6 comentários

  1. Explicando por linhas tortas….
    O ex-embaixador dos EUA no Brasil nos diz, nas entrelinhas(e mesmo nas linhas) e com todo o pragmatismo norte-americano, que a LV foi usada como instrumento de geopolítica e geoestratégia internacional, para acabar com o projeto de Bloco sul americano e do modelo de influência brasileiro na América do latina…….. simples assim…….

    O tal de Matthew Stephenson é grande parça do Dallagnol….

    O braço americano da Lava Jato(O correto seria Lavajato:O braço brasileiro do DoJ)

    https://epoca.globo.com/o-braco-americano-da-lava-jato-23782895

  2. 39 quilos é merreca……isso sim é profissionalismo…..

    US Customs just seized a ship owned by JPMorgan after authorities found $1 billion worth of drugs on it

    https://markets.businessinsider.com/news/stocks/cocaine-ship-jpmorgan-owns-vessel-seized-by-us-cbp-2019-7-1028340025

    Trad:
    A alfândega dos EUA acaba de apreender um navio da JPMorgan depois que as autoridades encontraram nele drogas no valor de US$ 1 bilhão

    Os procuradores federais na Filadélfia apreenderam um navio porta-contêineres operado pela Mediterranean Shipping Co., semanas depois de as autoridades terem encontrado mais de US$ 1 bilhão em cocaína no navio que era uma das maiores apreensões de drogas da história americana.

    US Customs and Border Protection apreendeu o navio em 4 de julho, disse um comunicado na segunda-feira. O navio é propriedade de clientes como parte de uma estratégia marítima proposta pela JPMorgan Asset Management., de acordo com uma pessoa familiarizada com o assunto. É operado pelo MSC, sediado na Suíça.

    Em 18 de junho, agentes do CBP encontraram 39.525 libras de cocaína escondidas em vários contêineres no MSC Gayane, no porto marítimo de Filadélfia. O valor de rua das drogas foi estimado em cerca de US$ 1,3 bilhão, tornando-a a maior apreensão de cocaína pela agência.

    “A apreensão de um navio desta magnitude é complicada e sem precedentes – mas é apropriada porque as circunstâncias aqui também são sem precedentes.”, disse o procurador William McSwain. “Encontramos quase 20 toneladas de cocaína escondidas neste navio.

    Pelo menos meia dúzia de membros da tripulação foram presos, de acordo com as Investigações de Segurança Interna, e a investigação está em andamento. As acusações incluíam conspiração para possuir cocaína a bordo de um navio.

    O Gayane navegou sob a bandeira da Libéria e já havia viajado pelas Bahamas e vários países sul-americanos, de acordo com um rastreador de navios on-line.

    JPMorgan se recusou a comentar.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome