Clipping do dia

As matérias para serem lidas e comentadas.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  O que é imunidade de rebanho e por que "não se aplica" a Covid-19

6 comentários

  1. QUEM FOI QUE DISSE QUE BOLSONARO QUER MATAR APENAS OS POBRES? ELE QUER MATAR TUDO QUE SE MEXE

    Bolsonaro coloca maiores empresários do país em quarentena por covid-19

    A notícia de que Jair Bolsonaro está com Covid-19 levou apreensão aos presidentes das maiores empresas do país. Rubens Ometto (Cosan), Rubens Menin (MRV), Cândido Pinheiro (HapVida), Eugênio Mattar (Localiza), Francisco Gomes (Embraer), Carlos Alberto de Oliveira (Caoa), Carlos Trabuco (Bradesco), Lorival Luz (BRF) e Fernando Queiroz (Minerva Foods) estiveram com o presidente na sexta (3)

    https://www.brasil247.com/brasil/bolsonaro-coloca-maiores-empresarios-do-pais-em-quarentena-por-covid-19-x8op7sv9

  2. BOLSONARO DISSEMINA O CORONAVÍRUS PELO BRASIL INTEIRO

    Bolsonaro pode ter infectado centenas de pessoas nas últimas duas semanas

    Nos últimos 14 dias, Jair Bolsonaro fez reuniões, viajou a seis estados, participou de oito cerimônias e três encontros coletivos, nos quais esteve com centenas de pessoas
    8 de julho de 2020, 04:41 h

    247 – Jair Bolsonaro manteve contatos próximos com centenas de pessoas nos últimos 14 dias. Refratário às normas de distanciamento social, agindo sempre com descaso diante da possibilidade de contágio próprio e das pessoas em volta, trocou apertos de mão, tocou nas pessoas, tirou fotos, conversou em proximidade e não usou máscara em inúmeras ocasiões.

    Nos últimos 14 dias, fez reuniões no Palácio do Planalto, quatro viagens, ao Ceará, Santa Catarina, Minas Gerais e Goiás, participou de oito cerimônias e três reuniões coletivas em Brasília.

    Ao menos 66 políticos, empresários e outras personalidades estiveram cara a cara com Bolsonaro nesse período.

    Em várias ocasiões Bolsonaro não usou máscara, apertou a mão das pessoas, promoveu e participou de aglomerações e rodinhas de conversa sem se preocupar com as normas para evitar o contágio, informa reportagem dos jornalistas Ranier Bragon e Daniel Carvalho na Folha de S.Paulo.

    O tempo de incubação da Covid-19, ou seja, o período em que a pessoa está infectada, mas não apresenta sintomas, pode variar de 1 a 14 dias, de acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde).

    Um dos eventos em que ele ignorou as normas de distanciamento foi na cerimônia de abertura da Semana Nacional de Políticas sobre Drogas (CLOROQUINA?), em Brasília.

    Em outro evento, na cerimônia de inauguração do Centro de Operações Espaciais Principal (COPE-P), em Brasília, esteve de máscara, mas distribuiu diversos apertos de mão e também participou de diversas aglomerações, diz a reportagem.

    Em 24 de junho, Bolsonaro participou em um café da manhã com 13 parlamentares. Ninguém usava máscaras nos momentos em que se aglomeraram em rodinhas e na mesa do café.

    Nas viagens que fez aos estados, Bolsonaro provocou aglomerações e tirou a máscara diversas vezes, inclusive ao posar para fotos com apoiadores.

    https://www.brasil247.com/brasil/bolsonaro-coloca-maiores-empresarios-do-pais-em-quarentena-por-covid-19-x8op7sv9

  3. BOLSONARO NÃO ESTÁ NEM AÍ PARA ESTA AMEBA, PELO SIMPLES FATO DE NÃO TER CÉREBRO.

    Ameba ‘comedora de cérebro’: caso de infecção na Flórida gera alerta nos EUA

    Infectados pela ameba apresentam sintomas como febre, náusea, vômito, rigidez na nuca e dores de cabeça; estima-se que 97% dos infectados morrem — a maioria em até uma semana.

    https://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2020/07/06/ameba-comedora-de-cerebro-caso-de-infeccao-na-florida-gera-alerta-nos-eua.ghtml

    Que pena que Bolsonaro não tenha qualquer coisa parecida com um cérebro

  4. JÁ SÃO 108

    No Palácio do Planalto, reino de Bolsonaro, já são 108 infectados pela Covid-19

    Após Jair Bolsonaro dizer que está infectado pela Covid-19 e, mesmo assim, subestimar os efeitos da pandemia, dados divulgados pela Secretaria-Geral da Presidência da República apontaram mais de 100 infectados pelo coronavírus no Planalto
    8 de julho de 2020, 10:00 h

    247 – A Secretaria-Geral da Presidência da República informou que, dos 3.400 servidores da presidência, havia 108 infectados pelo coronavírus até o dia 3 de julho, o equivalente a 3,8% do quadro.

    As informações foram divulgadas pela secretaria depois que Jair Bolsonaro afirmou estar infectado pela Covid-19. Além de cometer inúmeros crimes de responsabilidade ao estimular aglomerações, Bolsonaro chegou a dizer que usar máscara é “coisa de viado”.

    Após dizer que foi contaminado, Bolsonaro voltou a subestimar os impactos da Covid-19. “Os cuidados mais importantes são com os idosos, mas, com os demais, não precisa entrar em pânico”, disse ele, que havia classificado o coronavírus como uma “gripezinha”, em março, e perguntou “e daí?” ao ser questionado sobre os cinco mil mortos pela doença, em abril.

    Em nota, a pasta disse “que adota as medidas recomendadas ao enfrentamento do novo coronavírus, de modo a assegurar que o ambiente de trabalho na Presidência da República esteja sempre o mais seguro possível para todos os servidores”.

    Segundo a plataforma Worldometers, que disponibilizado estatísticas globais do coronavírus, o Brasil ocupa a segunda posição no ranking mundial de confirmações (1,6 milhão) e mortes (66,8 mil), atrás apenas dos Estados Unidos, com 3 milhões de casos e 133 mil óbitos provocadas pela doença.

    https://www.brasil247.com/regionais/brasilia/no-palacio-de-planalto-reino-de-bolsonaro-ja-sao-108-infectados-pela-covid-19-kbjqvfks

    Bolsonaro chegou a dizer que usar máscara é “coisa de viado”.
    Ou seja, usar máscara é coisa do Carluxo

  5. Para a posse da nova diretoria do TJMG houve festa em Belo Horizonte, apesar do COVID

    https://www.itatiaia.com.br/noticia/novo-presidente-do-tjmg-diz-que-evento-de-posse-para-200-pessoas-e-sessao-de-trabalho

    “Indagado se moveria alguma ação para impedir o evento, Kallil respondeu: “Não, claro que não. Eu não sou nem burro e nem doido. Vamos parar de demagogia. Você vai impedir a posse de um presidente do Tribunal de Justiça?”, finalizou.” Leia mais em
    https://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2020-07-01/cerimonia-de-posse-da-nova-diretoria-do-tjmg-gera-polemica-em-bh.html

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome