Combates Gladiatórios: Pitty Leone x Rachel Sheherazade

Os patrícios romanos adoravam promover combates gladiatórios. Os gladiadores eram basicamente de cinco tipos:

Trácios: eram os mais fracos, como proteção usavam um capacete que cobria toda cabeça e um escudo quadrado, além de caneleiras. Atacavam com espadas curvas, as sicas.

Mirmilões: eram os oponentes dos trácios e retiários. Usavam um grande escudo numa mão e na outra uma espada curta. O capacete se assemelhava a um peixe.

Retiários: empunhavam um tridente e eram os mais desprotegidos. Carregavam também uma rede e uma faca curta. Eram os únicos aos quais era permitido recuar em combate.

Secutores: Se assemelhavam muito com os mirmilões entretanto seu capacete era arredondado para não prender na rede dos Retiários que eram seus oponentes.

Dimachaeri: Não se sabe muito sobre ele, mas como usava duas espadas, sabe-se que era um dos mais bem treinados.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Gladiador

Os combates, muito apreciados pelos cidadãos romanos com direito a voto nos comícios, ocorriam sempre entre gladiadores de tipos diferentes. Assim, modalidades diversas de armamentos de ataque e de defesa poderiam ser vistos pelo público.

Um dos combates mais apreciados pelos romanos era o que opunha o Trácio ao Retiário. Um era treinado e armado para o combate a curta distância o outro treinado e armado para o combate à média distância. A efetividade de um dependia da aproximação e da arte de se esquivar. A do outro dependia de manter certa distância e imobilizar o oponente para feri-lo com o tridente. Uma das cenas ontológicas do cinema americano ilustra este combate: https://www.youtube.com/watch?v=zCLyLBrugD0 .

Morituri Te Salutant – gritavam os gladiadores.

Candidatis Te Salutant – dizem de uma maneira ou de outra todos aqueles que querem ocupar o Palácio do Planalto.

Os debates entre candidatos presidenciais de partidos diferentes são os nossos combates gladiatórios. Os petistas certamente adoraram ver Lula massacrando José Serra e Dilma Rousseff corajosamente enfrentando Aécio Neves. Os tucanos, por sua vez, provavelmente apreciaram muito as supostas demonstrações de superioridade moral e intelectual de José Serra e de Aécio Neves nos referidos enfrentamentos.

Mas há outro tipo de confronto que pode ser muito útil à sociedade brasileira neste momento. Política e cultura são duas coisas que estão presentes no nosso dia a dia e não apenas nas eleições. Portanto, os debates sobre estes dois assuntos deveriam ser constantes na mídia. Eu, por exemplo, gostaria muito de ver Pitty Leone e Rachel Sheherazade https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1070122443011583&set=a.345737828783385.85599.100000415136357&type=3&theater debatendo estas questões. Uma é música, liberal e comprometida com propostas extremamente avançadas. A outra é uma conhecida jornalista reacionária que prega um anti-comunismo embolorado e até violento.   

Quem vai promover este encontro gladiatório?

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome