4 comentários

  1. Sorria! Você está sendo enganado. Ou, como diria Olavo de Carvalho, ENRABADO.

    Ministério da Saúde ocultou números de coronavírus porque Bolsonaro queria menos de mil mortes por dia

    247 – Jair Bolsonaro determinou ao Ministério da Saúde que o número de óbitos por coronavírus no Brasil fique abaixo de mil por dia, de acordo com o jornal Estado de S. Paulo.

    A solução encontrada foi separar os óbitos ocorridos nas últimas 24 horas das mortes de datas anteriores, mas que só foram confirmadas naquele período. A determinação de Bolsonaro teria sido, portanto, o motivo que causou a polêmica mudança na política de divulgação dos dados da pandemia no País.

    O Planalto tenta passar à sociedade a sensação de que o avanço da Covid-19 no Brasil já está desacelerando e, assim, insistir na narrativa de exagero da mídia.

    Atualmente o País registra 37.312 óbitos e 685.427 casos confirmados da Covid-19. É o segundo local no mundo com mais registros da doença e o terceiro em número de mortos.

    https://www.brasil247.com/brasil/bolsonaro-determinou-que-numero-de-obitos-por-coronavirus-fique-abaixo-de-mil-por-dia?amp=&utm_source=onesignal&utm_medium=notification&utm_campaign=push-notification

    Se o presidente genocida quer menos de 1000 mortes por dia, não precisa gastar dinheiro com a contagem dos cadáveres.

    Sugestões para os próximos dias:
    Dia 09/06 732 mortes
    Dia 10/06 276 mortes
    Dia 11/06 Zero mortes (para o BraZil ficar parecido com a Nova Zelândia)
    Dia 12/06 142 mortes
    Dia 13/06 Apenas uma única morte: a de Jair Bolsonaro.

    E o Trump mandou um recado para o genocida, mas ele não entendeu. Com a desmoralização do Brasil no mundo inteiro, Estados Unidos à frente, o amigo Trump (I love you, amor) está perdendo eleitores por causa da sua “amizade” com Bolsonaro. E Trump, que não tem nada de besta, procura se afastar do psicopata, chamando-o indiretamente de incompetente e responsabilizando-o pelas mortes por covid-19 no BraZil. Tô começando a gostar do Trump.

    E só porque mora nos Estados Unidos, Olavo de Carvalho se sente no direito de dizer em “ingrês” “fuck you, Bolsonaro, tu queres que eu morra de fome, porra?!” E foi aí que o véio da Havan entrou na jogada pra fazer uma vaquinha em prol do véio fascista da Virgínia.

    NOTA DE CEM REAIS: OLAVO DE CARVALHO APRENDEU A BATER NA MESA, QUANDO FALA, COM O GENERAL HELENO, O VÉIO DO EXÉRCITO BRASILEIRO.

    A gente goza mas nóis sofre (desculpe a inversão da frase, Macaco Simão)

  2. COM ELEGÂNCIA E SEM PALAVRÕES, LULA DIZ NÃO À ENTREVISTA NO JORNAL O GLOBO, O GABINETE DO ÓDIO DA FAMIGLIA MARINHO

    Lula nega entrevista ao Globo e explica o motivo: grupo de mídia é parte da perseguição judicial
    8 de junho de 2020, 13:10

    Do site do ex-presidente Lula – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva enviou carta em resposta a um pedido de entrevista do jornal O Globo. O ex-presidente fala de como as Organizações Globo lideraram o lawfare para impedi-lo de ser candidato em 2018, mesmo com a lei brasileira e decisão das ONU garantindo esse direito ao ex-presidente. E esconderam as suas absolvições na justiça que desmontam a tese do “power point”, e as muitas provas de sua inocência e de que foi vítima de um processo político e parcial, diversas vezes demostradas pela sua defesa desde 2015 e também pelas série de reportagens da Vaza Jato feitas pelo site The Intercept Brasil em parceria com veículos como a Folha de S. Paulo, Agência Pública entre outros órgãos de imprensa. A última entrevista de Lula para um veículos das Organizações Globo foi para o jornalista Roberto D’Ávila, para a Globonews, em 2015.

    A íntegra da carta abaixo:

    “Prezado Bernardo,

    Agradeço o convite para uma entrevista para o jornal O Globo em uma série sobre ex-presidentes da República. Seu convite destoa da censura imposta pelas Organizações Globo. Não confundo as organizações com as diferentes condutas profissionais de cada um dos seus jornalistas.

    O que me impede de atendê-lo é o notório tratamento editorial que as Organizações Globo adotam em relação a mim, meu governo e aos processos judiciais ilegais e arbitrários de que fui alvo, que têm raízes em inverdades divulgadas pelos veículos da Globo e jamais corrigidas, apesar dos fatos e das evidências nítidas, reconhecidas por juristas no Brasil e no exterior.

    As próprias sentenças tão celebradas pela Globo são incapazes de apontar que ato errado eu teria cometido no exercício da presidência da República. Fui condenado por ‘atos indeterminados’.

    Ao invés de ser analisada com isenção jornalística, a perseguição judicial contra mim foi premiada pelo O Globo. As revelações do site The Intercept foram censuradas, escondendo as provas de que fui julgado por um juiz parcial, em conluio com os promotores, que sabiam da fragilidade e falta de provas da sua acusação.

    Enquanto não for reconhecido e corrigido o tratamento editorial difamatório das Organizações Globo não será possível acolher um pedido de entrevista como parte de uma normalidade que não existe, pelos parâmetros do jornalismo e da democracia.

    Luiz Inácio Lula da Silva”

    https://www.brasil247.com/poder/lula-nega-entrevista-ao-globo-e-explica-o-motivo-grupo-de-midia-e-parte-da-perseguicao-judicial?amp

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome