Com cargos no governo, MDB também repudia “novo AI-5” de Bolsonaro

"O Brasil espera que não percamos o equilíbrio e o foco no que mais precisamos: empregos e renda para as pessoas", recomenda MDB

Jornal GGN – A presidência nacional do MDB, hoje sob a batuta de Baleia Rossi, também divulgou nesta quarta (31) uma nota oficial repudiando a fala de Eduardo Bolsonaro. Em entrevista divulgada no YouTube, o filho do presidente Jair Bolsonaro afirmou que a “radicalização” da esquerda contra o governo justificaria a edição de um “novo AI-5”.

“Como Movimento Democrático Brasileiro que nasceu e cresceu na defesa da Constituição, consideramos inaceitável qualquer menção a atos que possam colocar em risco, de novo, a liberdade do cidadão brasileiro. Lutamos contra a ditadura e seu pior mal, o AI-5, que nos marcou como o momento mais triste da nossa história recente”, afirma o MDB em nota.

“O Brasil espera que não percamos o equilíbrio e o foco no que mais precisamos: empregos e renda para as pessoas”, recomenda a legenda.

O MDB tem o Ministério da Cidadania com Osmar Terra e a liderança do Senado, com Fernando Bezerra, e a liderança do Congresso, com Eduardo Gomes.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora