Comandante explica providências do Exército contra coronavírus

O depoimento contrasta com o pronunciamento de Jair Bolsonaro, que insiste que o País deve voltar à normalidade

Jornal GGN – O comandante do Exército brasileiro, general Edson Pujol, divulgou um vídeo institucional na terça-feira (24) indicando medidas adotadas pelos militares para combater a epidemia de coronavírus no Brasil.

O depoimento contrasta com o pronunciamento de Jair Bolsonaro, que insiste que o País deve voltar à normalidade.

O Exército tem sido mobilizado para ajudar prefeituras a dissipar aglomerações nas ruas e pressionas pessoas que descumprem as orientações por quarentena a voltar para casa.

No vídeo, o comandante diz que as medidas sanitárias são respeitadas pela tropa, pois a preocupação com a saúde é essencial.  “Uma de nossas responsabilidades com a Nação nesse momento de crise é que nossa tropa deve manter a capacidade operacional para enfrentar o desafio e fazer a diferença. Talvez seja a missão mais importante de nossa geração.”

Assista:

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Celso de Mello encaminha à PGR pedido de investigação contra falas de Eduardo Bolsonaro

1 comentário

  1. Mais do que claro: há uma estrutura de poder, acima de Bolsonaro, da qual é parte e se subordina, inclusive para desviar os olhos da população para a incompetência dos golpistas que estão no poder, comandando o desgoverno atribuído ao Bozo, que faz o seu papel de golpista, desviando a atenção dos problemas, no caso, tudo atribuindo aos governadores desesperados pela falta de atitudes coerentes do desgoverno. Jogam com o futuro, mas as indicações são de que, mais à frente, tudo desfavorece a estrutura montada de exploração do povo e atendimento dos interesse do grande capital (internacional e no Brasil liderado e orientado pelos EUA) montada pelos golpistas. Por enquanto o embate político mais forte é entre a direita e a extrema direita, ambas golpistas.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome