Como a redução da taxa Selic impactou a Poupança

Em 2017, a Taxa Selic sofreu diversas quedas no seu percentual. No final de outubro o Banco Central divulgou o corte mais recente da taxa, que atualmente está em 7,50%.

A Selic interfere diretamente no rendimento da poupança e de alguns outros investimentos. No caso da caderneta, dependendo do percentual da Selic, o cálculo rendimento poupança pode variar. Confira abaixo:

  • 0,5% ao mês + Taxa Referencial – caso a Taxa Selic seja superior a 8,50%.

  • 70% da Taxa Selic + Taxa Referencial – caso a meta da taxa seja igual ou menor que 8,50%

Desde que setembro de 2017, quando a Selic chegou ao patamar de 8,25%, a regra passou a ser: 70% da Taxa Selic + Taxa Referencial. A mudança, no entanto, faz com que a poupança tenha um baixo rendimento.

A regra para o rendimento da poupança é igual para todos os bancos. Logo, você pode abrir uma conta no banco X ou Y que a remuneração será a mesma. O pagamento dos juros é feito mensalmente de acordo com uma data específica, conhecida como data de aniversário.

Dependendo das regras do seu banco, essa data pode ser estipulada em duas formas:

  • A data de realização do depósito.

  • A data de abertura da conta.

Caso você realize vários depósitos, então a conta pode ter várias datas de aniversários. Mas, se a data for nos dias 29, 30 ou 31, então será considerado o dia primeiro do próximo mês.

Certamente você pode considerar a Poupança como um investimento seguro e de fácil aplicação, porém existem várias opções tão seguras quanto a caderneta, mas com melhores rendimentos.

Você pode investir o seu dinheiro em Renda Fixa, por exemplo. Nessas aplicações você conhece o rendimento no momento da contratação. Os investimentos mais conhecidos desta categoria são: Certificado de Depósito Bancário, Tesouro Direto e Letras de Créditos. Aproveite para conhecer o rendimento de cada um deles:

CDB

O Certificado de Depósito Bancário (CDB) é uma aplicação financeira de Renda Fixa emitida pelos bancos com a intenção de financiar suas atividades através desta captação de recursos. Em troca, o investidor recebe, na data acertada, o dinheiro investido somado aos juros.

Este investimento é protegido pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC). Ou seja, caso o banco que emitiu o título quebre, o investidor possui a garantia de receber o seu dinheiro de volta, desde que o valor ressarcido esteja no limite de R$ 250 mil por CPF e por instituição financeira.

Tesouro Direto

O Tesouro Direto é um investimento de Renda Fixa muito conhecido pela sua segurança e liquidez. Isto quer dizer que é possível resgatar o dinheiro aplicado a qualquer momento.

Quando você compra um título do Tesouro Direto, significa que você está emprestando o seu dinheiro para o Governo Federal financiar suas dívidas internas, por exemplo. Em troca, o governo devolve o dinheiro para o investidor em uma data combinada, acrescido de juros.

É possível começar a investir no Tesouro Direto com um aporte inicial a partir de R$30,00. Porém, é preciso ter atenção porque não são todos os títulos que podem ser adquiridos por este valor.

LCI e LCA

A Letra de Crédito Imobiliário (LCI) e a Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) são investimentos de Renda Fixa emitidos por bancos ou corretoras. Quando você compra uma letra de crédito, está emprestando dinheiro para a instituição financeira utilizar em financiamentos no ramo de imóveis ou agropecuário.

As LCI e LCA também são aplicações financeiras protegidas pelo FGC, ou seja, caso a instituição financeira passe por um processo de falência, o investidor terá o seu dinheiro de volta, respeitando o limite de R$ 250 mil por CPF e por instituição financeira.

Existem inúmeras opções de investimentos mais interessantes que a Poupança. E as aplicações em Renda Fixa também são seguras, práticas e o melhor: possuem rendimentos melhores que a caderneta.

Mas, antes de começar a investir o seu dinheiro, verifique qual título se encaixa melhor no seu perfil e nos seus objetivos financeiros. Aproveite para entender melhor cada uma das opções de investimentos que estão disponíveis no mercado.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora