voo da Força Aérea Brasileira (FAB), o segundo-sargento da Aeronáutica Manoel Silva Rodrigues tinha, até o início do mês, uma dívida de R$ 1.381,25, referentes a três parcelas do condomínio do seu apartamento em Taguatinga, cidade nos arredores de Brasília. O militar só quitou a dívida após ter sido processado pelo próprio condomínio.

    Rodrigues, que é comissário de bordo, fazia parte da comitiva de 21 militares que acompanha a viagem de Bolsonaro ao Japão, onde participará da reunião do G-20. O avião da Força Aérea Brasileira (FAB) em que estava o militar é usado como reserva da aeronave presidencial e, portanto, esta comitiva não fazia parte do mesmo voo que transportou o presidente. A droga foi encontrada em sua bagagem ao desembarcar em Sevilha, na Espanha, primeira etapa da viagem.

    O imóvel de Rodrigues fica num condomínio com piscina e salão de festa, a cerca de 30 km do Palácio do Planalto. O apartamento está ocupado, mas os funcionários do prédio não disseram se o sargento vive no local e também se recusaram a interfonar a pedido da reportagem.

    O preço de uma propriedade no condomínio varia de R$ 150 mil a 210 mil (há opções de 2 e 3 quartos), e alugueis vão de R$ 1 mil a R$ 1,6 mil, segundo condôminos ouvidos pelo Estado. Nenhum deles disse não conhecer o militar.

    (…)

    https://www.diariodocentrodomundo.com.br/essencial/militar-traficante-do-aerococa-deve-condominio-o-que-indica-que-era-estreante-no-ramo/

  4. LULA ESTÁ SOB CUSTÓDIA MILITAR E SEM DIREITOS

    Lula está sob a custódia das Forças Armadas, não do sistema estatal de justiça. As instituições estão tuteladas pelos militares e impedidas de garantirem o acesso do Lula à justiça, diz o colunista Jeferson Miola

    28 de junho de 2019, 06:44 h

    Assim como Roberto Carlos, Lula vai precisar de um milagre para se casar

    Em 6 meses o STF adiou 3 vezes o julgamento do habeas corpus em que Lula pede sua liberdade devido à atuação interessada, documentalmente comprovada, de Sérgio Moro no processo farsesco para condená-lo, prendê-lo e afastá-lo da eleição presidencial.

    O 3º adiamento dá a exata noção da anomalia do judiciário brasileiro, que está tutelado pelas facções militares hegemônicas.

    Habeas corpus, no Direito, tem valor equivalente ao atendimento médico urgente, inadiável e improrrogável. Em nenhuma hipótese o socorro imediato pode ser negado se presentes os requisitos para seu pedido; sua negação pode levar a risco de morte do paciente.

    Lula, todavia, foi privado desse direito humano vital, a despeito da sua idade avançada e do tempo de prisão ilegal e injusta que está sendo forçado a cumprir.

    O ministro Ricardo Lewandowski reclama a jurisprudência do STF em casos idênticos, e deixa implícito que o resultado da votação do STF teria sido favorável à concessão de habeas corpus se não fosse Lula o “paciente” julgado na sessão de 25 de junho de 2019 [aqui].

    Dentro do cárcere, Lula ainda padece do banimento das prerrogativas legais e constitucionais que, como ser humano e cidadão, ele é portador.

    Até há 2 meses o judiciário mantinha a Constituição suspensa, com a imprensa censurada, Lula amordaçado, sem liberdade de opinião e proibido de ser entrevistado.

    Para Lula, a Lei de Execução Penal é letra morta. O judiciário impediu-o de acompanhar o sepultamento do seu irmão, restringiu cruelmente a presença dele no velório do netinho morto, o Arthur; proibiu-o de receber visitas religiosas e cassou a procuração para Haddad atuar na sua equipe de defensores.

    O mesmo judiciário que mantém o criminoso e conspirador Sérgio Moro solto e que se recusa a conceder habeas corpus a Lula, autorizou um senador em prisão domiciliar curtir férias nas praias paradisíacas do Caribe! [decisão só revogada depois de muito escândalo na mídia]

    O tratamento aviltante e indigno dispensado a Lula não é apenas uma ofensa ao Estado de Direito e à Constituição, mas é uma aberração que distancia o Brasil dos princípios democráticos e dos valores iluministas conquistados pela humanidade no século 18.

    O regime de exceção, fascista, não coloca Lula nem acima nem abaixo das Leis e da Constituição, mas à margem do sistema judicial; trata-o como um pária.

    Lula está sob a custódia das Forças Armadas, não do sistema estatal de justiça. As instituições estão tuteladas pelos militares e impedidas de garantirem o acesso do Lula à justiça.

    Da 1ª instância ao Supremo, passando pelos tribunais regionais e pelo STJ, significativos segmentos do judiciário estão contaminados. É hipócrita e repugnante, por isso, o argumento de que “Lula é culpado porque foi condenado em todas instâncias”.

    Num feito inédito na história brasileira, o Comandante do Exército “criou” uma assessoria militar na presidência do STF. A subalternidade de Toffoli é suprema: é Villas Bôas quem designa o general que ocupa o posto de assessor da presidência do STF!

    O judiciário está sendo mero executor das ordens contidas nos tweetsdisparados por Villas Bôas de dentro do Palácio do Planalto [aqui].

    É descomunal o esforço para impedir, por todos os meios, que Lula seja libertado. O símbolo maior da guerra sem tréguas contra Lula, o inimigo capital do regime de exceção, é a “comovente” determinação do general Villas Boas, cuja dedicação canina aos propósitos do regime lhe cobra um impressionante sacrifício físico e humano que ele julga valer a pena., em nome de um “ódio superior”.

    O regime não admite a hipótese do Lula livre. Se Lula for absolvido em algum processo ou alcançar o habeas corpus, nova farsa será usada para condená-lo e mantê-lo sequestrado.

    Já programaram sua condenação pelo TRF4 nas próximas semanas na farsa do sítio de Atibaia e, à continuação, acontecerão outras condenações seriadas, já programadas – copiadas e coladas, como fez a “juíza” Gabriela Hardt.

    A liberdade de Lula e a restauração da democracia não surgirá de decisões do STF, da concessão dos militares ou do arrependimento da burguesia com a barbárie produzida e que nos envergonha perante o mundo.

    Lula só será libertado, a democracia reconquistada e o Estado de Direito restaurado quando houver mudança da correlação de forças políticas na sociedade.

    Para isso acontecer, é preciso mudança substantiva no tom e na contundência da luta contra o fascismo e da resistência democrática, inclusive para encorajar alguma reação altiva no STF.

    Não existe receita mágica, é preciso pensar e planejar isso estrategicamente. E com urgência.

    Lula está sob custódia militar e sem direitos humanos, civis e políticos. A luta por justiça, por democracia e por direitos sociais se combina com a luta em defesa da soberania e da independência nacional e pela liberdade do Lula.

    Essa luta fundamental desse período histórico traz novos e desafiadores requerimentos ao bloco democrático e popular.

    https://www.brasil247.com/blog/lula-esta-sob-custodia-militar-e-sem-direitos

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome