Como era e como ficou a Previdência no regime geral após a reforma

Agora homens e mulheres não chegam à aposentadoria com valor integral sem contribuir por 40 anos e 35 anos, respectivamente

Fotos Públicas

Jornal GGN – A reforma da Previdência ainda precisa passar por votação de destaques que podem alterá-la, além de ser avalizada pelo Senado, mas o texto-base foi aprovado pela Câmara na noite de quarta (10).

As mudanças feitas até agora já representam o endurecimento das regras de aposentadoria no Brasil, segundo a opinião de analistas e pesquisadores.

Caro leitor do GGN, estamos em campanha solidária para financiar um documentário sobre as consequências da capitalização da Previdência na vida do povo, tomando o Chile como exemplo. Com apenas R$ 10, você ajuda a tirar esse projeto de jornalismo independente do papel. Participe: www.catarse.me/oexemplodochile

Veja o que mudou:

APOSENTADORIA POR IDADE MÍNIMA

Antes: Os brasileiros podiam requer a aposentadoria por idade (60 mulheres e 65 homens) desde que tivessem 15 anos de contribuição, obrigatoriamente.

Havia ainda a regra conhecida como 85/95, sancionada por Dilma Rousseff em 2015 para tentar frear o uso do fator previdenciário, que é uma fórmula aplicada sobre os aposentados para diminuir o valor do benefício de quem não preenche requisitos de idade e tempo de contribuição. Dilma estabeleceu 85 pontos para as mulheres e 95 pontos para homens. Significava, por exemplo, que uma mulher que tem 55 anos e 30 de contribuição (somando 85 pontos) poderia ganhar a aposentadoria integral. Atualmente, essa regra está em 86/96, e deveria somar 1 ponto a cada 2 anos.

Agora: a reforma da Previdência de 2019 estabele idade mínima de 65 anos para homens e 62 para mulheres, e utiliza um modelo parecido com a regra 86/96 apenas para calcular a melhor forma de transição para quem já contribuia com o INSS quando a reforma foi aprovada.

TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO

Antes: 35 anos para homens e 30 para mulheres.

Agora: A reforma acaba com a aposentadoria por tempo de contribuição, estabelecendo os requisitos idade mínima (65 anos para homens e 62, mulhere) associado ao tempo de contribuição obrigatório de 20 anos para homens e 15 anos para mulheres.

No caso das mulheres, por exemplo, com 15 anos de contribuição, elas terão direito a receber 60% da aposentadoria. A cada ano a mais no mercado, contribuindo com a Previdência, elas ganharão um bônus de 2% sobre o valor do benefício, de modo que 100% da aposentadoria só será pago a quem completar 40 anos de contribuição. A mesma lógica é aplicada aos homens, mas a contagem dos 2% começa a partir de 20 anos de contribuição.

ALÍQUOTAS DE CONTRIBUIÇÃO

Antes: Três faixas de contribuição, de 8% a 11% do salário, limitado ao teto do INSS (atualmente em R$ 5.839,45).

Agora: Entre 7,5% (para quem ganha até 1 salário mínimo) e 11,68% (entre R$ 3 mil e R$ 5.939,45)

Confira aqui mais detalhes do texto-base da reforma.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Clipping do dia

4 comentários

  1. Roubo descarado institucionalizado por aqueles que deveriam defender o povo mais necessitado, os mais vulneráveis…..
    Um congresso que é a cara da elite perversa, maliciosa, abusiva, canalha, corrupta, e sem vergonha na cara……….
    Como sempre disse, não somo um país, com povo estado e territorio….somos um amontoado num grande pedaço de terra, todos se digladiando contra todos……..
    Somos governados por verdadeiros sem vergonhas, safados, colocamos durante eleições o lobo para tomar conta do galinheiro……….
    nenhuma instiituição presta……..todos podres, carcomidas, inservíveis ao país….um bando de velhos caquéticos, uns com suas roupas e hábitos ridiculos, medievais………mas todos unidos pelas tramas obscuras, urdidas em seus clubetes secretos em que rezem a cartilha do DEMONIO, larapio e lacaios que são, vendem a alma por dinheiro……….
    Não será pelo voto que iremos mudar esse país………….

    15
    1
  2. Ai quando se fala em fechar congresso e acabar com essa bandidagem os idiotas vem falar em democracia , qualquer pessoa mais esclarecida sabe que “democracia” é apenas uma cortina de fumaça criada por oligarquias e aristocracias , uma mentalidade politica controladora que mantem o povinho ignorante com a falsa ilusão de que tem direito a alguma coisa especialmente nessa droga de pais onde todo mundo acha que pode levar vantagem mas que so toma no !@#$%¨&*() porque vantagem só a elite e a classe politica de bandidos diplomados tem .

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome